TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Estudo técnico de sistemas

Por:   •  7/6/2019  •  Exam  •  1.439 Palavras (6 Páginas)  •  26 Visualizações

Página 1 de 6

-Informaç ões qu e p od em var ia r d e um sis t em a para outr o (prec is ão d e c oord enadas ecores, conjunt o de cara cteres us ado, etc) são def inidas num escrito r ;-Figura édescrita por p rim itivas 2D semel hante s às do G KS ;-Formatos :-Binário-Texto legível-Caracter es codificados (ASCII )b) IGES (I nitial Graphic s Exchange Spec if icatio n)-Padron iza um f ormat o para armazenam ento e recuperaç ão d e bas es de dadosgeométric os independ ente de ap licaç ão ou instalação;-Não apen as o d esenho, mas toda a des crição geométric a dos sólidos, s upe rf ícies , etc ,permiti ndo a nál ise, s im ulaçã o ou simp lesm ente o d ese nho;-1980, porém jáestáv e l at ua lment e.c) PD ES (Product Data Exchang e Specifica tio n)-Semel hante a o IG E S, porém com inf orm aç ões adicionais para m a nufa tura(especif icaç ões de tolerância, mat er ial, ac ab am ento da supe rfíci e, etc.) ;-Ainda em fase d e definiç ão.3.10 Aplicações G ráficasAlgumas justificat ivas para o uso d e Comp uta ç ão Gráfica:-facilidad e pa ra com un ic aç ã o de idéias ou resu lta dos s intet izad os em figuras;-facilidad e pa ra mod ifica ç ão de d ese nhos ex ist entes ;-simulaçã o d e alternativa s (d e f uncio name nto, d e c usto, de ap a r ênc ia);-visual ização do invis ível (muito peque no , m u ito gra nd e, incolo r, a m bientes artific iais).3.10.1 G ráf icos para Ap resent açõ esNessa área est ão classificados os prog ramas e eq uipa mento s q ue pe rmitem aelaboraçã o d e a p resent aç ões, fornec endo recurs os para:-const rução de gráficos a part ir de informaçõe s contidas em tabe las (gráfic os de barra,de to rta, t r idime nsion ais ). Em geral, tal t ipo de pr og rama vem as s ociado a urnaplanilha eletrônica;-desenhos e texto para e labo ração d e t rans parênc ias e sl ides para apresentaç ão. Essetipo de program a em geral estáass oc iado a um disp os itivo para reg ist ro d e imagem emfilme ou plotte r (para tr ans par ências );-animações simples para demons traç ão em exp osiç ões. As an imaç ões s ãobidimensi ona is e realizad as praticame nte na b as e d e s ubstit ui ção de telas pre viame ntepreparadas (efeitos de fade, scroll , etc).3.10.2 Editoraçã o E let r ônicaPermitem a combinação de d ese nhos e text o num único ambi ente. A ediç ão eformata ção do texto éfac ilitada , e o resultado pode se r visto na tela a ntes daimpress ão. O foto l ito p ode s er obtido d i retame nte a pa rti r do doc ume nt o em m e iomagnétic o.Atualme nte égrande o interess e n es te t ipo de aplica çã o dev id o àd if iculdade (dem ora,erros) e rea l izaç ão da m esm a tarefa sem aux ílio de comp utado r. O am bient e d econcepçã o d o doc umen to, q uand o integrad o a o ambie nte de impr ess ão do m esmo(através do f otolito), eli mina a necess idade d e provas de fotolito, uma t arefa queconsome m uito t empo e recursos .Tipicamente , os sis temas para ed itoraç ão eletrôn ica ofer ec em fe rram e ntas para-entrada /ed ição de texto , c om poss ibilidad e d e verif ica ção ortográfica , etc ;-apresenta ção d o texto: d iversos tipos , tamanhos e es tilos d e c a ract eres, que p odemser p os icionado s em orientaçã o q ua lque r;-inclusão de imag ens di gita lizadas no texto, c o m p os sibilidad e d e enqua drame nto;-const rução dc figuras por m e io de editores q ue oferece m l inhas , c írc ulos, áre aspreenc hidas e t ext o, a lém de sofisticada s ope ra ç ões de ediçã o ;-diagramaç ão: formataç ão aut omática do documento em colunas , p áginas , etc;-tratamento de c or d e impress ão , i nclus ive com separa ç ão pa ra e labora ção de

fotolitos.3.10.3 Anima ção p or ComputadorAnimação por c omputa d or éuma área fas c ina nt e qu e p erm ite filtrar o que fordeterminad o pe lo a nima dor, seja a lgo rea l ou in ex istent e. Hádo is t ipo s distint os deanimaç ão p or c omputad or : a nimaç ã o d o tipo "carto on" e "m od elad a".Cartoo n:"Cartoo n Animatio n' p e rmite a e lab oraç ão de d esenh os animad os com o os prod uz idospelos estúdi os Disney e Ha nna-B arb era. Nest e tipo de a n ima ç ão, o co mputad or limita -se a auxiliar t ar efa s com o:-desenho dos quadros-c have ;-interpo lação : g eraç ão automática de image ns intermediárias ;-pintura dos quadr os da animação;-sincronizaç ão com tr il ha s onora.Todas as tarefas são realizadas so bre imagens, portanto em duas dim ensões.Modelada :Na animaçã o modelada, o co mputa d or érespo nsável p e la s im u lação d e um m od elodurante certo intervalo de temp o e p e la g eraç ã o das imagens corres ponde ntes .Normalm ente o modelo descreve um univ erso tridime ns iona l, c omp osto dos segu inteselementos :-model o geom étr ico (formato ) de todos os obj etos que apar ecem na cena;-descr ição d o compo rta ment o dos obj etos em cena a o longo do t empo (desloca me nto,rotaçõ es, d eforma çõ es);-model o de iluminação da ce na (posiçã o, orientação e c or d as fo ntes de luz,caract erístic as dos mate riais de qu e s ão fe itos os objetos );-instruçõ es de filmag em (posiç ão, objetivo e efeitos de uma câm era sintét ica ).Assim s endo , os sist emas de animaç ã o model ada são com p ostos de m ódulos comfunções bem distintas:-modelado r d e objetos trid ime nsiona is;-simulado r de comp ort ament o, o q ue pode ser tão s imp les quanto a inte rpolaç ã o d eduas posiçõe s chave, ou tão comple xo quanto a simulaçã o da lei de corp os em q u edalivre;-simulado r d e câmera s intética;-gerador de ima gens com realis mo, considerando as pec tos de i lumina ç ão e d emateriais.Devido àcomp lexidad e das imag ens g erada s, em ge ral este t ipo de s is tema não p r od uzanimaç ão em t empo- real, mas sim quad ro-a -q uadro, s end o g ravada e m v ídeo ou filmesimultaneam ente ; a animaç ão só é r ea lme nt e observa da quand o os quadros sãoprojetad os em alta ve locida de (30 q /s em televi s ão, 24 q /s em cinema).Por esse motivo, os sistemas de a nimaç ão norma lment e fornec em ta m b ém um mód ulocapa z d e exibir uma versão s implific ad a da ani maç ã o em temp o -rea l, permitindo a'depuração " da a n imaç ã o. Este módulo écha m ado de "p revi ew" e origi na-se de umaetapa da an imaç ão tradicional cham ada d e "p eci l t est ".3.11 CAD / CA E / C AMCompute r Aided Des ign , Eng i neering e M an ufac ture, res pectivam ent e. O p roj eto deum novo objet o p ode se r co mp letam e nte r e a lizado c om o a ux íl io de fer rame ntas qu epermitem:-Espec ificaçã o d a f orma do objeto ;

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.7 Kb)   pdf (33.9 Kb)   docx (9.3 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com