TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Investimento Nos Intagiveis

Por:   •  27/3/2013  •  2.211 Palavras (9 Páginas)  •  406 Visualizações

Página 1 de 9

CONCEITO

Investimento é a aplicação de algum tipo de recurso (dinheiro ou títulos) com a expectativa de receber algum retorno futuro superior ao aplicado compensando, inclusive, a perda de uso desse recurso durante o período de aplicação (juros ou lucros, em geral, em longo prazo).

Num sentido amplo, o termo aplica-se tanto à compra de máquinas, equipamentos e imóveis para a instalação de unidades produtivas como à compra de títulos financeiros (letras de câmbio, ações). Nesses termos, investimento é toda aplicação de dinheiro com expectativa de lucro.

Em sentido estrito, em economia, investimento significa a aplicação de capital em meios que levam ao crescimento da capacidade produtiva (instalações, máquinas, meios de transporte), ou seja, em bens de capital.

O investimento bruto: corresponde a todos os gastos realizados com bens de capital (máquinas e equipamentos) e formação de Estoques.

O investimento líquido: exclui as despesas com manutenção e reposição de peças, equipamentos, e instalações desgastadas pelo uso. Como está diretamente ligado à compra de bens de capital e, portanto, à ampliação da capacidade produtiva, o investimento líquido mede com mais precisão o crescimento da economia.

Por mais que o termo investir seja muito utilizado no dia a dia, ele ainda gera dúvidas. Afinal, você sabe o que é investir?

Investir é deixar de comprar alguma coisa hoje para comprar no futuro. Ou seja, guardarmos nosso dinheiro em uma alternativa de investimento para termos mais recursos para realizarmos nossos desejos no futuro.

Quando você poupa, mesmo que de pouquinho em pouquinho, receberá no futuro os rendimentos dessa aplicação, o que permitirá que você realize seus desejos de consumo, como trocar os móveis, a televisão, dar entrada no carro ou na casa própria.

Existem diversos tipos de investimento acessíveis para você. Por exemplo: a caderneta de poupança, os certificados de depósito bancário (conhecidos como CDBs), os fundos de investimento e as ações.

Para fazer uma boa escolha, você precisa saber qual o objetivo a ser atingido (o que deseja comprar), qual o horizonte de tempo do investimento (quanto tempo pode deixar o dinheiro aplicado) e que tipo de risco está disposto a assumir (seu perfil de risco).

Como investidor você poderá ter um perfil mais moderado ou arrojado em relação aos tipos de investimento e aos riscos que cada tipo de investimento apresenta.

TIPOS DE INVESTIMENTOS

Existem alguns investimentos que normalmente apresentam menor risco para o investidor e, na maioria das vezes, podemos saber antecipadamente o valor que vamos receber no futuro:

CADERNETA DE POUPANÇA.

O investidor receberá mensalmente o valor dos juros (0,5% ao mês) além da correção pela Taxa Referencial, a TR, que é divulgada pelo Banco Central. Os rendimentos devem ser resgatados na data de aniversário da aplicação e são isentos de imposto de renda. Além disso, o investidor está garantido em até R$ 60.000,00 dentro das regras do Fundo Garantidor de Crédito.

CERTIFICADO DE DEPÓSITO BANCÁRIO (CDB)

O CDB é um título emitido pelos bancos que vão utilizar o dinheiro captado para realizar financiamentos para as empresas, como um capital de giro que ajudará essas empresas na compra de matéria prima para produção e no pagamento dos salários dos colaboradores. Os bancos também utilizam o dinheiro do CDB para financiar carros ou empréstimos pessoais de seus clientes.

Ao final da aplicação em CDB, o investidor receberá o valor aplicado, além dos juros ou correção. Ao investir em CDB podemos escolher uma renda prefixada, ou seja, sabemos antecipadamente quanto vamos receber no futuro, ou uma renda pós-fixada, quando escolhemos algum tipo de correção monetária como IGPM ou IPCA, além dos juros. Os rendimentos serão tributados na fonte e devem ser resgatados na data combinada com o banco que emitiu o título. Assim como na caderneta de poupança, o investidor está garantido em até R$ 60.000,00 dentro das regras do Fundo Garantidor de Crédito.

DEBÊNTURE

O que é: são títulos de crédito de médio e longo prazo emitidos por uma empresa. Ou seja, você se torna credor da companhia, de acordo com as regras divulgadas na escritura do título.

Quem pode investir: qualquer pessoa.

Valor mínimo: depende da debênture escolhida por você, mas algumas delas aceitam investimentos a partir de R$ 1.000.

Tempo médio para resgate do dinheiro: o resgate dos recursos ocorre na data

...

Baixar como (para membros premium)  txt (14.6 Kb)  
Continuar por mais 8 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com