TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

LUDICIDADE - O JOGO E A BRINCADEIRA NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

Por:   •  12/11/2014  •  6.665 Palavras (27 Páginas)  •  2.012 Visualizações

Página 1 de 27

RESUMO

O presente estudo teve como objetivo analisar a relação do lúdico como facilitador da aprendizagem na sala de aula. Para alcançarmos tais objetivos e conseguirmos as informações e dados necessários, foi utilizado um questionário semi-estruturado, que foi aplicado em 2 professoras que lecionam no 1º e 2º ano. Foi possível mostrar o quanto o “lúdico” pode ser um instrumento indispensável na aprendizagem, no desenvolvimento e na vida das crianças, tornar evidente que os professores e futuros professores devem e precisam tomar consciência disso. A partir disso, mostraremos a importância do “lúdico” e como ele, os jogos, os brinquedos e as brincadeiras podem ser importantes para o desenvolvimento e para a aprendizagem das crianças. De acordo com os dados obtidos, constatamos que o lúdico exerce um papel importante na aprendizagem das crianças. A partir do exposto, constatamos que é sim possível reunir dentro da mesma situação o brincar e o educar. Sendo assim a escola deveria considerar o lúdico como parceiro e utilizá-lo amplamente para atuar no desenvolvimento e na aprendizagem da criança. Também observamos a necessidade das escolas terem uma maior conscientização no sentido de desmistificar o papel do “brincar”, que não é apenas um mero passatempo, mas sim objeto de grande valia na aprendizagem e no desenvolvimento das crianças.

Palavras-Chave: Lúdico. Jogo. Aprendizagem. Criança.

INTRODUÇÃO

Este artigo visa apontar à seguinte problematização na Unidade Escolar: a falta de ludicidade questionando a importância do lúdico nas series iniciais do Ensino Fundamental – ciclo I.

O presente trabalho procura identificar a importância dos jogos e brincadeiras para o desenvolvimento integral das crianças de seis e sete anos, as quais freqüentam a Escola Municipal de Ensino Fundamental ”Geraldo Apparecido Rocha”, de Cordeirópolis / SP.

Duas professoras das séries iniciais e quarenta e duas crianças foram pesquisadas. A ludicidade - brincadeiras e jogos são desenvolvidos em sala de aula? E as crianças serão observadas para avaliar se realmente o lúdico contribui para o desenvolvimento integral dos mesmos.

O objeto de estudo deste trabalho é o jogo e o foco central é compreender a importância do mesmo para a prática pedagógica e como mediadora da aprendizagem veiculada em sala da aula. A maneira como os alunos percebem o ato de jogar e/ou brincar pode influenciar fortemente na sua aprendizagem. Isso faz com que ambos se confirmem como excelentes elementos de investigação.

O jogo e o brincar são considerados práticas indispensáveis no processo de ensino-aprendizagem, porque favorecem o desenvolvimento das habilidades cognitivas e ao mesmo tempo, oportuniza e desperta o interesse pela busca de conhecimento. Sendo assim, a brincadeira permite à criança vivenciar o lúdico e descobrir-se a si mesma, aprender a realidade, tornando-se capaz de desenvolver seu potencial criativo e inventivo.

Em nossas vivências cotidianas percebemos que existe certa dificuldade em relação ao jogo e ao brincar, tanto nas crianças como nos adultos. È fato que várias gerações têm demonstrado não apenas o desinteresse por eles, mas também a dificuldade de compreensão, o que limita o indivíduo em suas possibilidades de acesso ao saber. Para alcançar o êxito esperado neste trabalho e conseguir compreender a concepção dos alunos sobre a importância do jogo e do brincar, se faz necessário, analisar os mesmos no âmbito escolar, visando melhorar a qualidade do ensino-aprendizagem e o desenvolvimento sócio-cultural dos alunos.

Nesse sentido o lúdico pode contribuir de forma significativa para o desenvolvimento do ser humano, seja ele de qualquer idade, auxiliando não só na aprendizagem, mas também no desenvolvimento social, pessoal e cultural, facilitando no processo de socialização, comunicação, expressão e construção do pensamento. Vale ressaltar, porém, que o lúdico não é a única alternativa para a melhoria no intercambio ensino-aprendizagem, mas é uma ponte que auxilia na melhoria dos resultados por parte dos educadores interessados em promover mudanças.

A partir disso, vamos tornar evidente a importância do “lúdico” e como ele, os jogos, os brinquedos e as brincadeiras podem ser importantes para o desenvolvimento e para a aprendizagem das crianças.

1. O QUE É O JOGO? A BUSCA DE UMA CONCEITUAÇÃO

Este texto é dedicado à constituição da teoria do jogo, como parte da fundamentação teórica necessária para este trabalho. Inicialmente, apresentamos sua dimensão lúdica, mostrando que o jogo é anterior à cultura, presente no desenvolvimento

...

Baixar como (para membros premium)  txt (45.8 Kb)  
Continuar por mais 26 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com