TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Modelo Projeto de Pesquisa

Por:   •  11/9/2020  •  Projeto de pesquisa  •  1.998 Palavras (8 Páginas)  •  15 Visualizações

Página 1 de 8

RESUMO: Em muitos lugares, como no Brasil, grandes quantidades de resíduos ainda são lançados em locais inadequados , causando impactos ao meio ambiente e riscos à população. Dentre estes resíduos, destacam-se as embalagens Longa Vida, que na maioria das vezes são descartadas após serem usadas somente uma vez e apresentam elevado tempo de degradação, influenciando no rápido esgotamento dos aterros. Desta forma, o presente trabalho visa analisar o comportamento térmico deste produto, considerando as propriedades físicas dos materiais empregados em sua confecção, para possível aplicação como isolante térmico de edificações. Através de ensaios experimentais, foi simulado simulada a transferência de calor em um ambiente com tamanho reduzido, comparando a eficiência térmica das embalagens com Poliestireno Expandido (EPS), por tratar-se de material prático e econômico, comumente utilizado na construção civil. Os resultados mostram comportamento exponenciais exponencial que indicam a relação entre da variação da temperatura em função do tempo no interior de cada ambiente. As embalagens apresentam pequenas taxas na transferência de calor, podendo ser avaliadas como confortáveis termicamente, sendo capazes de aumentar o bem-estar dos usuários e reduzir possíveis gastos com energia elétrica no uso de climatizadores, além de substituir a um custo acessível demais materiais que são utilizados atualmente.

Palavras-chave: Reutilização. Isolante. Embalagem. Longa Vida. Conforto térmico. Transferência de calor. Sustentabilidade

Carton packages as thermal insulation in buildings

ABSTRACT: In many places, as in Brazil, large amounts of waste are still released in inappropriate locations, causing environment impacts and risks to population. Among these residues, there is the Long Life packaging, which in most cases are discarded after being used only once and feature high degradation time, influencing the fast exhaustion of landfills. Therefore, this study aims to analyze the thermal behavior of this product, noting the physical properties of the materials used in its manufacture, for possible application as thermal insulation of buildings. Through experimental tests, was simulated the heat transfer in an environment with reduced size, comparing the thermal efficiency of the packaging with EPS, due to its practical and economical material, commonly used in construction. The results show exponential that indicate the relationship between the variations in temperature as a function of time within each environment. The packages exhibit small heat transfer rates, which could be evaluated as thermally comfortable, being able to increase the well-being of users and reduce possible electricity expenses in the use of air conditioners, in addition to replacing at an affordable cost other materials that are used now.

keywords: reuse, thermal confort, sustainability

1 INTRODUÇÃO

A modernização, junto ao desenvolvimento tecnológico da sociedade, tem provocado mudanças significativas no padrão de vida das pessoas, tendo como consequências o aumento da utilização dos recursos naturais, destacando-se o consumo de energia elétrica e a geração de resíduos, que acarretam em danos ao meio ambiente.

O setor da construção civil possui grande participação neste processo, sendo recorrente discussões e estudos acerca do desenvolvimento sustentável, visando alternativas que englobam aspectos econômicos, sociais e ambientais. EIA (2013) afirma que o uso de energia nas edificações residenciais e comerciais apresenta um crescimento de aproximadamente 1,5% ao ano e corresponde a cerca de um quinto da energia total fornecida em todo o mundo. Dentre as atividades que mais consomem energia, estão o aquecimento e resfriamento de cômodos.

Para Rodrigues et al. (2014), as variações na demanda residencial de eletricidade estão diretamente relacionadas às mudanças nas temperaturas do local, haja visto a busca dos consumidores por bem-estar, que compreende o conforto térmico por eles desfrutado no interior das construções.

A não satisfação do homem com o ambiente térmico que o envolve pode ser causada pela sensação de desconforto quando o balanço térmico não é estável, ou seja, ocorrem diferenças entre o calor produzido pelo corpo e o calor perdido para o ambiente (LAMBERTS, 2016). Conhecendo as condições e os fatores que influenciam nas variações de calor no interior das edificações, é possível adotar metodologias capazes de proporcionar aos usuários o conforto térmico adequado e evitar desperdícios com condicionamento de ar.

Atualmente, uma alternativa que tem se mostrado viável para esta questão é o emprego de materiais capazes de reduzir a transferência de calor, funcionando como isolantes térmicos., podendo ser aplicadosEsta característica os possibilita seu uso em paredes e forros de edificações, como as mantas de lã de vidro ou lã mineral, espumas, fibras sintéticas, membranas isolantes, tintas térmicas, etc. No entanto, a aplicação destes materiais nem sempre é uma solução viável, seja por indisponibilidade na região ou por custos inacessíveis.

Um exemplo de material frequentemente utilizado, principalmente em forros, é o Poliestireno Expandido (EPS), capaz de proporcionar conforto térmico e acústico, além de ser econômico e prático. Analogamente, uma possível alternativa são as embalagens cartonadas, dada as propriedades físicas dos materiais que a compõem e sua presença no cotidiano das pessoas, já que se trata de um material descartado em grandes proporções, cujo qual pode ser reutilizado para redução da transmissão de calor em forros, paredes ou cobertura.

Segundo Landim et al. (2016) as embalagens Longa Vida possibilitam consumo reduzido de energia, uma vez que não há necessidade de refrigeração do alimento e menor gasto de combustíveis devido à facilidade do transporte, manuseio e armazenamento. Porém, apresentam dificuldade na reciclagem e degradação no ambiente devido à grande agregação dos diferentes materiais com características físicas e químicas distintas.

A reciclagem destas embalagens requer procedimentos específicos, como a hidro-polpação ou a tecnologia de plasma, usada em Piracicaba (AGAMUTHU e VISNATHAN, 2014), e em algumas regiões afastadas o processo se torna economicamente inviável, devido a inexistência ou grandes distâncias de indústrias de reciclagem.

Sendo assim, os benefícios na aplicação das embalagens Longa Vida em edificações seria a contribuição para diminuir a quantidade de resíduos descartados no meio ambiente, reduzir o consumo de energia elétrica com

...

Baixar como (para membros premium)  txt (13.6 Kb)   pdf (53.3 Kb)   docx (13.8 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com