TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O Surgimento Da Fisioterapia E O Panorama Atual

Casos: O Surgimento Da Fisioterapia E O Panorama Atual. Pesquise 793.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  17/9/2013  •  909 Palavras (4 Páginas)  •  758 Visualizações

Página 1 de 4

O surgimento da fisioterapia e o Panorama atual da Fisioterapia no Brasil

A fisioterapia vem sendo utilizada desde a antiguidade,E importate observar que desde muitos anos atras existem relatos do uso de métodos como massagem e exercícios como uma tentativa de curar ou amenizar problemas que o corpo sofria ao longo dos anos.

Durante a Antiguidade eram usados métodos com peixes elétricos (eletroterapia),ginástica para combater as doenças denominadas como "diferenças incomodas".

Na idade Média foi um período onde ocorreu uma interrupção no avanço dos estudos e da atuação na área da saúde.O corpo humano passou,nesta época em decorrência de influência religiosa, a ser considerado algo inferior.E a nobresa e o clero despertaram interesse por uma atividade para potencializar o físico, já para os Burgueses e lavradores os exercicios serviam como diversão.

No Renascimento volta a preocupação com o corpo saudável ,uma preocupação com o tratamento e os cuidados com o organismo lesado e também com a manutenção das condiçoes normais já existentes em organismos sãos.

Na época da industrialização volta o interesse pelas "diferenças incomodas". Devido a crescente produção industrial jornadas excessivas de trabalho e por consequencia de situaçoes precárias nas condiçoes alimentares e sanitarias começaram a surgir doenças ,e acidentes de trabalho.

Surge então a preocupação das classes dominantes para não perder ou diminuir a sua fonte de riqueza e bem-estar gerados pela força de trabalho da classe proletariada. O homem, nessa época, parece ter concentrado seus esforços na descoberta de novos métodos de tratamento das doenças e de suas seqüelas. Dessa forma a aplicação de recursos elétricos, térmicos e hídricos e a aplicação de exercícios físicos sofreram uma evolução dirigida para o atendimento do indivíduo doente.

Durante a 2º Guerra Mundial surgem as escolas de Cinesioterapia, para tratar ou reabilitar os lesados, ou mutilados que necessitavam readquirir um mínimo de condições para retornar a uma atividade social integrada e produtiva.

Segundo Botomé e Rebelatto , no final do século XX, a Fisioterapia passa a fazer parte da chamada "Área da Saúde" e foi evoluindo no decorrer da história, teve seus recursos e formas de atuação quase que voltadas exclusivamente ao atendimento do indivíduo doente.

No Brasil, há relatos do uso de recursos físicos desde 1879 devido aos diversos casos de acidentes de trabalho em razão da fase Industrial que sujeitou o indivíduo a uma péssima condição de saúde. A prática da Fisioterapia iniciou-se em 1919, quando foi fundado o Departamento de Eletricidade Médica pelo Professor Raphael de Barros da Faculdade de Medicina da USP.

Em 1951 foi criado o primeiro curso com duração de 1 ano para a formação de fisioterapeutas (denominados na época ainda de técnicos) pelo médico Dr. Waldo Rolim de Moraes patrocinado pelos estudos de Raphael de Barros. Na década seguinte o curso passou a ter duração de 2 anos devido ao aumento pela procura dos profissionais.

Em 1959 foi criada a Associação Brasileira de Fisioterapeutas (ABF) que se filiou a WCPT (World Confederation for Physical Therapy), para obter o amparo técnico-científico e sócio-cultural para o desenvolvimento da profissão.

No dia 13 de Outubro no ano de 1963, conforme o parecer 388/63 do Conselho Federal de Educação, os Cursos de Fisioterapias foram reconhecidos e passaram a ter 3 anos de duração. Em 1964, conforme a portaria 511/64 foi estabelecido o primeiro currículo mínimo para a formação

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com