TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Paralelo Do Filme Tempos Modernos

Trabalho Escolar: Paralelo Do Filme Tempos Modernos. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  14/10/2014  •  611 Palavras (3 Páginas)  •  441 Visualizações

Página 1 de 3

Paralelo entre o filme “Tempos Modernos” e “A Moderna Gestão de Pessoas”

O filme se passa após a crise de 1929, sendo uma sátira ao processo de gestão organizacional de uma fábrica do século XX. Focando a vida da sociedade industrial daquela época, o filme reproduz, de forma cômica, a filosofia taylorista, baseada na produção, no estudo dos tempos e movimentos, no quadro de tarefas e no desenho de ferramentas. A administração científica de Taylor, que destruía a iniciativa pessoal do empregado, reduzindo-o a condição de engrenagem, foi inusitadamente desnudada por Chaplin. Retratava também a produção em série (Fordismo) que até hoje é usada por qualquer indústria, movimentos repetitivos que causa DORT (Distúrbios Osteomuscular Relacionados ao Trabalho) ou LER (Lesões por Esforços Repetitivos), Chaplin retratou isso que é tão atual nas fabricas e indústrias até pra almoçar tinha que ser rápido para não para o trabalho. No momento no almoço ele aparece um relógio, representando assim a famosa frase “Tempo é dinheiro” e transmitindo aí o espírito do capitalismo. No processo de gestão de RH de uma fábrica do século XX os gerentes (ou melhor, capatazes) tinham uma função bem clara: fazer o trabalhador render o máximo em termos físicos. O gerente de um RH era como diríamos, um capataz mor. Um capitão do mato moderno que se mudou para a cidade, que tinha a função de regular a produção na base da coerção física ou psicológica. Os escravos agora passam a responder pelo nome de trabalhadores ou proletários, em sua maioria é vista pelo patrão como um grande ônus, sendo que todo o esforço do capitalista, proprietário das máquinas, vai ser no sentido de tirar o máximo proveito possível da relação homem-máquina, considerando mais as perdas advindas com o uso inadequado da máquina do que com questões sobre o trabalhador e a sociedade como um. O filme retrata também à questão do consumo e a expectativa que a sociedade industrial traz para as pessoas quanto à posse do maior número possível de bens.

As organizações estão mudando seus conceitos, investindo mais em seus funcionários para que todos trabalhem com satisfação e assim podendo ajudar as organizações com lucros, credibilidade entre outros perante seus clientes.

A organização é formada por pessoas + a organização. Na maioria das vezes as pessoas passam mais tempo de suas vidas dentro de uma organização, sendo difícil separar seu trabalho de sua vida social. Tendo em conta que ambos precisam dos trabalhos uns para ter oportunidade, melhores salários, conhecimento profissional... E as organizações para produzir seus bens, atender seus clientes, atingir seus objetivos etc.

Nos dias de hoje não há muita mudança em relação a produzir o máximo que puder sem ter tempo para refletir se aquela forma é a correta, porém a função do RH agora é trazer o trabalhador cada vez mais para o lado da empresa, transformando-lhes em “colaboradores” ao invés de reles funcionários.

Não se pode negar que o tratamento para com eles (funcionários) mudou muito, com as novas tecnologias, globalização e conhecimento, muitas empresas estão trazendo a gestão de pessoas para um contexto de humanização e motivação para um melhor resultado da empresa.

Porém a grande maioria ainda intimida o funcionário mostra

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.8 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com