TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Quais são os principais objetivos da ergonomia

Tese: Quais são os principais objetivos da ergonomia. Pesquise 790.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  4/9/2013  •  Tese  •  1.737 Palavras (7 Páginas)  •  472 Visualizações

Página 1 de 7

1-Quais são os principais objetivos da ergonomia?

Adequação do trabalho as capacidades naturais do homem, pela organização de métodos e construção de máquinas e equipamentos adequados às características de cada pessoa; (Exigência Técnica)

Aumentar a eficiência do trabalhador ao longo do tempo, pois trabalhador doente não gera lucro, e sim, prejuízo; (Exigência Econômica) Prevenção de acidentes e doenças profissionais, e sendo mais relacionadas a informática, doenças musculoesquelético; (Exigência Social) Redução da fadiga e desconforto físico e mental do trabalhador.

2-Que aspectos caracterizam os estudos precursores da ergonomia até a II Guerra Mundial?

A Ergonomia como disciplina, teve as suas origens na Segunda Guerra Mundial, mais propriamente em 1949, quando falharam as formas tradicionais de resolução do conflito entre homens e máquinas.

Foram nessa época, que se evidenciam as incompatibilidades entre o progresso humano e o progresso técnico. Os equipamentos militares exigiam dos operadores, decisões rápidas e execução de atividades novas (aviões mais velozes, radares e submarinos) em condições críticas, o que implicava complexidade e riscos de decisão.

A guerra solicitou e produziram máquinas novas e complexas, inovações essas, que não corresponderam ao que delas se desejava porque, na sua concepção, não foram tomadas em consideração, as características e as capacidades humanas.

3-Como evoluiu o enfoque ergonômico até hoje, desde sua origem?

Numa perspectiva histórica, consideram-se pontos fundamentais na evolução da Ergonomia, em que o estudo se centrava sobre a máquina, à qual o trabalhador se tinha de adaptar. Procurava-se selecionar e formar o operador de acordo com as exigências e características das máquinas, ainda que por vezes, à custa de uma longa e difícil aprendizagem.

Já na face aos problemas levantados pelos erros humanos, o estudo começou a centrar-se no Homem. Procurava-se uma modificação das máquinas, tendo em consideração os limites próprios do Homem.

Ou o atual, em que se considera a análise do Sistema Homem – Máquina, ou mais corretamente, Homem – Trabalho.

4-No que consiste a abordagem macroergonômica?

A abordagem ergonômica de Macroergonomia é consequência da evolução do campo de estudo da ergonomia e também da evolução do ambiente (e.x., tecnologia). A preocupação com os efeitos das novas tecnologias em organizações, e consequentemente, seus efeitos no trabalho realizado, tornaram necessário o desenvolvimento de uma nova maneira de se entender e de se lidar com um desafio.

A Macroergonomia na abordagem dos sistemas sócio-técnicos. "Macroergonomia representa uma abordagem de cima para baixo ao projeto de sistemas baseada na perspectiva dos sistemas sócio-técnicos." (Hendrick, 1986, p. 467). A ideia por trás do uso desta teoria é a de que organizações são compostas por dois diferentes subsistemas, chamados de subsistema pessoal (sistema social) e de subsistema tecnológico (sistema técnico), que interagem dentro da estrutura da organização. Esta característica dos sistemas sócio-técnicos é a maneira de se trabalhar com os efeitos de novas tecnologias em organizações. Estes dois subsistemas são independentes, apesar de interagirem em um processo de causalidade conjunta.

Esta abordagem nos fornece uma maneira mais ampla de ver e entender a análise ergonômica em uma organização. Resumindo, se estará interessado em focar apenas no posto de trabalho, mas sim em tentar entender o que acontece com o posto de trabalho entendendo ao mesmo tempo o que se passa na organização como um todo. Isto significa que, como ergonomistas, não será feito um bom trabalho se não for incluído, na análise ergonômica, fatores relacionados à organização como um sistema e fatores relacionados à realidade do trabalho. Uma colocação de Hendrick (1986) exemplifica este ponto. "(...) temos começado a entender que é plenamente possível realizar um excelente trabalho de projetar micro ergonomicamente os módulos e os sub-módulos componentes de um sistema, e ainda falhar em alcançar objetivos de efetividade relevantes ao sistema por causa da desatenção ao projeto macro-ergonômico do sistema.

5-Apresente pelo menos três exemplos de possíveis aplicações da ergonomia?

A aplicabilidade da ergonomia pode ser aplicada ao planejamento de processos e máquinas, a disposição especial dos locais de trabalho, aos métodos de trabalho, e ao controle do ambiente físico para se alcançar maior eficiência tanto dos homens como das máquinas. Para isso é necessário conhecer o sistema nervoso, o funcionamento e a capacidade do mecanismo central, a estrutura do corpo, dos ossos, das juntas, e os músculos que fornecem energia motivacional.

No binômio homem-máquina, o problema não é apenas o ajustamento de um ao outro, mas sim a adaptação conjunta dos dois. A aplicação ideal da ergonomia considera o homem como parte integrante de um sistema, no qual o estágio inicial do projeto, as características do operador humano são levadas em conta, juntamente com os componentes mecânicos. O homem é melhor para determinados fins, como na tomada de decisões e a máquina para outros, como aplicação de força. A contribuição ergonômica, de acordo em que é feita, é classificada em ergonomia de concepção, correção e conscientização.

Concepção- interfere amplamente no projeto do posto de trabalho

Correção- atua de maneira restrita modificando os elementos parciais do posto de trabalho

Conscientização- é pela realização de treinamentos, palestras e cursos de atualização.

Passo 3

Escolher cinco pessoas, dentre familiares, amigos, colegas de trabalho ou alunos de outros cursos, e relatar o grau de conhecimento deles sobre Ergonomia. Analisar, com base nas respostas das questões do Passo 2 desta etapa, se os conhecimentos apresentados são coerentes com os reais conceitos de Ergonomia.

Ao realizar a entrevista, perguntamos o que entende-se pelo assunto Ergonomia?

As repostas foram:

1ª Entrevistado – Pessoa saber sentar e ter postura correta.

2ª Entrevistado – Não fazer esforço repetitivo e pegar peso

...

Baixar como (para membros premium)  txt (11.6 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com