TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha Crítica Filme "Trem noturno para Lisboa"

Por:   •  6/6/2019  •  Resenha  •  817 Palavras (4 Páginas)  •  8 Visualizações

Página 1 de 4

Resenha Crítica do filme “Trem noturno para Lisboa”

Após assistir ao filme “trem noturno para Lisboa”, podemos discorrer sobre seus aspectos, orientação e sentido. O filme, o qual é baseado no livro com o mesmo título, de Pascal Mercier, introduz uma narrativa protagonizada por um professor suíço que tem seu cotidiano interrompido por um ocorrido, despertando dessa forma uma busca atípica de sua parte.

O filme tem início, mostrando de forma sucinta o cotidiano do professor Raimund, no qual, mesmo que de forma breve, revela propositalmente uma vida solitária e metódica, como sem razão. Sendo isso muito bem simbolizado pelo seu jogo solitário de xadrez e pela ambientação “sombria” de uma suíça nublada e chuvosa. No caminho para sua aula, ele se depara com uma mulher à beira da ponte para se jogar, sendo isso interrompido pela ação instintiva de salvá-la, tendo esta atitude corroborada pela maneira como se comportou logo em seguida, retomando sua preocupação para com seus papéis e pastas na chuva. Após o professor leva-la para a sala de aula, a mulher de forma inesperada deixa o local e vai embora sem nada dizer. Com medo de que ela fosse consumar sua intenção na ponte, ele tenta achá-la, mas sem sucesso, na qual apenas lhe sobra o casaco deixado pela mulher. Em suas vestes há um livro “O Ourives das palavras” do autor português Amadeu do Prado e uma passagem de trem para Lisboa, o que faz com que o professor largue tudo e embarque no trem em busca da mulher.

O filme é construído de certa forma, com uma dinâmica “clichê”, baseado na mudança brusca do personagem e sua jornada de descoberta e “paixão”, mas ao mesmo tempo observa-se que tal dinâmica conseguiu transmitir com harmonia todo o sentido do enredo, constatando-se a impossibilidade de uma construção diferente da apresentada.

Ao longo de sua breve viagem no trem, o professor lê o livro, fazendo com que a partir deste momento seu foco seja mudado cada vez mais para sua descoberta em adentrar para a história das vidas tratadas na obra. Ele inicialmente procura o autor do livro, Amadeu do Prado, na qual descobre sua já ocorrida morte. Mas isso, só faz com que o professor Raimund busque cada vez mais encontrar respostas para suas indagações. A partir dessa ânsia, ele conhece a irmã de Amadeu, a qual apresenta um pouco de resistência no início as investidas de Raimund. No decorrer de sua estadia em Portugal, o professor conhece uma mulher que de forma indireta o ajuda a encontrar gradativamente os principais personagens da obra e vida de Amadeu, que estão ainda vivos. Estes personagens que viveram com Amadeu apresentam claramente traumas oriundos da difícil época vivida por eles. Tendo todos eles se relacionado no passado, mas que enterraram consigo a história e suas ligações, na qual fica ao trabalho de Raimund reaver com insistência o obscuro de cada um deles.

Pode-se fazer de maneira precipitada, uma crítica a velocidade na descoberta dos personagens e na

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5 Kb)   pdf (32.3 Kb)   docx (8.7 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com