TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Relatório Do Filme Tempos Modernos

Por:   •  9/12/2014  •  841 Palavras (4 Páginas)  •  743 Visualizações

Página 1 de 4

1.

2.

a) Neste filme o Carlitos era nada mais nada menos que um operário de uma grande fábrica, e a repetição do trabalho diariamente só a mesma função e o mesmo movimento levando-o a loucura. O filme representa a sociedade em meio revolução industrial. Representa a opressão sofrida pelo empregado.

b) Os elementos de opressão eram as cargas de trabalho excessivas, sem horário digno para refeições e descanso, levando o empregado além do limite do suportável. A opressão era oriunda dos patrões que visavam unicamente o lucro, reduzindo os trabalhadores a condições análogas a de escravos.

3.

Quando realizou “Tempos Modernos”, Chaplin ainda resistia à idéia de utilizar a fala, mas já abria espaço para o uso do som, ainda que em boa parte do filme este esteja restrito às máquinas e objetos, como uma tela onde podemos ouvir a voz do presidente, a porta que serve para atingir os bandidos ou o rádio da delegacia. Somente no final do longa é que Chaplin dá voz pela primeira vez ao seu querido vagabundo, o que indicava o caminho que ele seguiria dali em diante e, em contrapartida, apontava para o fim, cada vez mais próximo, deste marcante personagem em sua carreira.

4.

a) nas primeiras cenas do filme, há uma sobreposição de imagens: um rebanho de ovelhas é sobreposto pela imagem de um grupo de trabalhadores saindo de uma estação de metrô e se dirigindo as industrias. Da mesma forma como as ovelhas são animais famosos pela docilidade, os trabalhadores também o são, obedecendo de forma doce e pacifica as estruturas hierárquicas da sociedade industrial.

Observa-se no filme o movimento de apertar parafusos em que o ator mantém mesmo fora do horário e ambiente de trabalho.

Em dado momento passa a fazer parte da "engrenagem".

Foi nisso que o sistema capitalista nos tornou, uma parte da engrenagem onde poucos têm demais e muitos têm quase nada.

b) O relógio que aparece no filme e a rapidez em que a indústria é movida representa a maior necessidade do mercado que cresce cada vez mais com esse ritmo, além da ideia de otimização do tempo, ou seja, produzir mais em menos tempo.

5.

a) enquanto os operários trabalham sem nenhuma segurança, e sem ao menos terem direito ao descanso pelo menos na hora do almoço. O dono da fábrica quer comprar uma máquina para alimentá-los durante o trabalho, para que a produção não seja interrompida.

b) O filme mostra claramente a diferença social que existe entre a classe operária e a classe burguesa. O dono da fábrica está mais preocupado em ultrapassar os concorrentes produzindo mais do que nas condições de trabalho que são oferecidas para os seus operários. Na época, a classe menos favorecida da sociedade enfrentava a falta de emprego e a miséria, e nem por isso, deixou-se de investir em máquinas cada vez mais modernas. Enquanto o povo passava necessidade as fábricas contavam com equipamentos sofisticados.

c) Sim, porque o filme é uma crítica à modernidade, ao capitalismo, à industrialização e à desigualdade social. O filme Tempos Modernos, é

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.1 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com