TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Clima Organizacional

Por:   •  8/5/2013  •  3.956 Palavras (16 Páginas)  •  430 Visualizações

Página 1 de 16

1 INTRODUÇÃO

O presente trabalho trata de um texto (artigo), que aborda conflitos de gêneros e de raças nas relações de trabalho, onde através desse texto serão discutidos diversos aspectos.

Serão identificados os personagens, o conflito, tipos de liderança exercida por alguns dos personagens, ética, diversidade da força de trabalho, cultura e clima organizacional e mulher e economia.

2 DESENVOLVIMENTO

Fernando, chefe titular da área de Orçamentos, Finanças e Contadoria do Departamento de Projetos do Ministério de Políticas Estratégicas, demonstra ser uma pessoa preocupada e responsável com o trabalho.

Carla chefe substituta é a mais antiga servidora do setor é a única que tem além da graduação, o curso de Especialização em Perícia Judicial de Cálculo Trabalhista, conhecimentos que fizeram diferença para ela assumir o cargo de chefe substituta, além disso ela possui algumas características que durante algumas oportunidades já demonstrou: competência técnica e capacidade de lidar com alguns problemas.

Ricardo “promoter” da área de Orçamentos é expansivo e brincalhão gosta de apelidar os colegas.

2.1 IDENTIFICAÇÃO DE CONFLITOS

Ricardo apelida a sua colega de “mulata exportação”, porque sua colega é negra, isso já é desconfortável dentro de um ambiente de trabalho.

Devido à troca de base de dados, vem ocorrendo dúvidas operacionais e alguns problemas técnicos de configuração, e Carla a chefe substituta analisa o andamento do serviço e o tempo capaz para concluir, depois convoca uma reunião com a equipe e expõe a necessidade de ampliar as horas de trabalho e Ricardo se disponibiliza para ficar com Carla depois do expediente evitando o rodízio dos demais colegas.

Durante o tempo que Carla e Ricardo permanecem trabalhando, Ricardo começa a se insinuar para Carla no expediente, isso se torna constrangedor e desconfortável, com essa situação Carla só se dirige para Ricardo quando é inevitável, no fechamento dos relatórios, Ricardo continua com as investidas, onde não se controla e beija Carla contra a sua vontade, sem saber como proceder Carla opta pela discrição sem comentar nada. Ricardo incomodado com a situação de Carla não aceitar suas investidas como ele desejava começa a difamar a chefe em alguns dos demais setores da empresa.

Com toda essa situação surgem vários fatores: Carla se sente cada vez menos bem quista pela equipe que comanda, observa que antigos colegas estão evitando-a, se torna desconfortável com a presença de Ricardo e a receptividade da maioria dos colegas e isso tudo faz com que Carla evite momentos de descontração com a equipe e passa a ficar a maioria do tempo em sua sala. A distância entre Carla e sua equipe vai aumentando ao longo dos dias, e alguns começam a dizer que a chefia subiu á sua cabeça.

2.2 Tipos de liderança

O Fernando possui total confiança em Carla, demonstra preocupação com o ministério, pois entende que não é um momento adequado para se afastar, observou as características de Carla para promovê-la como chefe substituta, mais em nenhum momento se reuniu com a equipe para decidir algo em conjunto, assim tomando suas decisões sozinho.com essas características Fernando exerce uma liderança autocrática.

Carla possui capacidade de lidar com alguns problemas e tem competência técnica. Quando analisa uma questão, convoca a todos explica as necessidades para a equipe decidir em conjunto, Todas essas atitudes que Carla teve com sua equipe ela acabou se tornando uma líder democrática. Mais houve certos momentos em que Carla não agiu como deveria, pois manteve a descrição quando sofreu assédio moral e assédio sexual dentro do seu trabalho, pois esses tipos de acontecimento trouxe para Carla desgastes, causando impacto negativos a saúde e o bem estar tanto de Carla como da empresa.

2.3 Diversidade da força de trabalho

Carla assumiu a posição de chefe substituta, porque Fernando observou vários critérios: Carla tem competência técnica e capacidade de gerir possíveis problemas, ainda a única com graduação e Especialização em Perícia Judicial de Cálculo Trabalhista e Fernando possui total confiança em Carla e todos esses critérios foram justos. Fernando não comete discriminação, pois na escolha de Fernando ele não utilizou esses critérios: gênero, raça, nacionalidade, classe social, região cultural, idade, dentre muitas outras diversidades.

2.4

Ricardo não agiu de forma ética, pois segundo o

...

Baixar como (para membros premium)  txt (27.1 Kb)  
Continuar por mais 15 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com