TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Filosofia Cap 21&22 Iniciação A Filosofia

Por:   •  28/10/2014  •  3.242 Palavras (13 Páginas)  •  177 Visualizações

Página 1 de 13

Questionários de Filosofia

Capítulo 21

1- É um equívoco, a filosofia, instituída ou não, é a base de qualquer religião, são os grandes pensadores que plantam a semente, aqueles que aceitam a tornam popular, no caso do cristianismo jesus foi o percussor, outros filósofos tiveram atuação importante para a sua propagação.

2- Segundo alguns filósofos isto porque homem deve ter em conta que acima de si existe um Deus.

3- O neoplatonismo pode ser considerado como o último e supremo esforço do pensamento clássico para resolver o problema filosófico, que tinha encontrado um obstáculo intransponível no dualismo e racionalismo gregos - dualismo e racionalismo que nem sequer o gênio sintético e profundo de Aristóteles conseguiu superar. O neoplatonismo julga poder superar o dualismo, mediante o monismo estoico, na qual o aristotelismo fornece sobretudo os quadros lógicos; e julga poder superar, completar, integrar a filosofia mediante a religião, o racionalismo grego mediante o misticismo oriental, proporcionando o racionalismo grego especialmente a forma, e o misticismo oriental o conteúdo.

4- O estoicismo tira seu nome do Pórtico (Stoa), local de Atenas em que se reuniam seus adeptos. Diferentemente do epicurismo, o estoicismo não está ligado a uma autoridade incontestável de um fundador. Para o estoico, é preciso estar em consonância com a natureza para atingir a sabedoria. Assim, faz-se necessário entender que o único bem que existe é a retidão da vontade e o único mal, o vício. O que não é nem virtude nem vício é indiferente.

5- O Gnosticismo é um sistema religioso cujo início deu-se antes da Era Cristã. Considerado por muitos como resultado da interação do Judaísmo, Cristianismo e as filosofias religiosas do Oriente. Possui seus próprios textos sagrados, sendo que o principal é o Evangelho de Tomás. Este movimento reivindicava a posse de conhecimentos secretos que, segundo eles, os tornava superiores aos cristãos comuns desprivilegiados do mesmo. O gnosticismo combinava alguns elementos da Astrologia e mistérios das religiões gregas, como os mistérios de Elêusis, com as doutrinas do Cristianismo.

6- Conjunto de religiões cristãs, monoteísta baseadas na vida de jesus cristo, tais como, o catolicismo romano o protestantismo, o anglicanismo e as religiões ortodoxas orientais.

7- A influência estoica nos escritores judaicos é vista principalmente em Filo que, como outros plantonistas médios, tomou emprestados a terminologia e os conceitos estoicos. De interesse principal no Novo Testamento é a sensibilidade de Paulo diante da crença dos seus ouvintes estoicos na imanência divina, ao citar, no seu discurso no Areópago, o amigo de Zenão, Arauto, para apoiar a doutrina.

8- Alguns séculos mais tarde o cristianismo tomou conhecimento de algumas obras de Platão e Aristóteles que haviam sido conservadas e traduzidas por filósofos Árabes como Averróis, Avicena e Alfarabi e comentadas por filósofos judeus como Filon de Alexandria e Maimônides. Reunindo essas obras e as elaborações precedentes, baseadas nas três tradições mencionadas, o cristianismo reorganizou a metafísica grega, adaptando-a às necessidades de pregação e conversão da “boa nova” cristã.

9- Os gregos tentam compreender e de tentar explicar o mundo e os seus fenômenos através da razão pura falam que as respostas só são validas quando a uma explicação lógica para os fatos

já os cristãos matem a fé de que deus criou o mundo e tentam basear suas respostas encima disso não tendo em muitas das vezes uma explicação cientifica e lógica.

10- A verdade de fé não fundamentada, isto é sem comprovações se é fato ou não é usada pela religião. A razão faz com que as pessoas questionem o mundo e chegam a uma conclusão, Usada pelos filósofos e a Ciência, mas nem sempre porque ela anda com a religião muitas vezes, verdades de razão.

11- É a trindade Divina que compreende, Deus Pai, Deus Filho e Espírito Santo.

12- "A voz de Deus nos diz constantemente: uma falsa ciência faz um homem ateu, mas uma verdadeira ciência leva o homem a Deus." (Voltaire)

"Querer colocar em oposição a ciência natural e a religião...só pode ser coisa de gente ignorante nos dois assuntos." (Paul Sabatier)

"Um pouco de ciência nos afasta de Deus. Muito, nos aproxima." (Louis Pasteur).

13- No caso do cristianismo, porém, não era possível manter a diferença platônica entre o Ser e o Não-Ser, pois este

...

Baixar como (para membros premium)  txt (19.6 Kb)  
Continuar por mais 12 páginas »