TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Verificação do conhecimento sobre disciplina "Filosofia"

Por:   •  13/10/2014  •  Exam  •  1.225 Palavras (5 Páginas)  •  344 Visualizações

Página 1 de 5

1. Que quer dizer philosophía? A quem se atribui a invenção dessa palavra?

R: Significa “Amor á sabedoria” ou “Amizade pelo saber”. Pitágoras (séc.VI a. C.)

2. O que Pitágoras queria dizer ao se referir ás pessoas que compareciam aos jogos Olímpicos?

R: Pitágoras queria dizer que o filósofo não é movido por interesses comerciais e financeiros;também não é movido pelo desejo de competir; mas é movido pelo desejo de observar, contemplar, julgar e avaliar as coisas, as ações, as pessoas, afinal, pelo desejo de saber.

3. O que levou alguns gregos a se aproximarem da filosofia?

R: A admiração pela realidade, a insatisfação com as explicações e tradições levaram alguns gregos a se aproximarem da filosofia,fazendo perguntas pra descobrir a verdade das coisas.

4. Enumere os principais traços da filosofia nascente.

R: Os principais traços da Filosofia Nascente São:

• Tendência racional, em que somente a Razão é o critério de explicação sobre o mundo, segundo seus próprios princípios;

• Submissão dos problemas à análise, à crítica, à discussão, à demonstração, procurando oferecer respostas seguras e definitivas;

• O pensamento é a fonte do conhecimento e deve apresentar as regras de seu funcionamento para justificar suas bases lógicas (por exemplo: os princípios de Identidade, da Não Contradição e do Terceiro Excluído);

• Não aceitar as noções pré-concebidas, as opiniões já pré-estabelecidas, os pré-conceitos imediatos, mas investigar o real com o rigor exigido pelo pensamento e suas leis, não sendo passivo, mas sim ativo no processo do conhecer;

• Descobrir, a partir da análise das semelhanças e dessemelhanças entre as coisas, o princípio que promove a generalização, isto é, o que permite agrupar os vários casos particulares em uma classe geral de objetos.

5. Que é tendência a racionalidade?

R: A tendência de agir cada vez mais pela cabeça e cada vez menos pelo coração e pelos instintos.

6. Que é síntese e análise?

R: Síntese: Objetividade, ou seja, consiste em você pegar um todo e transformá-lo em algo menor buscando destacar em seu conteúdo somente o que se interessa (pontos principais).

Análise: Como o nome já diz, consiste em analisar algo e a partir dai tirar sua própria conclusão.

7. Qual é a noção de conhecimento verdadeiro trazida pela filosofia nascente?

R: A filosofia traz um mundo diferente de outro ponto de vista ou seja vc monta uma conclusão na sua cabeça que ajuda na sua formação !!

8. Qual a diferença entre o acaso na natureza e o possível nas ações humanas?

R: As ações humanas resultam do que se manifesta no meio ambiente (natureza). Acaso na natureza significa algo imprevisível. Portanto, a diferença entre o acaso na natureza (imprevisível) e o possível nas ações humanas (que resulta do que se manifesta na natureza) é que a reação necessária pode não estar de acordo com a situação da pessoa tendo em vista a idéia de que o que surpreende o ser humano pode provocar uma necessidade instantânea considerada impossível dentro da situação da pessoa. Ou seja, obrigar a pessoa à fazer algo que é incapaz. Ou seja, a diferença é que o acaso na natureza geralmente não corresponde à uma ação humana possível.

9. Que significa afirmar que a razão e o pensamento operam obedecendo a leis, princípios e regras universais?

R: Razão e pensamento são atitudes resultantes da mente de uma pessoa, e o fato que provoca essas atitudes, não surge de dentro de um ser, mas das coisas que ele aprende na vida, que estão impostas dentro das leis, princípios e regras universais. Portanto, a razão e o pensamento se veem obrigadas a obedecerem as regras impostas pelo mundo, pois a capacidade de se obter razão e pensamento depende e resulta do que vivemos e aprendemos no mundo.

10. Para a ação humana qual é a diferença entre o necessário o contingente e o possível?

R: A necessidade vincula-se à satisfação premente do indivíduo, mesmo que aos olhos deste seja fútil ou não preencher-lhe o vazio em qualquer área de sua vida. A contingência, em escala maior, restringe-se a administrar mais profundamente quando a necessidade,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.8 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com