TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha crítica ao documentário "Encontro com Milton Santos ou O Mundo Global visto do lado de cá", do diretor Silvio Tendler.

Por:   •  28/4/2016  •  Resenha  •  788 Palavras (4 Páginas)  •  3.099 Visualizações

Página 1 de 4

Resenha crítica ao documentário "Encontro com Milton Santos ou O Mundo Global visto do lado de cá", do diretor Silvio Tendler.

O documentário “Encontro com Milton Santos ou O Mundo Global visto do lado de cá” apresenta uma perspectiva crítica, realista e até, materialista sobre a globalização e tudo o que por ela é causado e/ou que a sustente: o capitalismo, o consumo, as desigualdades enquanto consequência, as crises, as divisões e barreiras físicas, a mídia enquanto mediadora e ainda, o peso das revoltas e ações em contrapartida à desigualdade vindas dos maiores prejudicados. A crise passa a ser regra e Milton Santos traz uma análise onde apresenta as três vertentes da globalização: a globalização como é posta, a globalização da perversidade e o mundo por uma outra globalização.

Ao longo do documentário é possível acompanhar uma série de acontecimentos em escala global, esses são dirigidos para que se possa observar as causas centrais priorizadas pela sociedade capitalista que busca sempre a obtenção de benefícios úteis para a sustentação de si própria enquanto sistema; sendo essa situação sempre prejudicial para a organização igual e coerente do território. São evidenciadas situações de apropriação geográfica e histórica naturalizadas que hostilizam tentativas e apropriações de fato por aqueles que tiveram historicamente seus bens furtados por pequenos grupos de elites. Essas situações refletem-se em miséria sistemática e estrutural de grandes grupos marginalizados. Em meio a crises financeiras e de interesses cruzados que o Estado se encontra, onde atingir maiores escalas parece ser esteticamente agradável enquanto também sustentador do próprio caos crônico que se expressa pelo desemprego, a fome, o desabrigo. A medida que a globalização se instala, tais desigualdades são vistas de forma naturalizada.

É citada a frase de José de Castro, “A sociedade se divide em dois grandes grupos, o grupo dos que não comem e o grupo dos que não dorme com receio do grupo dos que não comem”. A frase traz a reflexão sobre posições impostas e assumidas e que, mesmo que apontadas continuam a dividir e subdividir grupos sociais, mantendo assim as barreiras que segregam. Para isso, o diretor utiliza de exemplos a Muralha da China e o Muro de Berlim.

Uma análise importantíssima que o documentário traz que alimenta a romantização da globalização e que além de ocupar-se deste papel, assume o papel de sustentadora de tal é a mídia. A mídia tem o poder de ditar o que está acontecendo no mundo, isso é, nada deixa de acontecer, a mídia não tem o poder modificar fatos – obviamente – mas sim de noticiar aquilo que lhe é interessante e ainda, de ditar o tamanho e a proporção dessas informações.

Mas Milton Santos, mantendo suas análises materialistas, também fala das ações em contrapartida vindas das vítimas da perversidade da globalização. Grupos postos à margem através do processo atropelador desenvolvimentista global ganham forças em si próprios enquanto unidade e enquanto resistência e procuram formas de reverter situações exploradoras. A África é um dos exemplos muito bem levantados. É possível entender que tanto a África quanto a América Latina tornam-se produtos de ideias, valores, cultura e prioridades neles injetados por colonizadores que, mesmo que não haja colonização teórica, continuam a desempenhar tais funções. Os interesses dos “novos” colonizadores ou colonizadores modernos são contemplados de algumas formas, uma delas é a promoção de conflitos internos e posteriormente a pacificação desses conflitos; sendo assim, uma forma eficaz de enfraquecimento e de penetração direta de elites externas.  

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.1 Kb)   pdf (51.9 Kb)   docx (10.1 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com