TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resumo Capítulo 13 - Brasil: Uma biografia.

Por:   •  6/11/2019  •  Resenha  •  494 Palavras (2 Páginas)  •  4 Visualizações

Página 1 de 2

ASCES

Gustavo Bezerra de Carvalho

Resumo capítulo 13 - Brasil: uma biografia.

Caruaru, 2019

GOMES, Nilma L. Alguns termos e conceitos presentes no debate sobre relações raciais no Brasil: Uma breve discussão - Educação anti-racista: Caminhos abertos pela Lei Federal nº 10.639 03. Brasília: SECAD, 2005.

O texto trata sobre alguns dos termos utilizados nas discussões étnico-raciais no Brasil. Identidade, raça e etnia, são termos explicados na obra. Racismo e preconceito racial, são diferenciados e os motivos desses fenômenos são explicitados. A realidade Brasileira é o enfoque desta obra e o modo como a nossa população encara esse assunto é discutido.

A ideia de identidade é ampliada, é mostrada como a ideia de pertencimento a um grupo está relacionada à enfrentamento social e como dentro de um mesmo indivíduo, múltiplas identidades são coexistentes. Também é mostrada a transitoriedade e o caráter essencialmente social das identidades.

O negro é focado nessa discussão, com uma análise da identidade negra e de como o “ser negro” é visto pelo Brasileiro. Os movimentos ativistas negros são abordados, em especial, na sua postura de não abandonar o termo “ raça”, pois acredita-se que é o único que traduz fielmente a situação do negro no Brasil, onde o indivíduo é distinguido e socialmente segregado de acordo com suas características físicas, sem muita distinção entre pardos e negros. Apesar do não abandono do termo raça, a concepção determinista e biológica do termo que carregava a ideia de hierarquia racial é abandonada e condenada.

A origem da adoção do vocábulo etnia é explicada e remonta ao contexto do pós segunda guerra mundial onde a denominação raça foi banida com intuito de evitar novos genocídios como no caso do holocausto nazista. O conceito de etnia é:

Um grupo possuidor de algum grau de coerência e solidariedade, composto por pessoas conscientes, pelo menos em forma latente, de terem origens e interesses comuns. Um grupo étnico não é um mero agrupamento de pessoas ou de um setor da população, mas uma agregação consciente de pessoas unidas ou proximamente relacionadas por experiências compartilhadas. (CASHMORE, 2000: 196)

Os conceitos de racismo, preconceito racial, discriminação e a ideia da “democracia racial” são discutidos e desmistificados. É apontado como esses comportamentos têm sua origem em construções sociais e como na sociedade Brasileira, especificamente, essas práticas são sistematicamente

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.2 Kb)   pdf (32.4 Kb)   docx (8.4 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com