TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Rutura E Inovação Nas Artes E Na Literatura

Trabalho Universitário: Rutura E Inovação Nas Artes E Na Literatura. Pesquise 785.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  13/3/2013  •  563 Palavras (3 Páginas)  •  951 Visualizações

Página 1 de 3

Este trabalho será realizado no âmbito da disciplina de História e terá como titulo: “Rutura e Inovação nas Artes e na Literatura”.

Inovação é uma característica que, de um modo geral, marcou a arte nas primeiras décadas do século XX.

Nesta época, a inquietação, a instabilidade e as transformações sociais e morais decorrentes da 1ª Guerra Mundial deram origem a novas formas de encarar as artes e a literatura.

Por outro lado, o avanço tecnológico também contribuiu para essa transformação. Por exemplo, a fotografia, inventada já no século XIX, permitiu reproduzir a realidade, logo, a pintura já não “precisava” de o fazer. Assim, muitos artistas procuraram transmitir sentimentos e emoções através das suas criações, sendo valorizada a criatividade.

Os movimentos artísticos que irei abordar são:

 O cubismo que surgiu em Paris em 1907; o pintor observa o objeto de ângulos diferentes e a pintura pretende simbolizar o caos da vida moderna; a cor modela o volume das figuras; redução de todas as formas a figuras geométricas (cilindro, cubo, esfera) para expressar as ideias principais; existe uma sobreposição de planos, combinando várias perspetivas.

 O futurismo que surgiu em Itália em 1909 com o manifesto literário do poeta Marinetti. Recusa da herança cultural do passado e criação de uma nova arte baseada na velocidade, nas tecnologias modernas e no futuro. Estes princípios foram adaptados ao manifesto dos pintores futuristas.

A pintura futurista pretendia enaltecer o dinamismo que simbolizava o progresso; captar o movimento e a velocidade através da representação de diversas imagens em simultâneo do mesmo objeto; usa cores berrantes: verde, amarelos, laranjas.

 O abstracionismo que surgiu na Alemanha em 1910; os artistas procuravam basear-se nos contrastes das cores e das formas geométricas; é uma corrente não figurativa, deixando de reproduzir figuras ou objetos concretos; exprime-se através de linhas, de cores, de formas puras que se abstraem da realidade e nada exprimem, produzindo apenas uma emoção ou um estado de espírito dos autores.

 O fauvismo caracteriza-se essencialmente pela utilização de cores vivas e contrastes; estes artistas utilizam largas manchas de cor violentas, procurando, assim, nas suas obras a forma como observam o mundo; a intensidade da cor prevalecia sobre as formas que se tornam pouco definidas; as cores fortes utilizadas por estes artistas foram ridicularizadas por um crítico de arte que chamou aos seus autores fauves (feras).

 O expressionismo desenvolveu-se, sobretudo na Alemanha e nos países nórdicos entre 1905 e 1930; os expressionistas pretendiam revelar os seus sentimentos através da violência das cores, das pinceladas largas e das imagens deformadas; é um tipo de pintura intenso, apaixonado e muito pessoal; um dos pintores que mais influenciou este movimento artístico foi Van Gogh, ao distorcer as cores e as linhas expressando, assim, uma grande intensidade dramática.

 O surrealismo surgiu na década de trinta; utilizava a linguagem do inconsciente, do irracional, como meio de libertação do espírito; explora o sonho, as alucinações, o subconsciente; utiliza as colagens.

 O dadaísmo surgiu na Europa no ano de 1916; objetos

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.8 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com