TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A abordagem histórico-social da literatura

Por:   •  8/10/2014  •  Seminário  •  1.056 Palavras (5 Páginas)  •  103 Visualizações

Página 1 de 5

O referencial adotado é a abordagem histórico-social da Literatura, sobretudo do romance. A pesquisa apoia-se num estudo de natureza qualitativa, cujo suporte metodológico é a análise literária que busca o reconhecimento dos aspectos sociais contidos na obra; a análise da fortuna crítica de Clarice Lispector, notadamente quanto aos aspectos de representação histórico-literários em sua obra, além das questões envolvendo a representação da mulher.

[...] Nela [na obra literária], a literatura não é considerada como manifestação de uma estrutura inconsciente ou de uma concepção filosófica, mas como um discurso que se faz conhecer por si mesmo. [...] a obra literária é vista, nesse caso, antes como a representação de uma realidade; e busca-se a explicação de suas particularidades nas relações que entretêm seus elementos constitutivos, ou nas relações que ela própria tem com outras obras; não se buscam as causa e sim as razões que justificam a existência de um fenômeno literário (TODOROV, 1979, p. 12).

Constata-se que a obra analisada questiona o drama do indivíduo que, cada vez mais, é menos senhor de si mesmo em meio a espaços cujas promessas de êxito e realização pessoal constituem meras ilusões, e esse indivíduo vive em constante busca de algo inalcançável, uma busca exterior e interior.

Com esta pesquisa, constatou-se que já existi um conjunto extenso de trabalhos dedicados à escrita de Lispector, observa-se no entanto, que algumas obras são pouco estudadas. Esse é o caso, por exemplo, de O Lustre, ao qual dedicamos esta proposta, justamente pelo fato de consistir um dos romances que menos têm chamado a atenção da crítica. O Lustre é uma obra singular dentro da produção literária de Clarice Lispector, revelando-se pela relação significativa entre personagem e espaço; pela reflexão original, nova e já plenamente madura na jovem Clarice sobre a representação dentro romance brasileiro; pela aguda percepção da condição da mulher brasileira na primeira metade do século XX, dentre outros aspectos, complexos e inovadores, de alta qualidade artística. Não por acaso, são estes os temas que nos chamaram a atenção no romance: a representação literária, o espaço e as questões sobre a mulher.

Nota-se que as histórias de Clarice Lispector situam-se em centros urbanos e se voltam para questões sobre a condição humana nos tempos atuais. O lustre nesse sentido aparece como romance de exceção, pois há aspectos rurais e urbanos tensamente entrelaçados. Assim, dentre outros aspectos, busca-se pesquisar em O lustre a representação das figuras de um Brasil em transição, especialmente a mulher,ao mesmo tempo, analisar elementos simbólicos que representem essa transição. Para tanto, pretende-se demonstrar, à luz de uma bibliografia teórica dedicada ao assunto, que a obra é um romance que pode contribuir para entender o processo de desenvolvimento do Brasil.

Na sequência, o objetivo também será de identificar, na obra de Clarice Lispector, contrapontos entre obras posteriores, tendo em vista que a menção ao processo de transição dos personagens, seja do campo para cidade, seja entre outros ambientes dentro da obra, evidencia-se desde a publicação de O lustre (1946), passando por A cidade sitiada (1949), alcançando um dos seus livros derradeiros que éA hora da estrela (1977).

O presente trabalho situa, no primeiro capítulo, a vida e a obra de Clarice Lispector, utilizando os principais textos da fortuna crítica e biográfica sobre a escritora, a saber, Olga de Sá, Olga Borelli, Assis Brasil, Antonio Candido, Campedelli e Abdala, dentre outros. Além disso, faremos uma discussão sobre representação literária, utilizando críticos como Ricardo Iannace, Debora Silva, Adorno, Haroldo Campos, Roland Barthes, Chartier. Clarice Lispector ao escrever seus romances representa o mundo exterior entrelaçado ao mundo interior, pois os conflitos externos, as mudanças históricas influem diretamente nos conflitos internos e psicológicos.

No segundo capítulo, situamos a obra O lustre dentro das correntes dos romances do século XX, seja no Brasil, seja na modernidade europeia, mostrando a inserção da obra de Clarice dentro

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com