TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Idoso Na Sociedade Contemporania

Por:   •  26/8/2013  •  1.083 Palavras (5 Páginas)  •  77 Visualizações

Página 1 de 5

INTRODUÇÃO

A partir do século XX, onde foi divulgado através de pesquisa uma maior expectativa de vida, a preocupação com a qualidade na terceira idade vem aumentando. Desde então houveram muitas teorias e ações governamentais que sustentam a ideia de promover qualidade de vida as pessoas da terceira idade.

Neri (1997) assinala que uma boa qualidade de vida na velhice não é um atributo do indivíduo biológico, psicológico ou social, nem uma responsabilidade individual, mas sim, um produto da interação entre pessoas em mudança, vivendo numa sociedade em mudança.

Muitas vezes os discursos declarados é de que não há nada mais o que se fazer com o avanço da idade, tudo o que poderia ser feito já foi realmente concretizado com a ajuda da vitalidade e disposição da juventude, o que resta na terceira idade é somente colher os frutos do que já foi plantado anteriormente.

De acordo com Bandura (1986), um sujeito competente não é apenas aquele que faz o que a ambiente espera que faça, mas aquele que tem a noção de sua própria auto-eficácia. Neste sentido o critério que está em jogo não é se ela tem ou não tais habilidades necessárias, mas o que fazer com sua habilidade. Muitas pessoas só fazem o que se é esperado socialmente o que lhe pedem, tendo assim a ausência de uma atitude em relação ao que se pode de fato ser capaz de fazer. Na terceira idade isso é mais que tangível, pois existe uma pressão social muito grande em relação ao que o idoso é capaz ou incapaz de fazer, diminuindo assim seu poder de auto-eficácia. Esse declínio pode fazer com que o idoso tenha comportamentos de esquiva/fuga para alguns comportamentos, tendo a ideia de desajuste social.

Envelhecer faz parte do ciclo natural da vida e para que isso ocorra de uma forma contributiva é necessário equilibrar as limitações que são adquiridas com o passar dos anos com as habilidades e potencialidades de cada um, e esquecer a ideia de que a velhice é uma fase sem futuro. O tema proposto no presente trabalho de pesquisa e observação visa verificar o cotidiano do idoso juntamente com as possibilidades existentes de entretenimento, como o tema propriamente dito é encarado pelo idoso.

A fase da terceira idade é uma fase de mudanças (assim como todas as outras) aceitar e compreender essa mudança é etapa fundamental. Conviver com a idade, as limitações e não fixar a ideia do que não foi realizado, pensando em todas as possibilidades e perspectivas futuras do que pode ser feito, é de extrema ajuda para o idoso.

PROCEDIMENTOS

A princípio cada membro do grupo compareceu em um local específico onde começamos a observação do entretenimento na terceira idade. Os locais visitados foram asilos, academia para a terceira idade, praças de caminhada, dando ênfase à nova unidade municipal de Sorocaba, o clube do idoso, criado recentemente na cidade, onde todas as atividades são voltadas a população da terceira idade.

Foram feitas 13 observações de 1h 30min e uma observação de 30 minutos. Nestas observações cada pessoa do grupo observou as atividades dos idosos tais como, academia, ginástica, pintura, leitura, caminhada, etc. Tentamos perceber como se interagem, quais os benefícios aparente de cada exercício que estavam fazendo, estado de humor, quais os detalhes pertencentes do ambiente, etc.

Após todas as observações começamos então a ler artigos científicos e artigos da mídia ao qual falam sobre o entretenimento na terceira idade. Todos os artigos foram buscados através da internet.

Não houveram grandes dificuldades em buscar artigos sobre o assunto, no Google acadêmico a um grande número de artigos sobre o tema. Na mídia encontramos facilmente noticias sobre o assunto em sites de notícias tais como Terra, Uol, Globo, etc.

Discussão

Como todo individuo o idoso deve ter seu

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.5 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »