TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Formação do professor da Educação Básica entre políticas públicas e pesquisas educacionais: uma experiência no Vale do Jequitinhonha em Minas Gerais

Por:   •  26/10/2018  •  Resenha  •  867 Palavras (4 Páginas)  •  82 Visualizações

Página 1 de 4

[pic 1]

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS

CURSO DE GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA

APRECIAÇÃO CRÍTICA

"A formação do professor da Educação Básica entre políticas públicas e pesquisas educacionais: uma experiência no Vale do Jequitinhonha em Minas Gerais"

ADEMILSON SOUZA SOARES

MATHEUS MARCONDES DE ABREU – MATRÍCULA: 201410188111

POÍTICAS PÚBLICAS EM EDUCAÇÃO

PROF. RODOLFO DOS SANTOS FERREIRA

RIO DE JANEIRO

2014


O artigo estudado trabalha com questões referentes à pesquisa acadêmica em torno da educação básica, a Formação de Professores e a necessidade de aproximação entre ensino básico e a Universidade, em termos de pesquisa e produção acadêmica.

Inicialmente, é citada a necessidade do reconhecimento da complexidade da profissão docente, e também do reconhecimento de seu caráter mutável, considerando as variáveis encontradas pelo professor na ativa, tais como questões sociais. Este caráter mutável evidencia a grande necessidade de pesquisas na área da educação, para que os professores em formação possam se manter atualizados às constantes mudanças e evoluções do magistrado. "Os modos de pesquisa, os modos de ensino, os modos de aprendizagem e os modos de avaliação terão necessariamente que ser repensados, reelaborados, reconfigurados e refeitos." (SOARES, 2014)

No artigo, o autor se posiciona em concordância da  necessidade de uma aproximação destes dois setores da educação, listando os diversos benefícios mútuos a serem obtidos a partir desta aproximação. Está claro, também, a opinião de que essa aproximação não deve ser autônoma, conduzida diretamente pelas universidades, mas deve ser uma ação derivada de políticas de órgãos públicos.

O Autor dá como exemplo de aproximação o contato entre alunos da formação de professores com profissionais na ativa, por meio de estágios, que torna possível ao professor em formação ter uma noção da complexidade da educação básica e também dos recursos disponíveis a esses profissionais, resultando na construção de um respeito a eles por parte dos graduandos e pesquisadores. Um dos problemas a serem enfrentados nesse contexto é a perda de autonomia da Universidade, já que o aluno da formação de professores passa a, além de ser educado pela universidade, passa também a receber instrução de terceiros (professores ativos), que podem não compartilhar de suas visões quanto à educação.

O Autor reitera a necessidade da parceria entre as áreas de educação, deixando de lado concorrência e a idéia de autonomia intelectual de cada instituição e visando a construção de uma educação brasileira de mais qualidade, tanto em termos de educação básica quanto quando se trata da formação de novos professores.

O esforço conjunto de pesquisadores de pós-graduação, professores universitários e professores da educação básica  buscando o aperfeiçoamento de pesquisas voltadas à área da educação evidencia um ciclo que deve ser seguido para que haja o alcance de melhorias. Este ciclo pode ser visto como " pesquisa-política-ciência". A pesquisa acadêmica guia as políticas a serem aplicadas na área para que a ciência (prática da educação) seja aprimorada.

Em termos de políticas educacionais, é possível observar o desejo de se alterar a visão atribuída a licenciatura de "apêndice"das áreas específicas. Uma das mais evidentes ações deste caráter é a criação do Conselho Técnico-Científico da Educação Básica, que visa avaliar os cursos de licenciatura de maneira semelhante aos exames da OAB e do Conselho Nacional de Medicina, confirmando assim a identidade própria do profissional educador.

Os estudos  do Projeto Prodocência, mesmo que ainda preliminares e tendo mais como foco principal a própria pesquisa educacional ao invés de seu resultado, têm como objetivo a produção de um inventário da memória da educação brasileira, em termos de práticas de ensino, pesquisa e formação de professores em cada região do Brasil, buscando um maior contato da Universidade com as escolas básicas, valorizando o magistério também em níveis básicos, além de superior.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.1 Kb)   pdf (145.3 Kb)   docx (24.2 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com