TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A análise crítica dessas práticas na escola municipal de educação infantil de Arquimedes Antonio Cardoso

Trabalho acadêmico: A análise crítica dessas práticas na escola municipal de educação infantil de Arquimedes Antonio Cardoso. Pesquise 790.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  3/6/2013  •  Trabalho acadêmico  •  1.184 Palavras (5 Páginas)  •  400 Visualizações

Página 1 de 5

O objetivo de observação desta pesquisa foram 16 alunos do pré-II, sendo um deles especial, tendo somente presente em sala de aula 10 alunos. O questionamento levantado nesta observação é sobre a prática docente na Educação Infantil, e análise crítica da prática observada.

No dia 14/03/12 ás 13h 30min, ao chegar a Escola Municipal de Ensino Infantil Antonio Arquimedes Cardoso, localizada na Vila de Curuçazinho, Rua Principal. Apresentando-me como professora das séries iniciais, e explicando o motivo da minha presença naquele estabelecimento de ensino, o qual já foi mencionado anteriormente. Fazendo uma observação do ambiente escolar, o qual tem vários cartazes colocados nas paredes como; o aniversariante do mês, o ajudante do dia, números de 0 á 10, alfabeto maiúsculo ilustrado, um cartaz com os números do mês colocado a cada dia pelas crianças.

Em seguida passando a observar a prática docente da professora, que esperando todos os alunos chegarem para que pudessem começar a aula, pediu que todos ficassem em pé e fizessem a oração do Pai-Nosso, depois a professora cantou várias musiquinhas pedindo que eles o acompanhassem, mas, somente duas meninas cantaram e fizeram gestos, em seguida a professora pediu que eles escolhessem uma musiquinha para cantarem, eles escolheram a borboletinha e cantaram euforicamente fazendo

todos os gestos, depois a professora apresentou um novo aluno, e pediu que as crianças fizessem um circulo sentados nas cadeirinhas para contar-lhes a historinha do dia, o que chamou-me atenção foi que as meninas ficaram de um lado e os meninos de outro.

Então, ela cantou com as crianças a musiquinha zipe, zipe, zá, minha boquinha vou fechar para ouvir a professora falar. Quando a professora pegou o livro de historinhas, eles levantaram para ver as imagens, mas, a professora pediu que ficassem sentados que depois ela mostraria as imagens da historinha. Em seguida iniciou a leitura, dizendo apenas o titulo: O GATINHO TRAPALHÃO, quando terminou de contar a historia, fez várias perguntas sobre o personagem, o que ele fez e por que.

Observando que no momento do conto nem todas as crianças estavam atentas para ouvi-la. Depois que terminou de ler a história, ela entregou o livro para que as crianças pudessem ver as imagens. A professora continuou a aula desenvolvendo algumas atividades como a linguagem oral e escrita, neste momento a professora colocou em cima das mesas que juntou para que fossem exposto as letras do alfabeto ilustrado com figuras que iniciam as letras, depois pediu que as crianças falassem as letras do alfabeto que estavam em cores diferentes, pois eram as vogais, novamente pediu que as crianças

cantassem a musiquinha das vogais, chamando cada criança para mostrar a primeira letra do seu nome.

Em outro momento ela fez a brincadeira da pata- cega, que amarrando um guardanapo na face das crianças, e pedindo que elas ficassem em silêncio e não falassem o nome da criança que eles tocassem, depois que criança que eles tocada falasse uma palavra, se acertasse seria a próxima a ser a pata-cega, fez isso até que todas participassem somente uma criança errou e pagou prenda, imitando um cachorro Pit Bull.

Hora da linguagem e arte, a professora trouxe pronto escrito no papel xamex o nome de cada criança, pediu a elas que sentassem próximo a mesa e ficassem bem calmos para que elas pudessem colar pedacinhos de E.V.A que trouxe picados de sua casa, em cima da cola que passou nas letras dos seus nomes, foi passando cola em letra após letra, até que todas as crianças cobriram, algumas delas tiveram dificuldade de fazer, especialmente a criança especial que não fala, somente ouve e tem muita dificuldade de relacionar-se com os colegas e não consegue fazer sozinho seus trabalhos, inclusive não participou completamente das atividades.Ficando neste estabelecimento de ensino aproximadamente duas horas.

No decorrer desta observação o relato mais importante e interessante, que me levou analisar a prática docente

desta

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.8 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com