TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

AS DIFERENTES METODOLOGIAS APLICADAS À EDUCAÇÃO ESPECIAL NA PERSPECTIVA INCLUSIVA

Por:   •  15/6/2015  •  Artigo  •  12.832 Palavras (52 Páginas)  •  471 Visualizações

Página 1 de 52

RESUMO

A inclusão é o processo de inserção de pessoas com deficiência no âmbito social. O alicerce para essa integração é a escola, as políticas públicas garantem essa implantação baseada em Leis que lutam pela igualdade e pelo direito à educação para todos. A Lei de Diretrizes e Bases – LDB 9394/96 assegura esse direito às pessoas com necessidades educacionais especiais, exigindo adequação de currículos, métodos, técnicas e recursos para atender as especificidades, porém a realidade de hoje demonstra que as instituições de ensino não estão preparadas e nem estruturadas para receber a nova demanda. Teóricos como Werneck (1999) e Gallo (1999) acreditam que a segregação não auxilia nem os deficientes como também os considerados normais e que a escola deveria através do currículo, valorizar as diferenças e competências de cada indivíduo. Portanto, ao conhecermos as metodologias aplicadas na educação especial na perspectiva inclusiva, concluímos que o professor precisa ser conhecedor da legislação, das normativas, das deficiências para garantir que os aprendizes com deficiência tenham o seu direito de acesso à escola comum. Desse modo, o docente saberá encaminhar as metodologias adequadas a cada caso e, ainda, os caminhos que ele pode utilizar para o exercício se sua função, que é ensinar e aprender ao mesmo tempo. A meta é, que esse educador possa assumir práticas diferenciadas, para que o aluno seja inserido e interaja com o meio do qual está convivendo. É importante ouvir do aluno com deficiência, o que ele considera válido para o seu bom desempenho escolar, pois ele sabe de sua condição e, certamente, suas contribuições serão valiosas para os encaminhamentos metodológicos do professor.

Palavras – chave: Inclusão. Metodologias. Deficiências.

ABSTRACT

The inclusion is the process of integration of disabled persons within society. The Foundation for this integration is the school, public policies ensure this deployment based on laws that are fighting for equality and for the right to education for all. The LDB 9394 / 96 ensures this right for people with special educational needs, requiring adequacy of curricula, methods, techniques and resources to meet the specific features, but the reality of today shows that education institutions are not prepared and not structured to receive the new demand. Theoretical as Werneck (1999) and Gallo (1999) believe that the segregation not helps neither the disabled as well as those considered normal and that the school should through the curriculum, valuing differences and competencies of each individual. Therefore, when we know the methodologies applied in special education in inclusive perspective, we conclude that the teacher needs to be knowledge of law, regulatory, defects as to ensure that trainees with disabilities have the right of access to school. The teacher know forward methodologies appropriate to each case and paths that it can be used to exercise its role, which is teaching and learning at the same time. The goal is that this educator can practices for which the student is entered and interact with the means of which is swordsmans. It is important to hear the student with disabilities, which he considers valid for its proper performance school because he knows your condition and certainly their contributions will be valuable to the forwards methodological educator.

– Key words: Inclusion. Methodologies. Deficiencies.

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO

2. A EDUCAÇÃO ESPECIAL NA PERSPECTIVA INCLUSIVA

3. AS NECESSIDADES EDUCATIVAS DOS ALUNOS NAS

DIFERENTES DEFICIÊNCIAS

3.1 Deficiência Mental

3.2 Deficiência Visual

3.3 Deficiência Auditiva

3.4 Deficiência Física

4. METODOLOGIAS DE ENSINO E SUAS ADEQUAÇÕES À EDUCAÇÃO ESPECIAL: BREVES CONSIDERAÇÕES

5. A FORMAÇÃO DOS PROFESSORES PARA A EDUCAÇÃO INCLUSIVA

6. METODOLOGIA DA PESQUISA

CONSIDERAÇÕES FINAIS

REFERÊNCIAS

1. INTRODUÇÃO

A inclusão de alunos com necessidades educacionais especiais no ensino regular requer uma revisão conceitual da estrutura curricular dos cursos de formação de professores. Este trabalho discute os fundamentos, a política, as possibilidades e os limites da proposta de formação de educadores para o ensino regular, enfatizando o ensino especial. Trata-se de um estudo bibliográfico, pois nos fundamentamos nos discursos de autores que entramos em contato, ao longo deste trabalho. As pesquisas sobre a inclusão escolar, enfatizam a necessidade de reflexão sobre: as concepções, crenças e atitudes diante da diversidade, diferença e multiculturalidade; a qualidade das ofertas educativas e da gestão escolar; e a necessidade de rever os programas de formação inicial e continuada de professores.

Estudar este tema trará profundos conhecimentos ao pesquisador. Ao sistematizá-lo, acreditamos que contribuirá para futuros interessados no assunto, para reflexão da escola, principalmente para os professores que atendem os alunos com necessidades educativas especiais que necessitam de metodologias adequadas às suas limitações.

A pesquisa, também, contribuirá para os professores das salas multifuncionais de recursos, que realizam o trabalho de atendimento educacional especializado e necessitam de metodologias adequadas aos alunos no desenvolvimento das suas práticas, por fim, contribuirá para a academia como fonte de futuras pesquisas.

O tema da pesquisa foi “Educação Inclusiva”, sendo intitulada: “As diferentes metodologias aplicadas à educação especial na perspectiva inclusiva”. A pesquisa teve como norte o seguinte problema: Quais as metodologias que devem ser aplicadas à Educação Especial na perspectiva inclusiva?

Assim, elencamos como objetivo “Conhecer as diferentes

...

Baixar como (para membros premium)  txt (88.5 Kb)   pdf (157.4 Kb)   docx (57.9 Kb)  
Continuar por mais 51 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com