TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Acerca da Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva

Por:   •  28/5/2015  •  Trabalho acadêmico  •  845 Palavras (4 Páginas)  •  145 Visualizações

Página 1 de 4

Para responder a questão: defina o que significa a educação especial na perspectiva da educação inclusiva, recorrerei à fala da Procuradora da República de São Paulo, Eugênia Augusta Gonzaga, que faz uso da Constituição Federal que diz que: “No Brasil há uma constituição de 1988 que garante todas as crianças o acesso à escola obrigatório, fundamental e médio (...)”.

A partir deste ponto, já fica claro que a educação é direito de todos, independente de qualquer aspecto físico ou intelectual. Mas o que é educação especial? Se fossemos analisar ao pé da letra, toda educação é especial, pois ela modifica, seja a criança, o jovem ou adulto, a educação é uma ferramenta de transformação, e da mesma maneira é a inclusão. Educa-se para incluir, somar, para ensinar as pessoas a dividirem, a conviverem, a se sentirem aceitas. Entretanto, infelizmente não é assim que funciona.

Para embasamento das respostas, serão utilizados os textos: “Educação especial na perspectiva da educação inclusiva: desafios da implantação de uma política nacional” de Mônica de Carvalho Magalhães Kassar, “Da Exclusão à Inclusão: Concepções e Práticas” de Maria Odete Emygdio da Silva e o capítulo I “Educação Especial no contexto de uma Educação Inclusiva”, escrito por Rosana Glat e Leila de Macedo Varela Blanco, do livro Educação Inclusiva: Cultura e Cotidiano Escolar, organizado e editado por Rosana Glat e o vídeo “Caminhos da Reportagem - Inclusão escolar, uma equação complexa”.

Diante de estudo dos textos, foi possível observar que o conceito de educação inclusiva surgiu a partir de 1994, com a Declaração de Salamanca. A ideia é que as crianças com necessidades educativas especiais sejam incluídas em escolas de ensino regular, ou seja, a educação inclusiva é a inserção de alunos com necessidades especiais (algum tipo de deficiência) em suas séries normais, pois anteriormente, estas crianças não frequentavam escolas normais, e sim instituições especializadas, ou nem frequentavam lugar algum. A educação inclusiva é a preparação da escola para receber qualquer tipo de aluno, independe de sua necessidade especial.

Em relação à educação especial, depois de muita análise e reflexão, pode-se inferir que a educação especial é um suporte a educação regular, são recursos que a educação regular deve possuir para dar um aparato a mais ao aluno que possui algum tipo de deficiência, ou seja, a educação especial é uma ferramenta a mais para se trabalhar com o aluno.

Desta forma, a educação especial, sob a perspectiva da educação inclusiva, é um auxilio a escola, um conhecimento mais especifico para melhorar a aprendizagem do aluno no contexto regular, sem segregação. Assim, a educação especial ocupa-se do atendimento e da educação de pessoas com deficiência e transtornos globais de desenvolvimento, organizada para atender específica e exclusivamente alunos com determinadas necessidades especiais, mas todo este atendimento acontecendo dentro da escola regular, por exemplo: as salas multifuncionais, o atendimento individualizado em sala de aula.

Em relação aos exemplos, o texto de Mônica de Carvalho Magalhães Kassar, “Educação especial na perspectiva da educação inclusiva: desafios da implantação de uma política nacional” apresenta o caso de Rodrigo, um menino cego, que esta inserido em uma escola regular, que possui materiais para auxiliar na educação regular, a escola possui uma sala multifuncional, desta forma, poderíamos entender

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.8 Kb)   pdf (49.8 Kb)   docx (12.3 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com