TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

As abordagens do processo ensino-aprendizagem e o professor

Por:   •  26/8/2014  •  Resenha  •  383 Palavras (2 Páginas)  •  150 Visualizações

Página 1 de 2

AS ABORDAGENS DO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM E O PROFESSOR

De acordo com o capítulo VI do livro, podemos perceber que, a partir de observações feitas sobre as diferentes abordagens do processo ensino-aprendizagem, consegue-se verificar que determinadas linhas teóricas são mais explicativas sobre alguns perspectivas em relação a outros, percebendo-se assim a possibilidade de articulação das diversas propostas de explicação do fenômeno educacional. Mizukami procura fazer uma sistematização correta de conceitos dos fenômenos estudados. Ainda havendo teorias incompletas por encontrar-se em fase de elaboração ou reelaboração, faltando validação empírica ou confronto com o real. Lembrando ainda que as teorias não são as únicas fontes de resposta prováveis e incorrigíveis.

A autora, critica também a formação de professores assentando que o aprendido pelos professores não tinha a ver com a prática pedagógica e seu posicionamento para com o fenômeno educacional. A vivência pessoal refletiria em um comportamento coerente por parte do educador, pondo fim assim ao estável processo de discussão entre teoria e prática. Mizukami mostra que uma provável solução seria repensar os cursos de formação de professores, voltando as atenções principalmente para as disciplinas pedagógicas que analisam as abordagens do processo ensino-aprendizagem.

Desta forma se discuti também uma maneira de aproximar cada vez mais as alternativas teóricas que já existem. Considerando e discutindo as vivências na prática e à partir desta, se pudesse fazer críticas e discutir as opções teóricas comparando com a mesma prática. Tentando criar teorias por meio das práticas,

avaliando o dia-a-dia e interrogando, evitando-se assim o uso de Receituários pedagógicos, que é o que a autora titula de seguir cegamente a teoria desprezando a prática.

De acordo com alguns dados do capítulo, a abordagem preferida pelos professores é a cognitivista. De maneira que esta abordagem se baseia numa teoria de desenvolvimento em grande parte adequada, e também a abordagem sócio- cultural que complementa o desenvolvimento humano e genético com perspectivas sócio- culturais e personalistas. Sendo que a abordagem sócio- cultural está carregada de aspectos humanistas característicos das primeiras obras de Paulo Freire.

Visto que alguns professores, em suas práticas pedagógicas, não seguem nenhuma dessas abordagens, são então classificados como tendência indefinida dentre as demais abordagens. Outro fato importante na escolha da abordagem seriam as variáveis tais como sexo, idade, anos de experiência no magistério, disciplina ministrada e acesso ou não á cursos de pós- graduação.

.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.7 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com