TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O conteúdo e as metodologias propostas nos atuais programas de educação básica portugueses, em particular, o ensino do conhecimento lingüístico explícito

Por:   •  27/11/2014  •  Trabalho acadêmico  •  2.514 Palavras (11 Páginas)  •  115 Visualizações

Página 1 de 11

1. Introdução

A par das grandes ciências como a matemática e a filosofia, a língua, sempre foi o principal foco de todas civilizações, pois para além de ser vital para os cidadãos comunicarem entre si, tal significava um sinal de hegemonia e riqueza que cada nação possuía.

A Grécia antiga foi sem dúvida o local que serve de inspiração e referência, não apenas por ser considerada o berço da democracia, mas devido a todos aqueles intelectuais que dedicaram as suas vidas ao estudo da linguagem, tendo como principal objetivo formular um padrão orientador, fixando regras para a correta mestria quer da língua quer da escrita.

Apesar de por vezes olharmos para a realidade socioeconómica do nosso país e esquecermos a papel que outrora tivemos, a verdade é que face aos gloriosos feitos dos nosso antecessores, durante a época dos descobrimentos, muitos povos, adotaram a nossa língua como sua, tendo assim o condão de fazer com que a língua portuguesa seja a quinta língua mais falada no mundo (Mateus, 2008, p.3).

O artigo que temos em apreço aborda os conteúdos e metodologias propostos nos atuais programas de português do ensino básico, mais especificamente sobre o ensino do conhecimento explícito da língua. Assim sendo, a escolha deste título, os novos dogmas do ensino da língua, poderá suscitar algumas dúvidas ao leitor, uma vez que as palavras são paradoxais entre si. No entanto, esta escolha de palavras foi metodicamente escolhida uma vez que achamos fulcral referir que os conhecimentos que se visam transmitir aos alunos, se mantiveram na sua essência, contudo, a forma de os transmitir e a sua importância foi sofrendo uma mutação ao longo dos tempos.

Como facilmente se perceberá o ensino está em constante evolução, e como os investigadores procuram sempre a melhor metodologia de ensino de modo a formar alunos melhores. O cerne deste título será portanto a consciência por parte dos docentes de que os alunos não partem do zero. Assim sendo, o objetivo da aula será na sua essência do mesmo só que enquanto anteriormente os docentes ignoravam o conhecimento implícito, hoje em dia os docentes devem partir do pressuposto que os alunos têm esse conhecimento sobre dado tema.

O trabalho que de seguida iremos desenvolver tem como principal objetivo enaltecer o que de bom este artigo nos tem para oferecer mas sempre com o cuidado de deixar a nossa opinião bem patente, de modo a que a mesma abra novos horizontes.

Não deixaremos, no entanto, de apresentar algumas críticas devidamente fundamentadas pois sendo este um tema tão importante é basilar existir uma diversidade de opiniões que tenha como condão a melhoria de qualidade do ensino básico em Portugal.

2. Recensão Crítica do artigo “Notas sobre o conhecimento explícito nos atuais programas de português do ensino básico”

O ser humano desde sempre procurou transmitir conhecimentos, deixando assim o seu legado para gerações subsequentes. Como é óbvio as primeiras formas de transmissão de conhecimento eram básicas, mas com a evolução que foi ocorrendo ao longo dos séculos também foi evoluindo a transmissão do saber.

É desta forma que hoje em dia, temos um modelo específico de ensino, aplicado no nosso país, que tenta com que os alunos aprendam estruturalmente o conhecimento, que lhes permitiram ir subindo patamares no sua formação académica.

O artigo que temos como base abordar os conteúdos e metodologias propostos pelo novo programa de português, especificamente no que reporta ao conhecimento explícito que corresponde ao 1º e 2ºciclos do ensino básico. Assim sendo, iremos sintetizar as ideias chave realizando uma crítica construtiva e de enaltecer as suas virtudes.

Para tema da nossa recensão, enquanto alunas de mestrado, escolhemos adotar o tema “os novos dogmas do ensino da língua”, uma vez que este artigo aborda uma renovação no programa do ensino básico, nomeadamente a metodologia que propõem.

No entanto, como tivemos a possibilidade de verificar as ideias chave permanecem inalteradas, ou seja, apesar de os conteúdos apresentarem novas terminologias e estarem formulados de uma forma que hoje em dia, é entendida como a melhor, a verdade é que o que se pretende ensinar aos alunos não sofreu alteração de um ano para o outro, e como será natural, nada nos diz que um dia não termos um novo programa para o ensino básico que seja considerado mais adequado.

Assim sendo, parece-nos encaixar perfeitamente este título pois com o passar do tempo, com a evolução social e os estudos desenvolvidos na área da educação aparecerá sem dúvida novos programas, que adotam outras formas metodológicas, peso embora o conhecimento que se pretende transmitir ao aluno ficará de

...

Baixar como (para membros premium)  txt (18.2 Kb)  
Continuar por mais 10 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com