TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Análise Institucional De Lapassade E A Relação Com O Filme "Tempos Modernos":

Por:   •  10/1/2015  •  615 Palavras (3 Páginas)  •  1.581 Visualizações

Página 1 de 3

A análise institucional de Lapassade e a relação com o filme “Tempos Modernos”:

Alienação do trabalhador

O filme retrata tópicos importantes que são abordados pela diversidade de teorias e práticas da psicologia institucional, em especial, retrataremos sobre a alienação do trabalhador. O intuito deste texto, não é apenas mencionar as cenas do filme relacionadas ao tema alienação, mas associar a teoria de Georges Lapassade (o contexto teórico ministrado na disciplina de Psicologia Institucional), instigando uma agregação de estudo.

O filme “Tempos Modernos” focaliza a vida urbana nos Estados Unidos nos anos 30, imediatamente após a crise de 1929, quando a depressão atingiu toda sociedade norte-americana, levando grande parte da população ao desemprego e à fome.

A figura central do filme é Carlitos, o personagem clássico de Chaplin, que ao conseguir emprego numa grande indústria, transforma-se em líder grevista conhecendo uma jovem, por quem se apaixona. O filme focaliza a vida na sociedade industrial caracterizada pela produção com base no sistema de linha de montagem e especialização do trabalho. Retrata a realidade vivenciada pelos trabalhadores na época da revolução industrial; o automatismo na execução dos trabalhos diários, demonstrando uma forma mecanizada e repetitiva. O filme critica profundamente a Sociedade Industrial, seu ritmo frenético, a falta de qualidade de vida e seus propósitos irracionais, o que desencadeia a alienação no individuo, visto que este perde a sua subjetividade, integra-se em uma rotina sistemática e cíclica.

Para Lapassade (1989), a análise institucional estaria disposta a revelar os dispositivos, as manobras de exercício de poder que o Estado utiliza-se para alienar a sociedade. Acontece que a prática repetitiva referida a uma determinada lei a um conjunto de regras aliena os sujeitos nela envolvidos. Algumas estratégias alienantes utilizadas pela Instituição seriam, por exemplo, as repressões. O filme perpassa cenas do esforço humano em trabalhar como um relógio, dentro de um sistema de repetição mecanizada, contínua e cronometrada, resultado da busca de aperfeiçoamento pela implantação da linha de montagem, visando unicamente à produção e o lucro. No sentido de garantir o emprego, os trabalhadores são submetidos às exigências das fábricas e se assemelham as máquinas no decorrer da labuta diária.

O momento claro desta circunstância é quando o personagem Carlitos (Charles Chaplin) chega ao chão de fabrica, aparentemente transtornado, perde a razão de tal forma que fica querendo apertar tudo que se assemelha a parafusos, como os botões do vestido de uma senhora. Entendo que o que Chaplin aborda aqui é fundamentalmente a alienação do ser humano no mundo. Basta assistir ao filme todo e será possível deslocar seu tema da tecnologia

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.1 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com