TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A elaboração de relatos de atendimento em psicodiagnóstico interventivo: sua importância na formação do aluno e estagiário in ANCONA-LOPEZ, S.Psicodiagnóstico interve

Por:   •  13/8/2019  •  Resenha  •  445 Palavras (2 Páginas)  •  40 Visualizações

Página 1 de 2

O texto relata a respeito dos documentos escritos pelos psicólogos, e é narrado com enfoque principalmente nos que teremos contato atuando no contexto da clínica escola no estágio de Psicodiagnóstico Interventivo, que podem ser relatórios, prontuários, pareceres, registros documentais, laudos, entre outros. Com a resolução do CFP 07/2003, juntamente com o Manual de Elaboração de Documentos do CFP foram normatizadas as especificações na confecção de laudos e a adoção de procedimentos necessários também para estes.

Fala-se também da resolução 01/2009 que teve como principal enfoque a distinção de prontuário e registro documental, a especificidade de seu conteúdo, e quanto ao prontuário, a condição de ser permitido o acesso ao cliente se solicitado por este, e a clareza e objetividade nas informações contidas, que seja de fácil compreensão para aquele que o lê.

É ressaltada também a importância da supervisão, tanto na elaboração dos documentos acima citados, como na compreensão do aluno-estagiário com a questão trazida pelo cliente , e foi citado percepções com o primeiro contato dos alunos-estagiários com as crianças, a hora do jogo e uso de testes.

Outro pondo destacado, é sobre a relevância do exercício da reflexão, discussão e aprendizados entre a tríade supervisor, aluno e cliente, com uma relação harmônica e de apropriação do contexto levantado. Foram citados exemplos que ilustram bem as situações descritas, e também em relação aoos documentos citados.

O texto relata a respeito dos documentos escritos pelos psicólogos, e é narrado com enfoque principalmente nos que teremos contato atuando no contexto da clínica escola no estágio de Psicodiagnóstico Interventivo, que podem ser relatórios, prontuários, pareceres, registros documentais, laudos, entre outros. Com a resolução do CFP 07/2003, juntamente com o Manual de Elaboração de Documentos do CFP foram normatizadas as especificações na confecção de laudos e a adoção de procedimentos necessários também para estes.

Fala-se também da resolução 01/2009 que teve como principal enfoque a distinção de prontuário e registro documental, a especificidade de seu conteúdo, e quanto ao prontuário, a condição de ser permitido o acesso ao cliente se solicitado por este, e a clareza e objetividade nas informações contidas, que seja de fácil compreensão para aquele que o lê.

É ressaltada também a importância da supervisão, tanto na elaboração dos documentos acima citados, como na compreensão do aluno-estagiário com a questão trazida pelo cliente , e foi citado percepções com o primeiro contato dos alunos-estagiários com as crianças, a hora do jogo e uso de testes.

Outro pondo destacado, é sobre a relevância do exercício da reflexão, discussão e aprendizados entre a tríade supervisor, aluno e cliente, com uma relação harmônica e de apropriação

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3 Kb)   pdf (28 Kb)   docx (7.2 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com