TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Casa de apoio (GACC): estudo sobre a sua importância na assistência às crianças com câncer

Dissertação: Casa de apoio (GACC): estudo sobre a sua importância na assistência às crianças com câncer. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  24/9/2012  •  Dissertação  •  7.040 Palavras (29 Páginas)  •  1.256 Visualizações

Página 1 de 29

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE

CURSO DE PSICOLOGIA

Suellen Santana Torres

Suzanna Oliveira

Edenice Macedo

Francisco Erick

Casa de apoio (GACC): estudo sobre a sua importância na assistência às crianças com câncer

MANAUS-AM

2009

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE-UNINORTE

CURSO DE PSICOLOGIA

Casa de apoio (GACC): O estudo sobre a sua importância na assistência às crianças com câncer

Projeto de Pesquisa elaborado pelos acadêmicos Suellen Torres, Suzanna Oliveira, Edenice Macedo e Francisco Erick, sob orientação da Profa. MSc. Katiuscia Araújo de Farias e apresentado ao Curso de Psicologia, como Trabalho mensal do Curso de Psicologia, no Centro Universitário do Norte.

MANAUS-AM

2009

1. INTRODUÇÃO

Câncer é o nome dado às doenças que têm em comum o crescimento desordenado (maligno) de células que invadem os tecidos e órgãos, podendo espalhar-se (metástase) para outras regiões do corpo.

O câncer da criança geralmente afeta as células do sistema sangüíneo e os tecidos de sustentação.

Entre os cânceres mais comuns em meninos, ou meninas estão às leucemias, os linfomas e os tumores do sistema nervoso central. Nas crianças, se compararmos com os adultos, a doença apresenta uma evolução mais rápida e na maioria dos casos, uma localização mais profunda no organismo.

Nestes casos, o tratamento é complexo, envolvendo os aspectos sociais, biológicos e emocionais da criança. Assim, existem diversas instituições responsáveis por atender, assistir e apoiar essa clientela, tais como Centros de Referencias, Hospitais e Casas de apoio.

Enfatizando o GACC (grupo de apoio a criança com câncer), destaca-se essa casa de apoio, pois assim como a maioria, não tem fins lucrativos nem distinção de raça, cor, condição social, vinculação política ou religiosa. A instituição tem o objetivo de atender crianças com câncer e seus familiares, a maioria é de baixa renda e vem principalmente dos interiores do Estado do Amazonas, Pará e de outros capitais como Boa Vista. Os abrigados ficam o tempo que e determinado pelo médico. Após a avaliação a estadia pode tornar-se até por tempo indeterminado, dependendo da gravidade da doença. Nesse aparato somente o paciente e um acompanhante geralmente do sexo feminino e que receberam esse apoio.

Portanto, o presente projeto de pesquisa visa descrever a contribuição do GACC na recuperação dessas crianças. Está dividido em etapas: introdução para fazer uma sinopse do assunto pesquisado, a justificativa para os dados da doença e casas de apoio no Brasil, o problema que ainda persiste com um índice de mortes. Os objetivos do trabalho, o referencial teórico que dar concretude para explanar a pesquisa e finalmente o referencial bibliográfico.

2. JUSTIFICATIVA

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA, 2008. Disponível em: <http://www.inca.gov.br/conteudo_view.asp?id=343> Acesso em: 25/04/2009) são estimado mais de 9000 casos de câncer infanto-juvenil, no Brasil, por ano. O câncer já representa a segunda causa de mortalidade proporcional entre crianças e adolescentes de 1 a 19 anos, para todas as regiões. Como a primeira causa são aquelas relacionadas a acidentes e à violência, pode-se dizer que o câncer é a primeira causa de morte por doença, após um ano de idade, até o final da adolescência. Dessa forma, reverte-se de importância fundamental para o controle dessa situação e o alcance de melhores resultados.

A existência de casas de apoio a esses enfermos é de fundamental importância na recuperação dos mesmos. Segundo Valle (1997), o período de tratamento dessas crianças, quando ainda não ocorrem complicações, passa a constitui-se, dos retornos da radioterapia, ou quimioterapia, cujos ciclos podem variar de horas a vários dias. Quando ainda não existia a casa de apoio, as crianças oriundas de outras cidades localidades retornavam a sua cidade, de ônibus ambulância, condução própria, ou ficavam em casa de parentes ou amigos. O GACC aliviou bastante essa realidade, pois oferece um ambiente de um verdadeiro lar, sem que os beneficiados precisem de se preocupar com encargos financeiros. Lá existe uma administradora que trabalha em tempo parcial e orienta a mãe em sua hospedagem.

É de fundamental importância enfatizar que o GACC é uma sociedade civil sem fins lucrativos, com tempo indeterminado de duração e personalidade distinta dos sócios que a compõem, sem qualquer vinculação política, religiosa ou de distinção de raça, cor ou condição social. E se sustenta exclusivamente através de doações de pessoas físicas e jurídicas, projetos (Rancho-Padrinho, Sócio-Contribuinte, Troco Solidário, etc.), de eventos e do trabalho voluntário de várias pessoas determinadas a transformar lagrimas em sorrisos (GACC-AM, 2009. Disponível em: <http://www.gaccamazonas.org/> Acesso em: 22/04/209).

São vários motivos que levam o aluno a optar por esse tema, pois não é difícil encontrar admiradores da força, coragem, e perseverança, não só não só dessas crianças, mas também de todos os contribuintes, tanto de forma direta, quanto indireta para a continuação e êxito dessas entidades. Apesar de viver em um país capitalista, porém existem pessoas quem trabalham sem obter lucro. Para Giorgi (1978), o pesquisador engajado tem condições de captar de forma mais completa o envolvimento do homem com o mundo, sem dúvida ajudará na melhor compreensão da situação em estudo.

Não se entende, porque o governo cobra tantos impostos, e não é suficiente para suprir as necessidades

...

Baixar como (para membros premium)  txt (42.9 Kb)  
Continuar por mais 28 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com