TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Didatica Aprender E Ensinar

Por:   •  31/3/2013  •  1.188 Palavras (5 Páginas)  •  1.113 Visualizações

Página 1 de 5

O ENSINO E A DIDÁTICA

Podemos começar definindo o termo Didática de uma forma bem simples: Didática é a ciência que estuda o processo de ensino-aprendizagem. Segundo o Dicionário Aurélio: Didática é a técnica de dirigir e orientar o processo de ensino-aprendizagem.

A Didática durante certo tempo tinha o ensino como seu objeto de estudo, mas os teóricos ao longo do tempo perceberam através da práxis, que não se poderia estudar só o processo de ensino sem levar em consideração a aprendizagem, pois só se pode dizer que há ensino se houve aprendizagem, uma coisa inexiste sem a outra e vice-versa.

Passando de uma conceituação de Didática de Comenius como um “artifício universal que permite ensinar tudo a todos”, que data do séc. XVII e que ainda nos marca pelo seu formalismo, o movimento de tentativa da reestruturação da didática, procura-se hoje uma Didática situada historicamente, voltada à nossa realidade escolar, mas indo além dela, através de uma teorização pedagógica que se constrói num movimento constante da prática para a prática.

A ação, o processo de ensinar é, sobretudo uma intenção, pretende-se ajudar alguém a aprender. A educação intencional é de alguma forma uma ação sistematizada, organizada para um determinado fim. Ao lado desta ação intencional existem outros fatos e acontecimentos que se dão de forma aleatória e muitas vezes incontrolável, fruto da vivência de cada um e de sua imersão na sociedade.

No aspecto formal a didática é organizada, planejada, deliberada, escolarizada em etapas e subdivididas conforme as características aos produtos do ensino. O ideal da didática sempre foi que o ensino produzisse que este, com aprendizado, se tornem diferente, um melhor mais capaz e sábio.

Dessa forma os processos de ensino estão ligados à educação, e o ensino educativo permanece como referencial da didática. É comum associar o conceito de ensino a ideia de instrução, que muitas vezes diz a transmissão ao saber, mas também indica aquisição de algum conteúdo cognitivo, instrução moral e cívica, formação de atitudes e valores como hábito e habilidades.

Tudo faz parte do processo educacional como ensino aprendizagem, procurando associar a tentativa de instrução com a apreensão de determinado conhecimento, a aprendizagem. Neste contexto é que aparece a didática, fazendo a ligação do ensino com a aprendizagem, ligando a teoria à pratica, tornando esse processo possível.

É necessário articular a teoria e a prática, através de uma interação constante entre os principais teóricos e a realidade da prática escolar num movimento dialético que permite a própria reconstrução da teoria e novas formas de conhecimento da prática.

Basicamente temos “o que” ensinar e a Didática é “o como” ensinar. Ela é as ações, os meios e condições para que se tenha o completo processo de ensino-aprendizagem.

A Didática era vista como um estudo de métodos e técnicas enfocados sob uma perspectiva de neutralidade, faltando uma discussão sobre seus pressupostos filosóficos e sua vinculação a uma dada realidade, levando em consideração os problemas concretos enfrentados pelo professor na sua prática cotidiana.

A didática não é, social e politicamente, neutra. Não o é quando ensina ou não determinados conteúdos, e não o é quando incentiva, ou se recusa a incentivar, o processo de construção do conhecimento (e das aptidões intelectuais) das crianças, adolescentes e adultos, tornando-os capaz de pensar, julgar e atuar socialmente. Hoje, acentua-se que o preparo de uma cidadania esclarecida exige a construção do senso de responsabilidade e solidariedade, mas está baseado no respeito ao aluno (CASTRO, 2001, p. 25).

Concebe-se o ensino como um ato não neutro onde estão envolvidas opções e visões de mundo bem determinadas. Reconhecemos que esses valores e opções orientam a escolha de métodos, conteúdos e formas de avaliação. Busca-se a formação do indivíduo como um todo, ou seja, a formação da personalidade integral do ser humano.

Assim o ensinar é transformar, incentivar, instigar, provocar, talvez, desafiar, e a didática

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com