TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O Subjetividade

Por:   •  27/11/2017  •  Resenha  •  398 Palavras (2 Páginas)  •  9 Visualizações

Página 1 de 2

O mistério do quadro (Subjetividade)

Uma das coisas que mais gosto é admirar uma bela obra de arte, por isso não podia deixar de ir na grande exposição do Van Gogh que teria em minha cidade naquele sábado, considero suas obras muito boas e nada melhor que um pouco de cultura.

Após passar por várias de suas obras me deparei com uma em particular que me chamou atenção, tinha por título “Terraço do café à noite.” O quadro trazia uma representação noturna e tinha suas cores frias, com exceção do amarelo vibrante da casa.

Essa imagem me causou muita alegria e sentimento de paz pois me recordava dos domingos com minha família, no qual após a missa, passávamos no café/lanchonete que tinha ali perto, e la comíamos e conversávamos por um bom tempo. Enquanto viajava em minhas recordações diante daquele quadro, uma senhora parou ao meu lado, olhou para a obra e disse: - Esse quadro me dá arrepios e repulsa.

Eu fiquei muito intrigado, como um quadro que causava tamanha alegria em mim, poderia causar um sentimento negativo em uma outra pessoa. Então perguntei a ela o motivo de tanta tristeza. Ela pensou um pouco, olhou para mim e contou que quando era ainda uma adolescente foi obrigada a trabalhar em café durante a noite pois seus pais não tinham condições suficientes para o sustento da família, além de chegar muito cansada em casa, ela sofreu vários assédios naquele café e assim que pode, saiu dela.

A realidade daquela senhora não era a mesma que a minha, isso ficou bem claro. A forma que vejo, que sinto as coisas é única e ninguém vai ver ou sentir exatamente igual como eu. O que é interno e íntimo é particular de cada pessoa e até a forma que me relaciono comigo mesma e com os outros, é única.

Eu sou única, aquela senhora é única e são nossas experiências subjetivas, que nos caracterizam como pessoas singulares em meio a um grupo de pessoas. Pode ser que aquele sentimento de dor após ver a obra do Van, mude com a superação daquela situação pois nossa subjetividade pode ser modificada.

Bom, eu até tinha escutado falar dessa famosa subjetividade do homem e até assistir alguns vídeos no Youtube para entender mas foi naquela exposição do Van Gogh que eu realmente entendi o homem singular e único que somos. Obrigada senhora que esqueci de perguntar o nome.  

 

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.3 Kb)   pdf (38.8 Kb)   docx (10.7 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com