TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

RESENHA CRÍTICA FILME PARASITA

Por:   •  20/3/2020  •  Trabalho acadêmico  •  432 Palavras (2 Páginas)  •  3 Visualizações

Página 1 de 2

                                             UNIVERSIDADE PAULISTA

                                               Campus São José do Rio Preto

Barbara Guidoni dos Santos F093573

RESENHA CRÍTICA

FILME PARASITA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

2019

Barbara Guidoni dos Santos F093573

 

 

 

 

 

RESENHA CRÍTICA

 FILME PARASITA

 

 

 

 

 

Trabalho apresentado à disciplina de Psicologia Social

 

Orientadora: Prof.ª Jesselyn Tashima

 

 

 

 

 

 

 

 

  SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

2019

RESENHA

 "Parasita" é um filme sul-coreano, dirigido por Bong Joon Ho, lançado em 2019. Essa trama vem fazendo grande sucesso por trazer em si, uma crítica social implícita em uma sucessão de acontecimentos envolvendo duas famílias de realidades completamente opostas. O filme nos apresenta com clareza os "dois lados da moeda". De um lado, temos uma família extremamente pobre e marginalizada, vivendo em um porão, em meio à sujeira e à miséria, lutando todos os dias pela sobrevivência. De outro lado, temos uma família rica, vivendo em uma mansão luxuosa, se encontrando em posição vantajosa, e dotada de privilégios dos quais não exigiram grandes esforços para serem conquistados. As duas famílias são muito divergentes, pode-se dizer até opostas, porém, é importante ressaltar que ambas, possuem a mesma constituição: um pai, uma mãe e dois filhos. Com certeza isso não se mostra por acaso. A intenção principal é a de ressaltar a grande diferença de vida de duas famílias iguais em constituição, porém que se encontram em diferentes posições sociais, o que faz com que sejam pessoas diferentes. Em uma sociedade de injustiças e privilégios, notamos o surgimento de uma luta de classes, a qual será movida, justamente pela vontade do empregado de se tornar patrão. E com isso temos a relação parasitária, onde a família Kim, que se encontra abaixo da linha da pobreza, se torna uma espécie de sanguessuga, se infiltrando, membro por membro, na casa e na vida da família Park, que por sua vez, é dotada de privilégios. O filme nos traz uma sátira social envolvendo o capitalismo e a desigualdade de classes, o que, durante o decorrer do filme, nos fará perceber que, entre os personagens dessa trama, não existe bom ou mau, mas existe um sistema. O sistema capitalista é o grande parasita da história, as pessoas são apenas as vítimas.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.6 Kb)   pdf (79.1 Kb)   docx (10.8 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com