TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Relatório: Cowspiracy: O Segredo da Sustentabilidade

Por:   •  22/3/2020  •  Relatório de pesquisa  •  853 Palavras (4 Páginas)  •  25 Visualizações

Página 1 de 4

Relatório: Cowspiracy: O Segredo da

Sustentabilidade

Cowspiracy: O Segredo da Sustentabilidade é um documentário onde é revelada a verdade sobre a indústria que mais tem poluído o planeta nos últimos anos: a agropecuária. O documentário mostra que não existe mais nenhuma indústria que prejudique tanto o planeta como o consumo de carne. É o maior responsável pelo desmatamento, consumo e poluição de água, é responsável por mais gases de efeito estufa do que o setor de transporte, além disso é o principal motor da destruição da floresta, extinção de espécies, perda de habitat, erosão dos solos e praticamente todos os outros prejuízos ambientais.

O diretor Kip Andersen faz alguns comentários bem chocantes no decorrer do documentário, ele comenta sobre o documentário que ampliou seu campo de visão, citando ‘’uma verdade inconveniente’’. Ele comenta que ficou curioso com o tema e foi essa curiosidade que deu início ao documentário. Uma das partes mais chocantes do documentário é quando Kip Andersen comenta: "Eu descobri que um hambúrguer de 114 gramas requer quase 2,5 mil litros de água para ser produzido. Eu tenho tomado banhos curtos para economizar água e descubro que comer apenas um hambúrguer é equivalente a dois meses inteiros de banho"

No decorrer do documentário, acompanhamos uma busca por uma solução para os problemas ambientais e o caminho para a sustentabilidade, também conseguimos perceber no decorrer do documentário o medo em citar o tema. É de longe um documentário bastante polêmico, porém deve ser visto por todos como uma forma de conscientização, o principal intuito do documentário é mostrar para nós a restrição e a fuga em cima do tema em questão.

No decorrer do documentário Kip tenta entrar em contato com as instituições, mas são resistentes. E sempre buscam meios de ‘’desconversar’’. O documentário em si é um choque de realidade, nos faz refletir e querer falar mais sobre o tema, faz com que venhamos querer defender a causa. A mensagem que o documentário transmitiu a mim, é que não se trata apenas de mudar nossos hábitos alimentares, trata-se de algo maior, do futuro do nosso planeta. O documentário nos motiva a agir, a querer colocar em prática essas mudanças. Chega a ser assustador o tamanho da nossa ignorância, nós jovens sem mera consciência do agravamento disso. O sentimento de poder fazer algo, de saber que nossa geração pode ser lembrada como a daqueles que mudaram e fizeram algo pelo planeta, e não a daqueles que só assistiram ao documentário e ignoraram a mensagem que lhe foram transmitidas.

Chega a ser assustador, nunca imaginei que a necessidade básica do ser humano fosse ocasionar tantos malefícios ao nosso planeta ao ponto de virar um colapso. Eu jamais vi uma cobertura falando sobre tal assunto, é lamentável que esse tema tão importante não seja discutido em nenhum meio de comunicação ou até mesmo dentro das salas de aulas.

Outro ponto que julguei interessante deste documentário são as entrevistas que ele faz, os indivíduos estão acostumados com as mesmas perguntas para as mesmas respostas, mas quando entra de fato em debate o tema do documentário, fica evidente que sabem que o problema é real, mas param e pensam em uma desculpa! Todos estamos acostumados a associar a poluição apenas a gases de automóveis

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.4 Kb)   pdf (40.1 Kb)   docx (9.1 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com