TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

UNI - Psicologia Geral Experimental - Observacao SNIFF

Por:   •  11/10/2016  •  Trabalho acadêmico  •  1.179 Palavras (5 Páginas)  •  652 Visualizações

Página 1 de 5

UNIP - UNIVERSIDADE PAULISTA

Instituto de Ciências Humanas

Curso de Psicologia

   Turma: 03/PS3- P/Q17

ÂNGELO SIMÕES DA SILVA RA: C20BHD-6

CARLOS EDUARDO L. NASCIMENTO RA: B886HD-1

FELIPE AUGUSTO DE ALMEIDA RA: C13249-7

ISABELLA DE OLIVEIRA MORAIS  RA : C18004-1

RELATORIO DE OBSERVAÇÃO PSICOLOGIA GERAL EXPERIMENTAL

SOROCABA

2015[pic 1]

UNIP - UNIVERSIDADE PAULISTA

Instituto de Ciências Humanas

Curso de Psicologia

ÂNGELO SIMÕES DA SILVA RA: C20BHD-6

CARLOS EDUARDO L. NASCIMENTO RA: B886HD-1

FELIPE AUGUSTO DE ALMEIDA RA: C13249-7

ISABELLA DE OLIVEIRA MORAIS  RA : C18004-1

RELATORIO DE OBSERVAÇÃO PSICOLOGIA GERAL EXPERIMENTAL

Trabalho apresentado para a disciplina de Psicologia Geral-Experimental como requisito para avaliação Bimestral, sob orientação do Profº Filipe Vasconcelos

SOROCABA

2015[pic 2]

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO..........................................................................................3

DESENVOLVIMENTO..............................................................................4

CONCLUSÃO ..........................................................................................9

REFERÊNCIAS.......................................................................................10


[pic 3]

1. INTRODUÇÃO

Este relatório tem por finalidade apresentar os resultados dos experimentos feitos com o programa Sniffy Pro 2.0 para Windows, realizados em laboratório de informática dentro da disciplina de Psicologia Geral e Experimental, cuja finalidade consiste em estudar os conceitos aprendidos em aula acerca do Condicionamento Clássico (behaviorismo) ou Pavloviano. Para tanto, o uso do programa e dos exercícios realizados com o rato virtual servem de base para que aprofundemos o conhecimento teórico visto durante o bimestre em sala de aula, já que o comportamento do rato se assemelha a padrões comportamentais humanos observados em experimentos controlados.

Podemos, então, estudar de maneira experimental o processo de aprendizagem de reflexos condicionados e comportamentos novos através de emparelhamento de estímulos com os exercícios realizados nessa simulação.

2. DESENVOLVIMENTO

O experimento de condicionamento operante foi realizado no laboratório de informática com o rato virtual (Sniffy) através da utilização do software Sniffy PRO. Neste software havia uma representação da caixa operante que simulava a estrutura da Caixa de Skinner, composta por uma barra para o rato pressionar, um conduto por onde o rato podia beber água.

Foi utilizado um cronômetro no celular do grupo para observar a frequência de execução das respostas emitidas pelo rato.

Na primeira sessão foram observados e registrados os comportamentos emitidos pelo rato virtual em Nível Operante. Logo houve a emissão de comportamentos indiscriminados pelo rato virtual. Em seguida foi determinado um dos integrantes do grupo para observar e relatar os comportamentos realizados pelo rato, para que outra pessoa do grupo pudesse anotar as informações numa folha de registro, juntamente com um terceiro escolhido que passou a cronometrar por minuto. A sessão foi de 15 minutos; foram considerados pelo grupo os comportamentos de farejar, limpar-se, levantar, pressionar a barra e beber água, através de anotações feitas nas folhas de registro.

Os gráficos a seguir exemplificam a frequência dos comportamentos observados. [pic 4]

Gráfico 1 – Frequência acumulada das respostas de pressão à barra.

A pressão à barra ocorreu com menor frequência devida o fato de ela ser inicialmente estimulo neutro, pois não elicia nenhuma resposta antes do pareamento do estimulo incondicionado (comida) com o som de pressão a barra (estimulo neutro).

[pic 5]

Gráfico 2 – Frequência acumulada de respostas de farejar.

É possível identificar que a resposta de farejar ocorre com maior frequência devido a fatores filogenéticos como, por exemplo, procurar alimento e se afastar de possíveis predadores.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (8.6 Kb)   pdf (186.2 Kb)   docx (68.6 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com