TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ESTRESSE

Por:   •  29/1/2013  •  952 Palavras (4 Páginas)  •  600 Visualizações

Página 1 de 4

O estresse

A palavra "estresse" vem do inglês stress que significa força, pressão, tensão.

Cientificamente, representa o conjunto de reações do organismo em resposta a determinadas agressões. Entre os agentes agressores (estressantes), podemos citar: esforços físicos intensos, calor e frio exagerados, emoções fortes, medo, preocupações, traumas, choques.

Quando um indivíduo começa a sofrer muita pressão no dia-a-dia,ocorre uma queda de produção no trabalho, mal estar físico e muitos outros fatores nocivos.

Existe alguns tipos de estresse, como por exemplo: O físico, o de trabalho, o de envelhecimento e o psicológico.

Este último é aquele que não ataca o físico, mas sim as emoções, ações e sentimentos. Eles são percebidos como sensações físicas, sentimentos e pensamentos e se expressam nas atitudes reativas (emocionais) ou assertivas.

Os efeitos psicológicos provocados pelo estresse podem ser interpretados pela mente de duas formas: diante do desconforto provocado pelo medo, assumindo atitude de fuga ou desistência. É comum que se atribua culpa aos outros, negando assumir para si mesmo a responsabilidade pela superação da pressão do estresse. O resultado desta escolha é a desmotivação e a desistência. A outra atitude é aceitá-lo como um desafio a ser superado. Ao vê-lo como uma oportunidade para o crescimento e desenvolvimento, isto funciona como fator motivacional que mobiliza o indivíduo a ação pró-ativa.

Onde a pressão e o estresse é excessivo, mas que deixam de existir logo após a sua ocorrência, é comum não perceber que a ação agressiva deixou de existir e continuar reagindo como se ela ainda estivesse acontecendo. Isso acontece por ficar preso emocionalmente ao ocorrido e assim permanecer como se tudo ainda estivesse acontecendo. Para se livrar desse estado mental , a mente inconsciente cria estratégias e atitudes visando eliminar o agente causador do desconforto. O que não consegue perceber é que tanto a pressão, quanto o desconforto, são partes inerentes do sistema e não podem ser eliminados.

Diante desta incapacidade de evitar o efeito desta pressão, o indivíduo começa a se sentir incapaz, crítico e passa a julgar a si mesmo como incompetente, além de interferir na sua autoestima, o leva a perda da eficácia e a desmotivação, o que o conduz à autopunição.

Para superar os estresse um aspecto importante a ser desenvolvido é a autoconsciência, que permitirá ao indivíduo perceber o seu limite de tolerância à pressão e ao estresse e decidir-se por encará-lo como um desafio a ser superado ou uma ameaça. Estas decisões, quando trazidas à consciência,possibilitam.

Efeitos psicológicos do estresse

1 - Ansiedade generalizada

Todas as pessoas têm momentos de ansiedade em alguns momentos do seu dia. Esta é uma resposta normal a uma situação de estresse. Funciona como um sistema de alarme para ajudar o indivíduo a concentrar-se na causa e elaborá-la. A ansiedade torna-se um problema quando fica intensa, persistente e assume existência própria interferindo no trabalho e na vida pessoal.

Muitas pessoas sofrem de ansiedade generalizada, ou seja, uma ansiedade que não se dá em momentos específicos, mas é constante. Os sintomas em geral incluem preocupação, dificuldade de concentração e inquietação. As sensações físicas incluem aceleração cardíaca, tontura, dor de cabeça, formigamento, suor nas mãos e pés e dores musculares nos ombros, costas e pescoço.

2 - Preocupação

. Preocupar-se é positivo quando ajuda a resolver problemas reais. É nociva quando desperdiça energia inutilmente.

3 - Raiva

A raiva é e pode provocar doenças de nível físico e mental. A raiva causa uma constante atividade em excesso do sistema nervoso e cardiovascular.

O estresse corresponde a uma relação entre o indivíduo e o meio. Trata-se portanto, de uma agressão e reação, de uma interação entre a agressão e a resposta, como propôs o médico canadense Hans Selye, o criador da moderna conceituação de estresse.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.6 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com