TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O Projeto de Intervenção

Por:   •  20/5/2020  •  Trabalho acadêmico  •  2.572 Palavras (11 Páginas)  •  17 Visualizações

Página 1 de 11

Universidade Anhanguera – UNIDERP

CURSO DE SERVIÇO SOCIAL

Projeto de Intervenção

Liliana Barbosa

Osasco -SP

2020

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO.......................................................................................................

2. PROJETO .............................................................................................................

3. CONSIDERAÇÕES FINAIS...................................................................................

4. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS......................................................................

INTRODUÇÃO 

Este projeto apresenta dados sobre questões sociais da cidade de Cariri, interior do Mato Grosso, objetivo é realizar um trabalho multidisciplinar, em conjunto com a secretaria de assistência social, destinado á  mulheres que apresentam as seguintes características, violência domestica,

O projeto de apoio a e amparo ás mulheres em situação de violência doméstica, fortalecer e conscientizar sobre  seus direitos e deveres perante a sociedade como cidadãs de fato. Na contemporaneidade, se valer o uso da Lei 11.340/06, lei “Maria da Penha “fazendo então, com que sintam-se mais seguras, resgatando a cidadania sua cidadania.

  1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO:

1.1  Título do projeto:

 Amparo as mulheres em situação de violência doméstica

1.2  Nome da entidade:

Secretaria de Assistência Social

 Associação de Mulheres da Cidade de Cariri

1.3 Autor do projeto:  

Liliana Barbosa

  1. JUSTIFICATIVA:

Com a problemática encontrada na cidade de Cariri, a cidade é a maior índice de violência domestica no âmbito Nacional, , por meio do mapeamento realizado,  vê a necessidade de  se desenvolver um projeto para renovar e trazer mudanças na cidade; mostrando para a equipe da secretaria de assistência social que com uma estrutura bem elaborada será possível uma diminuição da demanda de violência domestica ;  por meio deste incentivo , e com  o respaldo de profissionais que se farão valer o direito.

Com base nas informações colhidas nota-se um alto índice de violência doméstica na cidade, por mulheres que não denunciam, por uma questão cultural, dependem financeiramente do agressor ou até mesmo por achar que eles possam mudar, este cenário. Para coibir este tipo de ação nos dias atuais faz se valer o uso da Lei 11.340/06, Lei “Maria da Penha “fazendo então, com que sintam-se mais seguras, resgatando a cidadania, função do Estado por meio da Gestão Pública.

Cabe ao assistente Social exercer sua função de intervir usando das Políticas Públicas para garantir atendimento imediato e providências necessárias para a inclusão da família e seus membros em serviços sócio assistenciais ou em programas de transferência de renda, de forma a qualificar a intervenção e se fazer valer o direito, por meio de atendimento pelas redes CRAS, CREAS, SUS, CAPS e Defensoria Pública. É  importante salientar que a autonomia destas mulheres trará muitos benefícios para a cidade ate mesmo na questão da economia.

O projeto pretende oferecer cursos, proporcionando as usuárias habilidades para disponibilizar sua mão de obra com maior qualidade, e mostrar que são capazes de desenvolver outros tipos de atividades para o mercado de trabalho.

Grande parte das usuárias encontra-se em situação de vulnerabilidade e com uma baixa autoestima, pois na maioria, o dia a dia familiar é de violência física e psicológica, através de ferramentas de atuação profissional, respaldada em seu código de ética o assistente social, juntamente com a secretaria de assistência social e uma equipe multidisciplinar, desenvolverá um trabalho para o empoderamento feminino das usuárias, através de ações conjuntas com colaboradores que se disponibilizarão em toda execução do projeto.

 O projeto atuará através de várias frentes, destacadas abaixo:

-  rodas de conversa, com intuito de apresentar e sensibilizar sobre o problema existente.

-consultoria jurídica para levar a autoconfiança sobre seus direitos estabelecidos.

- atendimento psicológico, para garantir o autoconhecimento, processo de empoeiramento.

- saúde física, encaminhamentos para a rede UBS para atendimento.

- EJA para alfabetização

- oficinas de corte costura manicure, informática, artesanato, culinária.

-aula de dança pilote maquiagem, zumba, para promover a autoestima.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (19.9 Kb)   pdf (130.3 Kb)   docx (32.9 Kb)  
Continuar por mais 10 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com