TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O RELATÓRIO EM SERVIÇO SOCIAL ESTÁGIO SUPERVISIONADO I

Por:   •  24/5/2015  •  Relatório de pesquisa  •  1.132 Palavras (5 Páginas)  •  2.548 Visualizações

Página 1 de 5

[pic 1]

SIMONE ANDREA A. DA SILVA

RELATÓRIO EM SERVIÇO SOCIAL

 ESTÁGIO SUPERVISIONADO I

Caxias do Sul

2014

  1. INTRODUÇÃO

        O envelhecer faz parte de um círculo da vida em que a família nem sempre está preparada e tem que adequar- se a este momento, evitando a exclusão, abandono e a perda de um companheiro.

        Diante de tantos desafios, sempre procurando algo novo, desafios para o nosso conhecimento, algo que nos incentive a preencher as inquietações que acompanham o nosso percurso acadêmico.        

        As inquietações de conhecimento nos acompanham pelo estágio, fazendo perceber o quanto importante é o estágio supervisionado para a formação acadêmica, faz compreender a formação do profissional em Serviço Social nos tempos atuais, temos que considerar as mudanças, culturais, econômicas, políticas.

        Processos que se transformam rapidamente a nossa realidade, uma das realidades que temos não em um futuro muito distante que logo seremos um país de idosos, sem perceber que temos muito em aprender e dar condições de um “Bem Envelhecer”.

        A população de idosos está aumentando e o cuidado e atendimento do idoso e sua família como responsável por este idoso é uma questão de desafios para o Assistente Social, o estágio vem para visualizar as deficiências que esta área apresenta.

        O estágio realizado no Serviço de Proteção Especial para Pessoas Idosas e Suas Famílias (SPEI), tem mostrado a realidade de pessoas idosas diante a dificuldade de acesso a serviços públicos e ter um bom relacionamento com seus familiares, é um local privilegiado onde tem o contato direto com o idoso e sua família mostrando a realidade de vida do usuário e as práticas das Políticas Públicas.

A supervisão de estágio é canal de ligação entre as disciplinas e os campos de estágio, na medida em que privilegia a análise conjuntural de processos sociais em curso na sociedade geradora das múltiplas expressões da questão social; ela possibilita a elaboração e reelaboração do objeto de intervenção e a criação de estratégias comprometidas com a dimensão ético-política do projeto profissional em suas particularidades sócias institucionais (LEWGOY, 2009, p.167).

        As Políticas Públicas têm como objetivo dar apoio ao cidadão que dela necessitar, programas que possuem contornos definidos, mas são frágeis não resolvendo as dificuldades assistenciais, que pode criar certa dependência do usuário que dela participa.

        Com uma postura ética frente à instituição e o usuário o supervisor de estágio tem que trabalhar com a vulnerabilidade do mesmo, e das condições que a instituição oferece para amenizar ou solucionar a situação em que este se encontra, o estágio supervisionado vem de encontro à inquietação de conhecimento do acadêmico, de como atuar com uma equipe multidisciplinar/ interdisciplinar conforme á realidade apresentada.

        Com o aprofundamento da articulação teórico – prática, podemos verificar que a estrutura familiar vem mudando com o passar dos tempos ocasionadas em um conjunto de fatos econômicos e estrutural, podemos chamar atenção de profissionais na área da saúde e a capacitação dos mesmos, muitos idosos dependem de cuidados em casa, e internação de idosos em Casas Lares e colocada em questionamento.

        Colocando um futuro projeto de intervenção que se supõe a elaboração de acompanhamento deste idoso junto a sua família e a sociedade, pode-se observar que existem falhas no sistema previdenciário, a família vem se tornando a única fonte de recursos para o cuidado com o idoso dependente, apesar de existir a Política Nacional de Saúde do Idoso, decretada em 1999, é inexistente um programa direcionado ao idoso dependente.

O SPEI vem para promover ações de orientações e execuções de fortalecimento de vínculos familiares e de apoio aos direitos do idoso e seus familiares, com a finalidade de prover os cuidados básicos para o idoso, possibilitando um envelhecer mais digno evitando os maus tratos e dando conhecimento para família de um cuidar mais institucionalizado.

Apresentando o relatório final de Estágio Supervisionado I, temos no segundo capitulo a Instituição relatando o processo de trabalho realizado o seu objetivo sua missão e visão, o capitulo três o processo do estágio supervisionado e sua importância.

Nas considerações finais apresentam-se as reflexões sobre o processo do Estagio I, nas reflexões estão indicados autores que fundamentaram tais reflexões.

  1. BREVE HISTÓRICO DO SERVIÇO

   

O Serviço de Proteção Social e Especial para Idoso (SPEI) teve início em 2006, sendo implantado como projeto, e em 15 de agosto de 2008, o Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS) através de solicitação do então gestor Municipal da Assistência Social e do Conselho Municipal do Idoso institui como ação continuada da Politica Municipal do Idoso, através da resolução 50/2008, o programa fortalecendo vínculos para um envelhecer mais digno na modalidade de orientação, Apoio e Acompanhamento Temporários conforme preconizado pelo inciso II do artigo 45 da lei 10.741 de 1º de outubro de 2003.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.3 Kb)   pdf (103.5 Kb)   docx (28.8 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com