TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Os deveres do assistente social, etica e meio ambiente

Por: celo281  •  16/11/2015  •  Pesquisas Acadêmicas  •  1.637 Palavras (7 Páginas)  •  159 Visualizações

Página 1 de 7

ANHANGUERA EDUCACIONAL

TRABALHO CURSO SERVIÇO SOCIAL

Código de Ética do Assistente Social:

Refletindo sobre a postura profissional crítica e consciente sobre sustentabilidade e deveres do assistente social.

PORTO ALEGRE, OUTUBRO 2014.

Introdução

                   Nesse trabalho falaremos do papel do assistente social diante da ética e deveres perante a busca de uma sociedade consciente. Onde zela pela família e suas crenças que favoreçam para sua estabilidade social, estimulando assim sua participação individual, grupal e comunitária para um processo de colaboração para uma melhora no desnível social.

                   Todos têm direitos ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, em de uso comum, essencial á uma boa qualidade de vida. No entanto cabe ao poder público e a coletividade o dever de defendê-lo e preserva-lo para os presentes e futuras gerações

                   

Resumo

                   Para construção de uma sociedade justa devemos, como um todo ter consciência de sustentabilidade para o futuro de todos, onde precisamos de ações para que todos tenham ciência de seu papel como cidadão preservando assim um mundo melhor e mais justo para todos.

                   O papel do assistente social baseia-se na elaboração de ações conjuntas com a sociedade, conscientizando a sociedade como um todo na busca de uma equidade e justiça tanto ambiental quanto social. Respeitando todo e qualquer tipo de crença, zelando a integridade de todos.

Os deveres do assistente social e da ética e meio ambiente, para uma cidade sustentável.

                         Para construção de uma sociedade justa o assistente social deve assumir uma postura ética ao desempenhar suas funções, respeitando a dignidade humana.

                   No exercício de suas funções o assistente social tem o dever de respeitar as posições filosóficas, politicas e religiosas de todas aquelas pessoas a quem se destinam suas atividades.

                   O assistente social tem de zelar pela família, que e a base da sociedade, defendendo seus direitos contribuindo nas ações que favoreçam a sua estabilidade e integridade. Ele deve ser acima de tudo um profissional responsável que contribua para o bem comum, e contribua para que o máximo de pessoas seja alcançado, tendo acesso aos direitos que lhe são garantidos para isso o profissional deve colaborar com os poderes públicos para prevenção desses direitos e bem comum, dentro dos princípios democráticos, lutando para o estabelecimento de uma ordem justa.

                   Deve-se pautar profissionalmente sempre a favor da verdade conforme estabelecem os princípios éticos e a lei penal. Espera-se ainda que o assistente social estimule a participação individual, grupal e comunitária no processo de desenvolvimento, contribuindo para a correção dos desníveis sociais.

                   Quanto ao comprimento de seus deveres cívicos, colaborará nos programas nacionais e internacionais, que se destinem a atender as reais necessidades da melhoria das condições de vida para a sua pátria e humanidade o profissional deve cumprir e respeitar a justiça em todas suas formas: comutativa, distributiva e social, lutando para seu cumprimento, dentro dos princípios da fraternidade, tanto no plano internacional como no nacional. É um profissional comprometido com a construção de uma sociedade mais justa, democrática e luta para garantia dos direitos humanos e universais; trabalha com projetos profissionais coletivos e compromissos em varias politicas sócias como: saúde, educação, previdência, habitação lazer assistência social e justiça.

                   Busca-se um profissional que se aperfeiçoe sempre e respeite as normas éticas das outras profissões, sempre em busca da justiça social.

                    A profissão esta sempre inserida nos contextos sociais, na contemporaneidade, há varias preocupações, dentre elas destaca-se a preocupação com o meio ambiente, sendo a falta de conscientização, o fator agravante. OS efeitos climáticos estão em pleno desenvolvimento, e ainda assim ignorados por boa parte da população, o homem faz queimadas, devasta floresta, contamina riachos, sem levar em consideração o poder de destruição das suas ações ao meio ambiente, não podemos deixar de mencionar o estrago deixado pelo desenvolvimento tecnológico e industrial de uma sociedade capitalista onde se visa apenas o lucro. O assistente social entra nesse contexto, como um critico, buscando alternativas saudáveis para o desenvolvimento sustentável.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9.8 Kb)   pdf (163.4 Kb)   docx (34.3 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com