TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O Benefício de Prestação Continuada (BPC) para Pessoas com Deficiência (PCD)

Por:   •  9/5/2016  •  Projeto de pesquisa  •  1.341 Palavras (6 Páginas)  •  432 Visualizações

Página 1 de 6

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL

CURSO DE SERVIÇO SOCIAL – Modalidade EAD

Margarete Buchmann Rauber

[pic 1]

Projeto de Pesquisa

Trabalho Acadêmico Apresentado à disciplina de Pesquisa em Serviço Social II

Professor(a) Regente da Disciplina: Michelle Bertoglio Clos

Professor(a) Tutor(a) Virtual: Aline Patro

Professor(a) Tutor(a) Presencial: Kamile Sauthier

Canoas

2015

        

SUMÁRIO

1 - TEMA DE PESQUISA        3

2 – OBJETO DE ESTUDO        3

3 – PROBLEMA DE PESQUISA        3

4 – OBJETIVOS        3

4.1 OBJETIVOS GERAIS        3

4.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS        3

5 – JUSTIFICATIVA        4

6 – HIPÓTESES        5

7 – REVISÃO TÉCNICA E CONCEITUAL        5

8 – MÉTODOS E TÉCNICAS DE PESQUISA        6

9 – PLANO DE TRABALHO E CRONOGRAMA        6

10 – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS        7

1 – Tema de Pesquisa:

O Benefício de Prestação Continuada (BPC) para Pessoas com Deficiência (PCD) atendidas pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Despertar do município de Vale Real - RS

2 – Objeto de Estudo:

Identificar as Pessoas com Deficiência residentes no município, para divulgar as políticas públicas promovendo transformação social na construção de alternativas que garantam melhor qualidade de vida as famílias.

 3 – Problema de Pesquisa:

Qual é a compreensão das famílias das pessoas com deficiência sobre o Benefício de Prestação Continuada e quais as transformações em suas vidas após recebê-lo?

4 – Objetivos:        

4.1 Objetivo Geral:

Realizar mapeamento, identificação e visita domiciliar às pessoas com deficiência do município de Vale Real/RS, buscando saber se os mesmos possuem o conhecimento do direito ao BPC, construindo propostas de intervenção voltadas para a construção da cidadania e garantia de direitos.

4.2 Específicos:

  • Compreender o BPC no âmbito da Política Nacional de Assistência Social – PNAS, Sistema Único de Assistência Social – SUAS e Centro de Referência de Assistência Social – CRAS como garantia de direitos da pessoa com deficiência;
  • Identificar junto ao cadastro geral das famílias atendidas pelo CRAS, os usuários que recebem o BPC e verificar junto às famílias das Pessoas com deficiência a compreensão sobre este benefício e seus rebatimentos sobre as condições de vida;
  • Divulgar e ampliar o conhecimento para as famílias de PCDs, sobre as leis pertinentes, na perspectiva da garantia de direitos.
  • Dar visibilidade das necessidades das pessoas com deficiências, bem como da existência destas pessoas na comunidade local.

5 – Justificativa:

Segundo o censo do ano de 2010 o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), estima-se que exista cerca de 650 milhões de pessoas em todo o mundo que tenham algum tipo de deficiência, o que corresponde a aproximadamente 10% da população mundial. No Brasil, são 45,6 milhões de pessoas, ou seja, 23,9% da população brasileira que apresentaram algum tipo de incapacidade ou deficiência. São pessoas com ao menos alguma dificuldade de enxergar, ouvir, locomover-se ou alguma deficiência física ou mental. Os dados do censo de 2000 ainda mostram que:

É importante destacar que a proporção de pessoas portadoras de deficiência aumenta com a idade, passando de 4,3% nas crianças até 14 anos, para 54% do total das pessoas com idade superior a 65 anos. A medida que a estrutura da população está mais envelhecida, a proporção de pessoas com deficiência aumenta, surgindo um novo elenco de demandas para atender as necessidades específicas deste grupo. (IBGE, 2000)

O aumento da população com deficiência traz inúmeros desafios e a urgência de estabelecer políticas públicas e mecanismos para melhorar a qualidade de vida destes, é de extrema importância. Dando maior abrangência à informação e conhecimento em relação aos direitos dirigidos a essa população.

A pesquisa buscará analisar o BPC para pessoas com as mais diversas formas de deficiência, o qual foi reconhecido e garantido como direito, porém, além deste grande avanço na legislação brasileira, cada vez mais inclusiva, é preciso batalhar, como sociedade para que as pessoas com deficiência também estejam inseridas na agenda política, destacando a importância da realização da pesquisa para contribuir com a criação de projetos e programas específicos para as famílias usuárias.

A amplitude de ação do Serviço Social em programas dirigidos a pessoas com deficiência é inquestionável. Mas, o serviço social terá espaço de participação em todas elas e nossa perspectiva é de que sua atuação seja comprometida com a cidadania destes usuários, competente e crítica, rumo ao mundo em que a justiça social se faça presente em todos os âmbitos.

6 – Hipóteses:

  1. Ainda existem famílias que não possuem informações básicas sobre o direito ao BPC?
  2. Buscar a inserção dos usuários ao BPC, visando melhor qualidade de vida e autonomia.

7 – Revisão Teórica e Conceitual:

O Beneficio de Prestação Continuada – BPC está garantido pela Constituição Federal, regulamentado pela Lei Orgânica de Assistência Social - LOAS e integra a Política Nacional de Assistência Social – PNAS.

Conforme o art. 2°, LOAS (2008), O Benefício de Prestação Continuada – BPC, vem garantir 1 (um) salário mínimo de beneficio mensal às pessoas portadoras de deficiência e ao idoso a partir dos 65 anos que comprovem não possuir meios de prover a própria manutenção ou tê-la provida por sua família, ou seja, esteja incapacitado para a vida diária e para o trabalho. A família deverá ter como renda per capita até um quarto de salário mínimo.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (8.9 Kb)   pdf (246.4 Kb)   docx (26 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com