TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A AÇÃO PEDAGOGICA DO PROFESSOR EM SALA DE AULA

Por:   •  8/9/2015  •  Projeto de pesquisa  •  1.815 Palavras (8 Páginas)  •  258 Visualizações

Página 1 de 8

[pic 1][pic 2][pic 3][pic 4]

[pic 5]

[pic 6]

[pic 7]

[pic 8]

[pic 9]

[pic 10]

[pic 11]

[pic 12]

[pic 13]


SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO        

2 DESENVOLVIMENTO        

3 CONSIDERAÇÕES FINAIS        

REFERÊNCIAS        

        

  1. INTRODUÇÃO:

Segundo Paulo Freire:
Ninguém nega o valor da educação e que um bom professor é imprescindível. Mas, ainda que desejem bons professores para seus filhos, poucos pais desejam que seus filhos sejam professores. Isso nos mostra o reconhecimento que o trabalho de educar é duro, difícil e necessário, mas que permitimos que esses profissionais continuem sendo desvalorizados. Apesar de mal remunerados, com baixo prestígio social e responsabilizados pelo fracasso da educação, grande parte resiste e continua apaixonada pelo seu trabalho.

Apresentamos aqui nesse trabalho, a experiência exitosa de escolas da rede publica, na matéria de música. Musicas de niná, ouvimos desde o tempo que estávamos no ventre, e hoje segundo estudiosos, sabemos que podemos ver êxito nessas atuações, por que o feto responde quando alguém canta pra ele.

O objetivo deste trabalho é verificar as praticas pedagógicas realizadas por educadores  da educação básica que tiveram  resultados positivos em sua atuação junto aos alunos, descrevendo essa pratica e apontando os seus objetivos.

Quando nos deparamos com crianças nas ruas brincando de roda ou alguma outra brincadeira lúdica, vemos que isso são práticas antigas e que as cantigas de roda tinham um poder muito grande que auxiliavam no desenvolvimento das crianças. E por que não colocar isso nas escolas? O presidente da República da época de 2008. Sancionou uma lei para que isso se tornasse parte da vida dos estudantes de todo o país, pois via nisso um enriquecimento de conhecimentos para os alunos.

Criou-se então uma lei que afirmava ser legal o uso da musica para as crianças  por que isso é proveitoso no ponto de vista educacional, já temos outras matérias, como matemática, sociologia, historia e agora musica inserida no contexto educacional, enriquecendo as aulas de artes.

Contamos aqui um pouco dessas experiências novas no Brasil, mas que já a muito tempo tinha sido praticada pelos educadores como diversão e para aumentar a carga horária da sala de aula.

1-DESENVOLVIMENTO

1º PARTE: relato da experiência exitosa descrevendo todos os seus detalhes, tais como: a área de conhecimento (disciplina), a etapa da educação básica em que foram desenvolvidos, os seus sujeitos objetivos e resultados.

As escolas públicas do país terão três anos para inserir no currículo da educação básica o ensino da música. É o que define a Lei n.º 11.769, sancionada nesta última segunda-feira (18) pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e publicada no Diário Oficial da União.

        

 Em agosto de 2008, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva,  sancionou uma lei que torna obrigatório o ensino de Música na Educação Básica. O que se sabe é que as escolas das redes terão até 2012, para se adaptar ao novo projeto com suas normas e suas diretrizes.

A musica tem sido inserido desde muito tempo nas escolas e tem gerado bons resultados. Para a professora Sileuza Feitos que não se encontra mais em sala de aula, a música é um momento único de interação e relaxamento o professor precisa de estratégias para as suas ações do cotidiano educacional.

Esta professora não tem formação musical, mas tem uma gama de experiência que sabe  repassar aos alunos e inserir essas experiências no contexto pedido pela lei acima, entende que o projeto é maravilhoso, e visto com bons olhos por professores com pouca ou nenhuma formação em musica. Este projeto segundo ela abrange uma etapa aonde as crianças chegam à escola e estão afoitas por conhecimento ou até mesmo pelo “ajuntamento” de pessoas. Esta professora nos relata que crianças em fase fundamental de educação, na alfabetização, têm uma curiosidade muito grande, quer gritar, colorir a lápis, marcar no quadro, e cantar, elas se identificam com a música, aquelas que as mães cantam pra eles em casa.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (11.8 Kb)   pdf (197.2 Kb)   docx (31 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com