TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O TREINAMENTO RESISTIDO EM IDOSOS

Por:   •  7/10/2019  •  Artigo  •  3.217 Palavras (13 Páginas)  •  7 Visualizações

Página 1 de 13

[pic 1]

_______________________________________________________________________________________                                        

Curso de Educação Física                                                                                            Artigo Original

A QUALIDADE DE VIDA EM INDIVÍDUOS IDOSOS ATRAVÉS DO TREINAMENTO RESISTIDO

THE QUALITY OF LIFE IN ELDERLY INDIVIDUALS THROUGH RESISTANT TRAINING

GABRIELE CRISTINA DOS SANTOS, ROBERTO NOBREGA2

1 Aluna do Curso de Educação Física

2 Professor Doutor do Curso de Educação Física

Resumo

Introdução: A importância deste estudo é observar que o treinamento resistido para pessoas idosas no dia-a-dia, pode contribuir para o aumento dos níveis de força. Objetivo: Este trabalho teve como objetivo analisar as repostas de um questionário de múltipla escolha, onde procuramos verificar a influência do treinamento resistido e seus efeitos positivos indicando assim uma melhora na qualidade de vida nos indivíduos idosos. Matérias e Métodos: Para a realização deste trabalho foi utilizado um questionário com idosos praticantes de treinamento resistido, procurando de uma forma geral obter os seguintes dados: motivo pela escolha dessa atividade, os benefícios, outras atividades físicas que praticam normalmente, motivação e incentivo familiar. Trata- se de um estudo quantitativo. Resultado: O resultado analisado neste estudo foi que os participantes após o início do programa de treinamento resistido, revelaram uma melhora na disposição para as atividades diárias, notaram um aumento da força muscular, consideramos esses dois aspectos como variáveis importantes na qualidade de vida do idoso. Conclusão: O exercício físico, mais especificamente o treinamento resistido, contribui na melhoria da qualidade de vida, trazendo benefícios físicos, psicológicos e sócias. O envelhecimento e um processo natural do ser humano e o treinamento resistido consegui ser eficiente.                                                                                                                                                                                                                                    

Palavras - chave: Treinamento resistido, qualidade de vida, indivíduos idosos.

Abstract

Introduction: The importance of this study is to observe that resistance training for the elderly in daily life can contribute to the increase of strength levels. Objective: This study aimed to analyze the responses of a multiple-choice questionnaire, where we tried to verify the influence of resistance training and its positive effects, thus indicating an improvement in quality of life in elderly individuals. Materials and Methods: A questionnaire was used with elderly people practicing resistance training, generally seeking the following data: reason for choosing this activity, benefits, other physical activities that normally practice, motivation and family incentive. This is a quantitative study. Results: of this study were that the participants after the beginning of the resistance training program showed an improvement in the disposition for daily activities, noticed an increase in muscular strength, we consider these two aspects as important variables in the quality of life of the elderly . Conclusion: Physical exercise, more specifically resistance training, contributes to improving the quality of life, bringing physical, psychological and social benefits. Aging and a natural process of human being and weathered training have succeeded in being efficient.

Keywords: Resistand training, Quality of life, Elderly individuals.                                                                                                                                            

Contato: gabyserrate.edf@gmail.com                                                                                                                                          

Introdução

Nos últimos anos, o número de idosos cresceu significativamente, atingindo nos dias atuais, um contingente nunca visto. Segundo dados do Fundo das Nações Unidas para a População, em 1950, havia cerca de 204 milhões de idosos no mundo. Em 1998, quase cinco décadas depois, este número já alcançava 579 milhões de pessoas. As estimativas do número de pessoas idosas para 2050, aponta um contingente de, aproximadamente, 1,9 bilhões de pessoas. (MENDES, 2005)          

...

Baixar como (para membros premium)  txt (18.1 Kb)   pdf (318.8 Kb)   docx (132.9 Kb)  
Continuar por mais 12 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com