TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O EFEITO COMBINADO DO FUMO PASSIVO E DO CONSUMO DE ÁLCOOL NO RISCO DA INFECÇÃO PERSISTENTE POR PAPILOMAVÍRUS HUMANO

Por:   •  27/7/2020  •  Trabalho acadêmico  •  487 Palavras (2 Páginas)  •  4 Visualizações

Página 1 de 2

EFEITO COMBINADO DO FUMO PASSIVO E DO CONSUMO DE ÁLCOOL NO RISCO DA INFECÇÃO PERSISTENTE POR PAPILOMAVÍRUS HUMANO

O tabagismo é estabelecido como co-fator do papilomavírus humano (HPV) para o risco de câncer do colo do útero. No entanto, o papel do tabagismo passivo na carcinogênese cervical é controverso.

Vários estudos, incluindo uma grande meta-análise e vários estudos de coorte, mostraram uma associação entre tabagismo e câncer do colo do útero ou suas lesões precursoras.

Entre as mulheres que assinaram o termo de consentimento informado e foram submetidas a exames de rastreamento no Centro Nacional de Câncer de 2002 a 2011, um total de 9.846 que apresentaram resultados de Detecção de DNA de HR-HPV e respostas completas ao questionário sobre comportamentos de fumar (por exemplo, tabagismo e SHS) foram incluídos neste estudo.

ATRAVÉS DA FUMAÇA: USO DE MODELOS DE CIGARRO IN VIVO E IN VITRO, ELUCIDAR SEU EFEITO SOBRE A FERTILIDADE FEMININA

Um número finito de oócitos é estabelecido dentro do ovário de mamífero antes do nascimento para formar um precioso ovário reserva. Danos a esse conjunto limitado de gametas por fatores ambientais, como fumaça de cigarro e seus constituintes, portanto, representa um risco significativo para a capacidade reprodutiva de uma mulher.

Os cigarros contêm mais de 4000 produtos químicos e são considerados um risco reprodutivo, associado à diminuição das taxas de concepção, redução na fertilidade assistida e insuficiência ovariana prematura (Neal et al., 2005; Sun et al., 2012).

A fumaça do cigarro contém mais de 4000 produtos químicos de uma ampla variedade de classes químicas, incluindo hidrocarbonetos, álcoois, fenóis, aldeídos, cetonas, alcalóides, ácidos e metais pesados (Rodgman e Perfetti, 2013). Destas classes, as mais estudadas no que diz respeito à fertilidade feminina são os hidrocarbonetos, especificamente aromáticos policíclicos hidrocarbonetos (PAHs) (Ganesan et al., 2013; Ganesan e Keating, 2014; Igawa et al., 2009; Neal et al., 2007, 2010; Sobinoff et al., 2011, 2012b, c). Os HAPs são um grupo onipresente de mais de 100 poluentes químicos formados por combustão incompleta, sendo o tabagismo uma das principais fontes de exposição humana (Lodovici et al., 2004).

O tabagismo diminui o número de oócitos recuperados para TARV (El-Nemr et al., 1998; Fuentes et al., 2010; Zenzes et al., 1995). Essa coletadas têm uma capacidade reduzida de fertilizar, e subsequente a qualidade do embrião diminui (El-Nemr et al., 1998; Gruber et al., 2008; Neal et al., 2005; Shiloh et al., 2004; Weigert et al., 1999).

Verificou-se que oócitos de fumantes apresentam aumento da espessura da zona pelúcida, embora o mecanismo pelo qual isso ocorra permaneça obscuro (Shiloh et al., 2004). As células cumulus coletadas de mulheres fumantes também foram encontradas como anormais, com níveis aumentados de dano ao DNA (Sinkó et al., 2005).

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.3 Kb)   pdf (46.3 Kb)   docx (8.1 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com