TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O ensino de história da enfermagem nos cursos de graduação em Santa Catarina

Por:   •  20/6/2017  •  Resenha  •  708 Palavras (3 Páginas)  •  208 Visualizações

Página 1 de 3

FICHAMENTO

Padilha, MICS. O ensino de história da enfermagem nos cursos de graduação em Santa Catarina. Trabalho, educação e saúde, v.4 n.2, p. 325-336, 2006. (Disponível em

> Acesso em 24 de agosto de 2015.

Considerações iniciais:

“O trabalho da autora Mics Padilha foi realizado através de uma pesquisa no estado de Santa Catarina com o objetivo de mostrar a relevância do ensino da história da Enfermagem. Inicialmente, a autora recorreu sobre a importância da construção da história da graduação enquanto campo de pesquisa, e para isso, utiliza autores que reforçam essa importância. Pois já é possível falar de uma história da enfermagem, que percorreu e se deteve em várias fases e compreende produções de maior ou menor peso”. (p. 326)

“Padilha parte da ideia de que o ensino da história da enfermagem é de extrema relevância para a formação dos graduandos, e questiona se a forma como é ministrado o conteúdo pode proporcionar ou não, a aderência ao conhecimento que é repassado. A pesquisa busca estabelecer uma rede de contatos com todas as escolas de enfermagem de Santa Catarina para tentar identificar um diagnóstico do ensino de história da enfermagem”. (p.327)

         “Posteriormente Maria Padilha, mostra a relevância da construção da identidade do profissional enfermeiro a partir do estudo da história de sua profissão, principalmente na desconstrução ou reafirmação de determinados significados que o aluno antes de entrar no curso de graduação traz consigo, viabilizando uma visão mais próxima à realidade do que a enfermagem realmente significa e representa. Além de mostrar o leque de opções que a Enfermagem oferece no campo de trabalho” (p.327)

         

O ensino da história da enfermagem:

“ [...] em sua pesquisa, Padilha constatou que entre as 15 escolas de enfermagem do estado de Santa Catarina, há um desacordo em relação à visão que os ministradores da disciplina têm sobre a mesma: há aqueles que se fazem mais tradicionais e os que se mostram mais inovadores, sendo que estes abordam a disciplina de forma mais problematizadora ,[...]” (p.328).  Entretanto, concluiu-se que em muitas situações não há a existência da disciplina específica de História da enfermagem, mas sim a inclusão dentro da abordagem de outras disciplinas.  

         “ Portanto, a primeira análise indicou que as estratégias educacionais e curriculares são variadas, e que, por isso, existem interfaces entre elas. Ainda assim, é perceptível um avanço relativo à carga horária e às estratégias de ensino-aprendizagem. Porém, a inserção do conteúdo em questão ainda necessita de reflexão coletiva sobre a sua importância no currículo da graduação em Enfermagem. ”  (p.330)      

 

O ensino de história da enfermagem em Santa Catarina:

“ [...] com carga horária variada entre 30 e 60 horas, e sendo ministrada majoritariamente nos primeiros períodos do curso. As estratégias de ensino são comuns, sendo raramente utilizados métodos mais dinâmicos como teatro entre outros. Ou seja, a partir dessas conclusões, poderá ser subsidiada a criação de uma política para nortear a reformulação curricular da disciplina, de acordo com as necessidades do Estado [...]”.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.5 Kb)   pdf (85.3 Kb)   docx (12.2 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com