TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Implementação da Indústria

Por:   •  13/4/2019  •  Trabalho acadêmico  •  2.443 Palavras (10 Páginas)  •  6 Visualizações

Página 1 de 10

Implementação da indústria 4.0

Resumo:

O conceito é bastante difundido em países por todo o mundo, como a Alemanha, Estados Unidos e China, e visto como um progresso, uma vez que utiliza dispositivos inteligentes e interconectados por meio de wireless para aperfeiçoar tanto a fábrica quanto os maquinários.

A indústria 4.0, também considerada a quarta revolução industrial, engloba as principais inovações tecnológicas dos campos de automação, controle e tecnologia da informação, aplicadas aos processos de manufatura. Promete agilizar o processo fabril, diminuir os custos de produção e se adequar aos novos mercados.

Palavras-chave: indústria 4.0, automatização, evolução

1. Introdução

Ao longo dos séculos a humanidade caminha em busca de melhores condições de vida e modos de sobreviver, tal fato conduziu a população a importantes conquistas, que podem ser consideradas um marco na relação sociedade-natureza.

Mais tarde, a globalização e permitiu a conectividade e interação de povos com velocidade surpreendente e o surgimento da internet possibilitou ainda mais esse contato.  Além disso, o avanço tecnológico se tornou contínuo e a indústria acompanhou essa evolução, modernizando-se e tornando mais eficiente.

A indústria 4.0, também considerada a quarta revolução industrial, engloba as principais inovações tecnológicas dos campos de automação, controle e tecnologia da informação, aplicadas aos processos de manufatura. Promete agilizar o processo fabril, diminuir os custos de produção e se adequar aos novos mercados.

O conceito é bastante difundido em países por todo o mundo, como a Alemanha, Estados Unidos e China, e visto como um progresso, uma vez que utiliza dispositivos inteligentes e interconectados por meio de wireless para aperfeiçoar tanto a fábrica quanto os maquinários.

2. Desenvolvimento

A tecnologia está cada vez mais aprimorada, com isso, as empresas evoluem em sua produtividade e crescem no mercado de trabalho. Atualmente o modelo de produção utilizado é toyotismo, onde seu principal objetivo não é apenas a produzir demasiadamente, mas sim, se ajustar a produção de acordo com a demanda. Esse método reduz o estoque, o custo e otimiza a linha de montagem, gerando lucro.

Porém, só foi executado após outras técnicas serem aplicadas, conhecidas como fordismo e taylorismo, desenvolvidos nas revoluções industriais anteriores e que tiveram suma importância na prosperidade da indústria atual.

A primeira revolução aconteceu no final do século XVIII, com as máquinas a vapor e novas máquinas para a produção, ambos foram fundamentais para dinamizar o deslocamento de matéria-prima, distribuição de mercadorias e pessoas, apresentando uma nova visão aos meios de se locomover e produzir.

A segunda revolução industrial iniciou-se na segunda metade do século XIX, impulsionada pela divisão do trabalho, a eletricidade e pela produção em massa. O fordismo foi criado nessa época, por Henry Ford, com o surgimento das linhas de montagem e esteiras rolantes por onde circulavam as partes do produto a ser montado, de modo a estimular o processo.

 A terceira revolução ocorreu em 1969 com os avanços da eletrônica e também da automação da linha de produção, permitiu o crescimento de atividades na indústria que aplicam tecnologias de ponta em todas as etapas produtivas. A produção de tecnologias é um ramo que se apresenta como um dos mais promissores no âmbito global.

Já a indústria 4.0 é movida pelo aprimoramento da 3º revolução industrial e está sendo impulsionada pelos avanços dos Cyber-physical Systems (Sistema físico cibernético), (Schwab, Klaus, 2016).

No momento atual, a tecnologia desenvolvida para atuar no chão de fábrica é de extrema importância para os empresários, um ponto positivo, por exemplo, é a diminuição de falhas por meio do monitoramento ao longo de todo o processo que é capaz de identificá-los antes de ocorrer, aumentando e garantindo, consequentemente, a eficiência e qualidade do serviço ou produto.

“As organizações necessitam utilizar da inovação para sobreviver, ou seja, fazer uso das novas tecnologias para diminuir custos de produções e se adequar aos novos mercados, criando produtos e serviços. As novas áreas tecnológicas possibilitam o surgimento de novos mercados e de empresas altamente inovadoras.(Hamel e Prahalad,1995)

...

Baixar como (para membros premium)  txt (16.6 Kb)   pdf (135.3 Kb)   docx (15.8 Kb)  
Continuar por mais 9 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com