TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha Crítica Sobre Artigo Referente Ao Transporte Dutoviário

Ensaios: Resenha Crítica Sobre Artigo Referente Ao Transporte Dutoviário. Pesquise 811.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  11/10/2013  •  513 Palavras (3 Páginas)  •  1.768 Visualizações

Página 1 de 3

Resenha crítica sobre artigo referente ao transporte dutoviário

O transporte dutoviário, diferente do que muitos possam imaginar, possui significativa importância para o cenário da infraestrutura, porém, no Brasil, é o penúltimo modal menos utilizado, ficando atrás, apenas, do aéreo. Este tipo de transporte vem sendo, cada vez mais, estudado a fim de se obter melhor definição de suas características, analisando se é, de fato, muito vantajoso quando levado em consideração todos os aspectos como investimentos, custos, impactos ambientais, etc. Dentre os outros modais que existem, ferroviário, rodoviário, aéreo e hidroviário, o dutoviário é o único em que o produto que está sendo transportado é que se desloca e o transporte é fixo.

O Brasil possui um sistema de dutos controlado pela Transpetro que opera oleodutos e gasodutos pelo país e o Gasoduto Bolívia-Brasil que transporta 50% do gás natural consumido no país (ambos considerados os mais utilizados).

Em comparação com os demais modais, a dutovia se sobressai pelo fato de não possuir muita variação nos tempos de trajetos e possuir funcionamento em horário integral, redução de custos por não precisar utilizar embalagens, mais segurança e sofre pouca ou quase nenhuma restrição devido às questões climáticas e congestionamentos. Em qualquer transporte os elementos são: via, unidade de transporte, unidade de propulsão e o terminal, mais um diferencial do transporte dutoviário é que os três primeiros elementos são combinados, com exceção do terminal, apenas.

Em contrapartida, possui algumas desvantagens como lentidão no transporte, riscos de acidentes ambientais e a falta de flexibilidade quanto aos destinos e aos produtos (embora experiências estejam sendo feitas para melhor este aspecto), além de possuir alto custo de implantação. Porém, apesar do alto custo fixo devido à construção e outros fatores, seu custo ao passar do tempo torna-se vantajoso se comparado aos demais. Os dutos não necessitam de mão de obra intensiva, depois de construídos, só necessitam de pequenas manutenções, na maioria das vezes.

Na prática, quando se trata, por exemplo, do Gás Liquefeito do Petróleo (GLP), ao comparar-se com a produção versus custo com o modal rodoviário depara-se com vantagem sobre o mesmo pois nas rodovias há maior chance de congestionamento (retardando a entrega do produto ou fazendo com o que o mesmo sofre pequenas perdas) e também de acidentes.

O Brasil possui poucos dutos, atualmente, devido à questões mais antigas em que atrelava-se melhoria na infraestrutura à construção de rodovias. Pela extensão do país, poderíamos usufruir muito mais do modal dutoviário, de forma a aumentar a eficiência do transporte de produtos que podem utilizar este modal, por gerar mais segurança, confiabilidade e rapidez e, consequentemente, crescer economicamente.

Para que o transporte dutoviário seja melhor aproveitado no país, é necessário o aprofundamento no estudo e nas pesquisas a fim de utilizá-lo de maneira positiva em que as vantagens se sobressaiam às desvantagens e que o custo versus benefício seja notório. Posteriormente, os responsáveis deverão investir altos valores financeiramente, porém, espera-se que, em certo prazo, haja à “colheita dos frutos”. Espera-se que com a alta do Pré-Sal e pelo fato da maioria dos dutos

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.4 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com