TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Acidez do Solo

Por:   •  4/8/2018  •  Trabalho acadêmico  •  1.070 Palavras (5 Páginas)  •  168 Visualizações

Página 1 de 5

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO

 [pic 1]

DETERMINAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO DE ALUMÍNIO NO SOLO

CURSO: ENGENHARIA AGRÍCOLA E AMBIENTAL

DOCENTE: MARIA JOSÉ DE FIGUEIRAS GOMES

DISCENTES: ARTHUS DOUGLAS BATISTA

BRUNO VINICIUS DE SOUSA RIBEIRO

GIOVANNA DA CUNHA AIRES

NICOLAS MATHEUS DE SOUZA AGUIAR

RECIFE, 25 DE JULHO DE 2018

  1. RESUMO

  1. INTRODUÇÃO

A acidez do solo, é um dos fatores limitantes para o plantio de determinadas culturas. Essa realidade, pode ser compreendida, por exemplo, pela natureza dos solos brasileiros que em geral são ácidos e com baixa disponibilidade de nutrientes essenciais para um bom rendimento da lavoura. Desse modo, é preciso fazer uma correção deste pH, para assim criar melhores condições de crescimento para essa determinada cultura que não consegue se desenvolver com esse pH, tido como impróprio para o plantio. Além do pH, sabe-se que o alumínio (Al) e o manganês (Mn) por serem os mais solúveis no solo tornam-se tóxicos, prejudicando o crescimento da planta, visto que essa acidez inibe o crescimento da população de microrganismos presentes no solo, pois esses são os responsáveis direto pela decomposição da matéria orgânica, e consequentemente reduzem o índice de fertilidade desse solo.

De acordo com os parâmetros vistos, para entendermos melhor, temos a reação do íon alumínio presente no solo: Al3+ + 3H2O  Al(OH)3 + 3H+

Quando falamos em acidez do solo, temos que ressaltar a acidez potencial e a acidez ativa:

Acidez potencial: está diretamente associada aos coloides e pode ser definida como: a soma de acidez trocável e a não trocável. Essa acidez potencial, é o fator limitante para o crescimento das raízes, além de ocupar espaços nos coloides possibilitando ou não que os nutrientes presentes no solo sejam lixiviados.

Como foi citado, a potencial é a soma da acidez trocável e não trocável, para isso é preciso compreender a fundo como se dá esses tipos de acidez para compreender o significado de potencial:

Acidez trocável:  é compreendida como os íons Al3+ e H+ retidos na superfície dos coloides do solo, esta quantidade de H+ trocável é quase insignificante, visto que o H+ representa menos de 5% da acidez trocável admitimos apenas o Al3+ como trocável.

Acidez não trocável: refere-se aos colides de cargas negativas e os compostos de alumínio (Al), que estão diretamente associados ao íon H (+) de ligação covalente. Essa acidez é a que os solos apresentam quando estão em PH<5,5, pois quando acima desse PH não existe íons de alumínio trocável.

  1. MATERIAIS E REAGENTES

  • Materiais

- Erlenmeyer;

- Balança Analítica;

- Espátula;

- Papel filtro;

- Bureta;

- Proveta;

- Funil e Suporte;

- Amostra de solo.

  • Reagentes

- NaOH (Hidróxido de sódio);

- KCl (Cloreto de Potássio);

- Azul de Bromotimol.

  1. PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL

Inicialmente realizou-se a pesagem do solo de aproximadamente 5 gramas, dentro do Erlenmeyer, em seguida, com auxílio da bureta, foi adicionado 50 ml de KCl no mesmo. Onde se realizou a agitação por 15 minutos. Após este procedimento, a solução de KCl com o solo ficou em descanso por 30 minutos. Em seguida, iniciou-se o processo de filtragem da solução. Antes de realizar a titulação foi feito o branco para obter um resultado mais “exato”, onde foi adicionado o indicador Azul de Bromotimol em solução com a água destilada, e através da titulação, utilizando o NaOH foi obtido o valor do branco a ser descontado no final do experimento. Antes de iniciar a titulação foi necessário ambientar a bureta, pois a mesma poderia não ter sido limpa de forma correta, e ainda possuir substâncias que atrapalhassem o nosso experimento. Com a bureta ambientada, foi adicionado NaOH (Hidróxido de sódio) na mesma até que chegasse ao número 0. Antes de iniciar a titulação, foram adicionadas 3 gotas do nosso indicador (Azul de Bromotimol) na solução do solo e KCl.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.2 Kb)   pdf (224.6 Kb)   docx (40.4 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com