TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

As Reações Químicas

Por:   •  28/6/2015  •  Artigo  •  616 Palavras (3 Páginas)  •  33 Visualizações

Página 1 de 3

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO – UFES

CENTRO DE CIÊNCIA EXATAS

CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA

BARBARA GUIMARÃES QUEIROZ

GUILHERME ROCHA ALVES

TAINARA RAMOS NEVES

PRÁTICA 3:

IDENTIFICAÇÃO DE ÍONS Ca2+ e CO32-

PROFESSOR: CARLOS VITAL PAIXÃO DE MELO

VITÓRIA - ES

30 DE MARÇO DE 2015

Reações Químicas

A reação que dá formação ao CO2 a partir do calcário (CaCO3)  com o ácido clorídrico (HCl), está apresentada a seguir :

CaCO3 + 2HCl → CaCl2 + CO2 + 2H2O

A reação que dá formação ao precipitado a partir do CO2 com o hidróxido de bário, está apresentada a seguir:

CO2  + Ba(OH)2 BaCO3 + H2O

Propriedades físico-químicas

Dióxido de carbono

O dióxido de carbono é um composto de fórmula química CO2 formado por dois átomos de oxigênio ligados covalentemente a um único átomo de carbono. Encontra-se no estado gasoso a temperaturas e pressões médias da superfície da Terra e constitui 0,038% da sua atmosfera, sendo por isso considerado um gás residual. 

A temperaturas e pressões médias a densidade do dióxido de carbono é de cerca de 1,98 kg/m3, cerca de 1,5 vezes a do ar. A molécula de CO2 (O=C=O) possui duas ligações de tipo duplo e uma forma linear. Não tem dipolos elétricos e o fato de ser completamente oxidada torna-a moderadamente reativa e não inflamável (muito embora possa apoiar a combustão de metais como o magnésio).

O dióxido de carbono não possui um estado líquido a pressões abaixo de 5,1 atmosferas. À pressão média do nível do mar este gás deposita-se diretamente para o estado sólido a temperaturas abaixo de -78ºC e sublima-se diretamente para o estado gasoso acima desta temperatura. No seu estado sólido é habitualmente conhecido como gelo seco. 

Carbonato de Bário

O Carbonato de Bário é um elemento químico de massa molar 197,34 g/mol, densidade 4,29 g/cm3 a 20 ºC (sólido), possui ponto de fusão a 811 ºC e ponto de ebulição a 1.360 ºC. Esse elemento não possui reatividade química com a água e nem com materiais comuns. Sua solubilidade na água é de 0,025 g/100mL de água a 20 ºC.

Ele reage com muitos ácidos formando sais solúveis de bário, por exemplo, com o ácido clorídrico, o cloreto de bário. Apesar de reagir bem com o ácido clorídrico ou o ácido nítrico, não reage tão bem com ácido sulfúrico, que é o único ácido que não faz reação com o carbonato de bário devido ao sulfato de bário ser insolúvel em água.

Toxicologia

Dióxido de carbono: 

Em concentrações baixas não possui qualquer odor e em concentrações mais elevadas, ganha um odor pungente e ácido. Nestas situações pode tornar-se irritante e mesmo asfixiante. Quando é inalado em concentrações muito superiores às dos níveis da atmosfera pode criar um sabor acre na boca e também uma sensação de picadas no nariz e na garganta em resultado da dissolução do gás nas membranas mucosas e na saliva, o que origina a uma solução fraca de ácido carbônico.  É também o mais vulgar gás com efeito de estufa (GEE), sendo por essa razão, usado como medida padrão do potencial de aquecimento global de todos os outros gases.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4 Kb)   pdf (126.9 Kb)   docx (13 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com