TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Preparo de Soluções - Thiago

Por:   •  10/10/2020  •  Relatório de pesquisa  •  977 Palavras (4 Páginas)  •  9 Visualizações

Página 1 de 4

1. Introdução

Definimos solução como uma mistura homogênea, de mais de um componente. As

soluções podem ser gasosas, líquidas e sólidas como o ar, a água do mar e as ligas metálicas, respectivamente. Entretanto, podemos ter soluções de gases em líquidos como acontece no refrigerante. Como componentes de uma solução temos o soluto e o solvente. Considera-se como solvente a substância em maior quantidade no sistema.

Quando temos a água como solvente, dá-se o nome de solução aquosa.

Partindo de uma quantidade de soluto dissolvido é possível classificar os tipos de soluções. As soluções saturadas são aquelas que possuem uma quantidade de soluto compatível com a sua solubilidade naquela temperatura, levando em conta o coeficiente de solubilidade (Cs), a solução não apresenta excesso de soluto não formando corpo de fundo. As soluções insaturadas possuem uma quantidade de soluto inferior a sua solubilidade naquela temperatura. E as soluções supersaturadas, são consideradas instáveis e possuem uma quantidade maior de soluto do que o Cs para determinada temperatura, entretanto não possui corpo de fundo, desde que o sistema não sofra perturbações.

O coeficiente de solubilidade é definido como a quantidade máxima de soluto que será possível ser dissolvido em uma quantidade fixa de solvente, geralmente de 100g, em uma determinada temperatura. Sendo assim, calculamos o Cs dividindo a massa do soluto pela massa do solvente.

A concentração chamada de comum é dada em gramas por litro onde a massa do soluto em gramas é dividida pelo volume total da solução em litros. A molaridade ou concentração em mol por volume, ou concentração molar de uma solução é dada pela relação entre o número de mols de soluto e o volume da solução.

2. Objetivos

A aula teve como objetivo o preparo de soluções a partir de sólidos e líquidos com as concentrações dadas. Utilização de vidrarias para medição do volume também foi um tema abordado, além da observação dos resultados e realização dos cálculos necessários de massa, volume e densidade.

3. Materiais e métodos

- Balança

- Espátula

- Bastão de vidro

- Cloreto de sódio

- Água destilada

- Piseta

- Vidro relógio

- Béquer 150mL

- Funil

- Balão volumétrico 50mL com tampa

- Pipeta de Pasteur

- HCl

No procedimento 1, preparou-se 50ml de solução de NaCl com concentração 0,2 mol/L. Para pesar a massa do soluto, foi utilizado uma balança. Em seguida, o soluto foi colocado em um béquer no qual foi adicionado água destilada até dissolvê-lo completamente. Após, a solução foi transferida para o balão volumétrico com a ajuda do funil e completou-se com água até o menisco com a piseta. A solução foi homogeneizada com movimentos circulares.

No procedimento 2, preparou-se 50 ml de HCl com concentração 0,1 mol/L. Retirou-se o volume calculado a partir da solução de HCl 1,0 mol/L com uma pipeta e em seguida depositou em um balão. Completou-se com água até o menisco. A solução foi homogeneizada com movimentos circulares.

No procedimento 3, preparou-se 50 ml de uma solução de etanol 0,1 mol/L. Retirou-se o volume calculado necessário de etanol com uma pipeta de Pasteur e o transferiu para o balão volumétrico. Completou-se com água até o menisco. A solução foi homogeneizada com movimentos circulares.

4. Resultados e Discussão

O nome, fórmula e concentração de cada soluto utilizado nos experimentos estão indicados na tabela 1.

Tabela 1 – Solutos e seus dados

Reagente Fórmula Concentração (〖mol.L〗^(-1))

1 Cloreto

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6 Kb)   pdf (43.3 Kb)   docx (10 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com