TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

As Empresas Fast-food

Por:   •  8/5/2017  •  Artigo  •  1.820 Palavras (8 Páginas)  •  120 Visualizações

Página 1 de 8

Introdução:

As empresas atuam em um mundo globalizado, caracterizado pela rapidez nas comunicações e pela multiplicidade de informações a apenas um clique. O desenvolvimento da Internet como forma de negócio abre a possibilidade do desenvolvimento de empresas de diversos modelos.

Assim, em um ambiente marcado pela competição, as empresas precisam inovar em busca de vantagens competitivas. A logística de materiais abre-se diante desse quadro como um mundo quase inexplorado. Uma melhor gestão dos estoques possibilita a redução de custos e agiliza os processos, tudo visando colocar a empresa em um patamar competitivo acima de seus concorrentes. O armazenamento de produtos envolve diversas atividades que necessitam de investimentos, impactando, desse modo, nos resultados da empresa. "Assim, cabe ao administrador verificar se os estoques estão proporcionando retorno sobre o capital neles investido."

O tradicional conceito de produzir-estocar-vender está se tornando mais complexo na medida em que as exigências do mercado criam nuances que precisam ser captadas pelo administrador. Em uma empresa bem estruturada, melhor e mais eficiente será sua administração de materiais. E, na verdade, o contrário tmbém passa a ser aplicável: quanto mais avançada for a logística de materiais de uma empresa, melhor será seu desempenho. Dessa forma, ao lado do preço, do mercado consumidor e de outros fatores que sempre foram essenciais para o

sucesso de qualquer negócio, a logística de materiais tornou-se ente

participante no resultado das empresas e, em alguns casos, é a diferença

que permite a uma empresa ser mais bem sucedida que seus concorrentes,

em um mundo tão competitivo. "Assim, no que se refere ao estoque, este

deve existir como um elemento regulador do fluxo de materiais dentro da

empresa para suprir o processo de produção e disponibilizar produtos no

mercado. A análise detalhada e constante dos estoques torna-se, então,

fundamental para que o administrador da área de materiais possa ter

controle de seus recursos a fim de que seja compatível com a demanda

esperada (...)".

O trabalho que aqui se resume comparou as estruturas de armazenagens de

empresas de fastfood da cidade paulista de Presidente Prudente, no que

tange aà armazenagem de materiais, compra de materiais, layout,

almoxarifado, entre outros. A metodologia empregada foi a condução de

entrevistas a partir de formulários previamente concebidos, com

funcionários dessas empresas.

Capítulo 2- Histórico dos Fastfoods

O autor trata da evolução das redes de fastfood no Brasil e sua incersão

em um mundo em que as pessoas têm cada vez menos tempo para refeições.

Sua padronização no sistema de franquias atende a uma demanda crescente,

em um país em que, segundo dados do autor, metade da população faz suas

refeições fora de casa.

Capítulo 3- Administração de Estoque:

A administração da logística de materiais está intimamente relacionada

ao controle de estoque.

"O termo controle de estoque, dentro da logística, é uma função da

necessidade de estimular os diversos níveis de materiais e produtos que

a organização deve manter, dentro de parâmetros econômicos." O estoque

deve estar em linha com as necessidades dos clientes, de modo que a

circulação de dados ganham ainda mais importância.

Para que a área de compra possa realizar com êxito sua função, a

disponibilidade de informações deve ser completa e constante.

Informações a respeito dos fornecedores (preços, qualidade, localização

geográfica e práticas como sustentabilidade), mas também das

necessidades e preferências do consumidor final.

O fluxo de informações deve ser contínuo, como o combustível que

abastece a engrenagem de compras de ensumos. AA empresa deve ter

administradores preparados e capacitados para não apenas receber, mas

principalmente para analisar e transformar o fluxo de informações brutas

em dados que permitam à empresa corrigir seus rumos e continuar a

adaptar-se a um mundo que não deixa de se transformar. A perda da

adaptabilidade já foi a causa da ruína de muitas organizações. Assim,

não é difícil adivinhar que uma má gestão de informações para o fluxo de

compra pode causar o desabastecimento de ensumos vitais para o

...

Baixar como (para membros premium)  txt (13.1 Kb)   pdf (55.9 Kb)   docx (16.5 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com