TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Baixo Crescimento do Brasil

Por:   •  11/10/2016  •  Resenha  •  794 Palavras (4 Páginas)  •  219 Visualizações

Página 1 de 4

O baixo crescimento econômico do Brasil, perante os outros países emergentes, atualmente se deve, principalmente pela corrupção que estamos vivendo com o governo atual, mas também por alguns fatores, tais como a insistência do governo em forçar um crescimento econômico com a ampliação do programa bolsa família e o crescimento do salário mínimo, sabe-se que o Brasil tem um alto índice de desigualdade social, mas isso demonstra sua incapacidade em sustentar taxas elevadas de crescimento ancorado na expansão do consumo.

Outro ponto, que conta muito para o crescimento de um país é a educação e o Brasil ainda sofre muito nesse setor, precisa-se de uma ampliação do acesso à educação e a qualidade deste.

Temos também a falta de investimentos em infra estrutura, que prejudica a produção no país, visto os altos custos de transportes e eletricidade que possuímos.

O crescimento dos gastos público de má qualidade colaboram para a manutenção de altas taxas de juros, fator determinante como inibidor dos investimentos privados visto que elevam os custos de oportunidade.

Com o baixo investimento em produtividade, acaba com a nossa perspectiva de crescimento econômico por via do fator trabalho, e a combinação de altas taxas de juros com política fiscal expansionista inibe a formação de poupança doméstica, que é fundamental para o crescimento.

O baixo crescimento econômico do Brasil, perante os outros países emergentes, atualmente se deve, principalmente, pela corrupção que vivenciamos no governo atual, mas também por outros fatores, tais como a insistência do governo em forçar um crescimento econômico com a ampliação de programas sociais como Bolsa Família e Minha casa minha vida, além do crescimento do salário mínimo. Sabe-se que há no Brasil um alto índice de desigualdade social e isso demonstra sua incapacidade em sustentar taxas elevadas de crescimento e tais programas. Não há retorno financeiro sobre o investimento desses programas, especificamente, visto que o imposto sobre consumo é o que produz maiores receitas.

Outro fator importante para o crescimento de um país é a educação. Há a necessidade de ampliação ao acesso a educação de qualidade, formando assim, profissionais qualificados, capazes de melhorar a produtividade da indústria e do comércio, tornando o mercado brasileiro mais competitivo.

Além disso, há o crescimento dos gastos públicos de má qualidade. Isto colabora para a manutenção de altas taxas de juros e desequilíbrio fiscal, acarretando o aumento da inflação, desemprego e a quebra de empresas, inibindo investimentos privados, diminuindo a expectativa e a credibilidade no governo. Sem contar os gargalos de infraestrutura, que prejudica a produtividade de diversos setores, principalmente os de transporte e energia.

As exportações representam um forte potencial, visto que o Brasil é o segundo produtor mundial de soja, carne bovina, primeiro de café e o terceiro de milho. No entanto, há uma nova legislação que limita o investimento na agricultura por parte das empresas públicas ou de fundos estrangeiros.

Com o baixo investimento em produtividade, não há perspectiva de crescimento econômico. A combinação de altas taxas de juros com política fiscal corrobora para a inibição da formação de poupança.

Fatores para o baixo crescimento econômico brasileiro

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.3 Kb)   pdf (60.3 Kb)   docx (9.5 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com