TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

CULTURA E O CLIMA ORGANIZACIONAL E SEUS IMPACTOS NA MOTIVAÇÃO DOS COLABORADORES ESTUDO DE CASO NA FACULDADE ESTÁCIO DO PARÁ

Por:   •  19/8/2016  •  Artigo  •  4.055 Palavras (17 Páginas)  •  399 Visualizações

Página 1 de 17

INTRODUÇÃO

        As mudanças que vêm ocorrendo no mundo têm exigido das empresas revisões e adaptações objetivas e estratégicas, que impactam na cultura e no clima organizacional e que acabam por influenciar a motivação das pessoas.

        A cultura e o clima organizacional exercem influência sobre os colaboradores definido comportamentos, condutas e desempenho que levam ao alcance dos objetivos traçados no planejamento. Entretanto, apesar de sua importância, a cultura e o clima não são temas muito frequentes nos debates entre gestores e nem têm tido a devida atenção nas discussões dos órgãos de classe. E que assuntos considerados de cunho mais técnico são os que detêm a maior parte das atenções, enquanto a importância da cultura e do clima quase sempre e tratada como tema transversal.

        O tema deste estudo é cultura e o clima organizacional e seus impactos na motivação dos colaboradores. O problema que se quer resolver: qual a influência da cultura e do clima organizacional na motivação dos colaboradores.

        O objetivo geral é verificar a influência da cultura e do clima organizacional na motivação dos colaboradores e os objetivos específicos são: explicar o que são a cultura e o clima organizacional: explicar o que e motivação: e analisar a importância da liderança na motivação das pessoas.

        A delimitação do tema está circunstancia da aos dados levantados em relação á interferência de fatores ligados á cultura e ao clima organizacional na motivação dos colaboradores da organização alvo do estudo. Não há preocupação em mencionar aqui aspectos ligados á busca de oportunidades no mercado para exercício dessa motivação.

        A relevância do tema está no fato de que o ambiente em que as pessoas trabalham condicionam o seu comportamento e atitudes frente aos esforços que as políticas e práticas de gestão lhes impõem.

        Este estudo está estruturado em cinco capítulos: esta introdução com tema, o problema, os objetivos, a delimitação e a relevância. Seguem-se o referencial teórico, a metodologia, a discussão dos resultados e as considerações finais.

2. REFERENCIAL TEORICO

2.1 Cultura e clima organizacional um sistema de significados.

        A cultura de uma organização é a maneira informal e compartilhada de perceber a convivência e a participação dos colaboradores dentro da organização, buscando manter seus membros unidos e influenciando o que pensam sobre si mesmos, sobre suas chefias e sobre seu trabalho. Para Draft (2003, p.293), a cultura organizacional e definida como conjunto de valores, crenças orientadoras e modos de pensar compartilhados pelos membros.

        Como pontua Robbins (2004, p.288), cultura organizacional diz respeito a um sistema de significados comuns aos membros de organização, distinguindo as organizações umas das outras. Estes elementos influenciam a tomada de decisões da empresa e o modo como ela enfrenta os desafios cotidianos adotados e a ser seguida pelos colaboradores de modo a agregar valor à empresa.

        Toda empresa caracteriza-se por aspectos peculiares de seus dirigentes e da qualificação de suas equipes de trabalho, ou seja, a sua personalidade que irá influenciar o perfil da organização, uma vez que a cultura organizacional está para a empresa assim como a personalidade está para individuo, determinando seu modo de agir perante as situações cotidianas.

A cultura de uma organização é decorrente de um processo social complexo, que compreende a interação de fatores tangíveis e intangíveis. A arquitetura dos prédios, as tecnologias de gestão e processo, o estilo de vestuário observa na empresa, o visual, o layout, além dos diversos artefatos materiais, produtos e serviços criados pela empresa, constituem-se nos fatores tangíveis. (ROCHA E PINTO. 2003,P.110)

        Nesse mesmo sentido, Vasconcelos, Mascarenhas e Kinda(2007) asseguram que a cultura é vista como uma fonte de inovação e um meio de controlar e aperfeiçoar o gerenciamento das inovações isso por que a cultura abrange uma extensão maior de pessoas e grupos que podem estar envolvidos de forma criativa no desenvolvimento da missão organizacional.

        Embora a cultura seja inspirada numa visão objetivista da realidade social, ela pode ser também concedida como um artefato tangível, incorporada de subsistema socioculturais que contribuem para a objetividade e o equilíbrio sistemático da organização. É o que asseguram Smircich (1983) e Paterson (1985).

        Um aspecto da cultura, segundo Maximiano (2002, p.119), diz respeito do processo de direção que consiste em realizar as atividades planejadas e que envolve dispêndio de energia física e intelectual.

        A direção se configura como a terceira função da Administração. Por essa função, o administrador e responsável por coordenar a ação das pessoas, conduzindo-as para chegar a obtenção resultados organizacionais. Significa dirigir, influenciar e motivar os empregados a realizar tarefas essenciais. E o processo de mobilizar e acionar recursos, especialmente as pessoas que realizarão as atividades que conduzem aos objetivos. Assim como os demais processos, a abrangência da direção também se dá em nível global, departamental e operacional. Maximiano (2002) explica que orientar significa determinar a posição de alguém perante os pontos cardeais, encaminhar, guiar, indicar o rumo a alguém. Quanto um colaborador ingressa na organização, ou quando a organização empreende mudanças, as pessoas precisam sentir em que situação se encontram e para onde devem conduzir suas atividades e esforços.

        Para um processo de aplicação de pessoas nas organizações ser bem sucedido, um fator importante deve ser levado em consideração: o clima organizacional. Este elemento é indispensável para ambientação do novo colaborador, sendo nesse momento, e que o recém-contratado poderá perceber se o espaço de trabalho lhe é agradável, se a identidade coletiva facilita sua mobilização social, se o ambiente lhe permite aplicar seus recursos congnitivos.

2.2 O que é motivação

Uma outra faceta decorrente da cultura, do clima e da liderança e que lhe dão uma nova dimensão e a motivação.                                                                             

...

Baixar como (para membros premium)  txt (24.1 Kb)   pdf (281.5 Kb)   docx (141.2 Kb)  
Continuar por mais 16 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com