TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

PROBLEMAS ENCONTRADOS NO USO DAS REDES SOCIAIS NO TRABALHO.

Por:   •  24/8/2016  •  Trabalho acadêmico  •  2.106 Palavras (9 Páginas)  •  291 Visualizações

Página 1 de 9

4. PROBLEMAS ENCONTRADOS NO USO DAS REDES SOCIAIS NO TRABALHO.

A expansão das conexões de banda larga proporcionou ás organizações a interligação de seus computadores, possibilitando assim maior facilidade  de acesso ás informações e comunicações. Porém, com as tecnologias digitais, muitos meios que não estão relacionados ao trabalho, como o acesso as redes sociais facebook, twitter, whatsapp, entre outros, também são utilizados pelos usuários , no ambiente organizacional.

Até algum tempo atrás os gestores possuíam controle de tudo que seu subordinado  acessava, e em muitos casos realizava-se o bloqueio de determinados sites, por acreditar ser prejudicial ao desempenho do funcionário. Entretanto, com a evolução das tecnologias e o surgimento da conexão sem fio (wifi/3G/4G), o acesso á internet ultrapassa as barreiras e limitações dos computadores das organizações , podendo ser realizado a qualquer tempo e local, a partir de celulares, notebooks, ipads, e demais dispositivos móveis.

O uso das redes sociais transcende a barreira da utilização esporádica e de entretenimento e pode vir a impactar na execução das tarefas diárias de trabalho do indivíduo.

 A facilidade com que uma conexão digital ocorre, pode deixar as pessoas distantes e não as permitir perceber o que ocorre ao lado.

O uso das redes sociais no ambiente trabalho vêm trazendo problemas como suspensões e até demissões por justa causa.


4.1 Usar redes sociais no trabalho prejudica eficiência e bem-estar.

Um novo estudo parece chegar para provar o que nós já sabíamos: tuitar, atualizar o status do Facebook durante o horário de trabalho reduz a produtividade. Um professor de computação da Middle Tennessee State University, descobriu que o “canto da sereia” das mídias sociais atrapalha até os profissionais  mais capazes de realizar diversas tarefas ao mesmo tempo.

“O uso pessoal de redes sociais causa efeitos negativos tanto na eficiência quanto no bem-estar dos profissionais’’, diz a pesquisa.

O professor pediu que estudantes de negócios assistissem a um vídeo de 15 minutos em um computador, no mesmo navegador em que outras abas estavam abertas em sites de redes sociais como Facebook e Twitter. Os pesquisadores monitoraram os participantes para ver a freqüência com que eles checaram as redes. Ao fim, todos receberam um teste para avaliar o conhecimento do vídeo assistido. Aqueles que mais usaram os sites tiveram desempenho mais fraco do que os que checaram as redes menos vezes.

“O tempo usado na interrupção para checar os sites e o desafio de retornar mentalmente para a tarefa principal pode resultar em menos eficiência”, diz o professor.

Porém, abandonar as redes sociais como um todo não é um objetivo realista para aqueles que precisam usá-las diariamente em seus empregos. Alex Mahon, ex-executiva-chefe de televisão do Shipe Group, é uma aficionada pelas redes sociais que aprendeu a controlar o tempo e a atenção que ela permite que sejam consumidos nela. Alex é fã do Instragram, Facebook, Twitter, Whatsapp, Snapchat e Google+, mas começou a fazer mudanças há três anos, após ler um livro.

“È um livro provocante, sobre a conectividade constante e como ela pode estar criando um mundo de distrações”, diz Alex.

Ela dividiu redes sociais diferentes para usos distintos. O Facebook é para “o que já aconteceu”, enquanto o Twitter é para “o que está acontecendo agora”. Ela reduziu o número de posts que fazia no Facebook após perceber  que “gastava energia emocional esperando as respostas”. Ela também apagou o aplicativo do seu smartphone, o que a impediu de usá-lo diversas vezes ao dia. Ao invés disso, ela checa o site em seu computador com intervalo de alguns dias, e usa o novo tempo livre para ler um livro ou até se permitir ficar entediada. “É nessas horas que você têm as idéias mais criativas”, diz.

Sua principal ajuda é um serviço para email chamado “SaneBox”, que filtra para uma caixa de entrada separada, rotulada “Para mais tarde”, todas as mensagens de redes sociais, emails do eBay e alertas de noticiais profissionais. Duas vezes ao dia, ela checa os cerca de 100 emails diários que chegam a essa pasta.

Essas mudanças fizeram Alex usar as redes sociais de forma mais consciente e se sentir no controle quando ela as consulta. “Se você acha que não te faz bem, o melhor a fazer é desconectar”, ela recomenda. “Poder estar conectado o tempo todo não necessariamente faz com que você se sinta mais engajado com outras pessoas.”

...

Baixar como (para membros premium)  txt (13.5 Kb)   pdf (135.1 Kb)   docx (14.1 Kb)  
Continuar por mais 8 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com