TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Trabalho Final de Marketing

Por:   •  21/4/2017  •  Trabalho acadêmico  •  2.480 Palavras (10 Páginas)  •  136 Visualizações

Página 1 de 10

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO

CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E ECONÔMICAS

DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO

DISCIPLINA FUNDAMENTOS DE MARKETING

DAVID LOCH

JOHANNA WUETSCHER

RENAN ROCHA SOUZA

VINICIUS TRISTÃO SANTOS

Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil

SICOOB

VITÓRIA

2015

     SICOOB

     

ANÁLISE DAS AÇÕES DE MARKETING UTILIZADAS NA EMPRESA SICOOB

     

                                                Este documento é um relatório para conclusão da disciplina Fundamentos de Marketing, do Curso de Graduação em Administração do Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas da Universidade Federal do Espírito Santo. O trabalho proposto consiste numa análise feita pelo grupo de alunos sobre a área e as ações de marketing de uma empresa real, sob o acompanhamento e orientação do Professor Dr. Anderson Soncini Pelissari.


SUMÁRIO

INTRODUÇÃO.....................................................................................................4ANÁLISE DO VALOR E SATISFAÇÃO DO CONSUMIDOR...............................5

ANÁLISE DE MERCADO....................................................................................5

ANÁLISE DO SEGMENTO DE MERCADO........................................................6

ESTRATÉGIAS DO MARKETING MIX................................................................7

CONCLUSÃO......................................................................................................8

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS....................................................................9

ANEXOS............................................................................................................10

INTRODUÇÃO

O Sicoob é o maior sistema financeiro cooperativo do país. É composto por cooperativas financeiras e empresas de apoio, que em conjunto oferecem aos associados serviços de conta corrente, crédito, investimento, cartões, previdência, consórcio, seguros, cobrança bancária, compras de meios eletrônicos de pagamento, dentre outros. Ou seja, tem todos os produtos e serviços bancários, mas não é banco. É uma cooperativa financeira, onde os clientes são os donos e por isso os resultados financeiros são divididos entre os cooperados.  Surgiu com o propósito de auxiliar aos Produtores Rurais, agricultores que encontravam muita dificuldade no acesso ao crédito, que além de burocrático era limitado e demorava muito para ser liberado. Com essa situação surgiram de maneira ampla os movimentos para criação e cooperativas de crédito para atender essas necessidades e pelo atendimento que os agricultores recebiam na época nas instituições financeiras. Porém o anúncio da criação do Bancoob, em novembro de 1996, ocorreu em um momento de evolução e fortalecimento do cooperativismo de crédito brasileiro. O ambiente normativo favorável à integração permitiu que comerciantes, empresários, produtores rurais, profissionais liberais, servidores públicos e trabalhadores da iniciativa privada se unissem para fundar uma instituição financeira.

Além de possibilitar o acesso ao mercado interfinanceiro e autonomia operacional, oferece às cooperativas de crédito um portfólio de produtos e serviços diversificado, em condições bastante competitivas. Nesse processo de expansão, o banco permite que as cooperativas utilizem o serviço de compensação de cheques e outros papéis. Tem, ainda, o papel de tornar mais rentável a liquidez dos recursos dessas entidades e proporcionar melhores taxas de remuneração às aplicações, o que impulsiona o crescimento do setor.

E assim, o Sistema Sicoob existe a 25 anos, mas apenas a 9 anos é de Livre Admissão (Cooperativista), e vem em obtendo expressivos resultados devido a sua essência não ser tão capitalista quanto os seus concorrentes, que são os bancos comerciais diretos. A exemplo: Itaú, Santander, Banco do Brasil, Caixa Econômica, DACASA.

[pic 1] 

ANÁLISE DO VALOR E SATISFAÇÃO DO CONSUMIDOR

Essa mensuração para o Setor de Marketing no Mercado Financeiro é algo subjetivo, pois não é de responsabilidade de cada empresa influenciar sobre os valores cobrados nas operações financeiras, vista que são regulamentadas e influenciadas pelo Banco Central, pelo Governo e todas as variantes do Mercado e as suas demandas gerais e locais, na entrevista foi abordado até sobre o atual momento da Economia brasileira, onde foi possível ver em slides (material interno da empresa, não autorizada a publicação) que em determinadas regiões o volume de negócio foi afetado devido ao mercado local estar segmentado em um setor em que o câmbio atua diretamente, então para fazer com que se recuperasse os investimentos o que não fosse perdido os contratos já firmados, os gestores se reuniram e avaliaram os métodos de fazer uma abordagem direta aos clientes e dando feedbacks maiores sobre a situação econômica, ou seja, a satisfação pode ser medida para esse setor atrás de volume de “negócios”. O que poderíamos definir com esse termo? Seria a análise da movimentação dos clientes, em questão de deposito, pagamentos, compras com o cartão de crédito, aplicações financeiras e empréstimos.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (16.5 Kb)   pdf (734.4 Kb)   docx (605.7 Kb)  
Continuar por mais 9 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com